terça-feira, 9 de setembro de 2014

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

O calor humano no dia a dia profissional.

Em uma pesquisa realizada pela Dra. Tiffany M. Field do Touch Research Institute (Universidade de Miami) em 2008, descobriram que o toque é capaz de diminuir a pressão arterial, aumentar a produção de hormônios do bemestar e estimular atos gentis, em quem toca e em quem é tocado. Além disso, crianças que crescem sendo tocadas por seus pais saem à frente das outras em relação à prática de valores quando adultas. A privação do toque (‘touch deprivation’ em inglês) pode ser uma síndrome sim e muitas pessoas já foram acometidas por ela. Porém, considerá-la uma epidemia seria um erro muito grande, principalmente em países como o nosso.
As pessoas podem até se privar de tocar as outras, mas sentem falta disso e, em certo momento, querem mudar seu comportamento ou esperam que façam isso antes delas.
Acredito que estamos fazendo o caminho inverso à essa realidade, pois a pesquisa feita pela Dra. Field foi realizada em Miami (EUA) e Paris (França), dois lugares bem diferentes do nosso. O que devemos considerar como real e aplicável à nossa realidade é a importância do calor humano, do abraço, do afago, do carinho, bem brasileiros, bem nossos e que já nascem com a gente.


Sr. Gentileza
www.srgentileza.com.br

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Bom humor no trabalho é indispensável.

Além disso, o respeito e boa educação são fundamentais para um bom relacionamento interpessoal no trabalho.

Quem não prefere trabalhar em paz e num ambiente saudável?

Faça a sua parte e não espere os outros tomarem a iniciativa.

Boa semana amigos gentis!

Sr. Gentileza
www.srgentileza.com.br


Vai uma dose de Gentileza aí?

É comprovado cientificamente pelo que a prática da Gentileza faz o cérebro disparar no organismo uma carga de hormônios do bem estar como a serotonina, endorfina e ocitocina. Quem recebe a Gentileza também ganha, de quebra, uma carga (menor) desses agentes da felicidade.

Imaginem a prática gentil no ambiente profissional... os resultados são incríveis! Quer saber mais?Conheça nosso trabalho: www.srgentileza.com.br


quarta-feira, 6 de agosto de 2014

O que é ser gentil?


Minha missão de vida resume-se a promover essa realização pessoal de trabalhadores através dessa norma de conduta chamada gentileza, baseada em solidariedade, respeito e tolerância as diferenças. Nos últimos anos estive com pessoas que acreditaram nisso e transformaram suas vidas, pois decidiram priorizar o lado bom das coisas, as qualidades dos outros e estender a mão a quem precisar. É através de atos gentis que chegamos ao ponto mais nobre da dignidade e, não importa se em casa, no trabalho ou com estranhos, nossa contribuição à sociedade deve ser dada sem esperar nada em troca.

Abraços do Sr. Gentileza


segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O LEMA É SER FELIZ!

Obrigado aos amigos por toda a demonstração de carinho e respeito. Ser gentil inclui tolerar as diferenças, apoiar e não agredir as pessoas.

Felicidade, seja sempre bem vinda à minha vida!

Abraços,

Sr. Gentileza
fb.com/sr.gentileza


quinta-feira, 17 de julho de 2014

GENTILEZA: USE E ABUSE.

Não precisa economizar. Pode usar à vontade, sem medo,
pois ela se multiplica dentro da gente.

Abraços,

Sr. Gentileza

quarta-feira, 16 de julho de 2014

GENTILEZA: uma questão de atitude.



Não deixe para amanhã a Gentileza que pode ser praticada hoje, agora.

Abraços

Sr. Gentileza

Livro: Gentileza no Trabalho de Luiz Gabriel Tiago (Sr. Gentileza)

O livro escrito pelo Sr. Gentileza propõe um assunto em desuso nas empresas de hoje: a Gentileza - como norteadora da conduta profissional. A polêmica em torno dessa obra se fez por "provocar" reações e reflexões nas pessoas sobre seu "papel" no dia a dia.

"Somos todos agentes de transformação. Ser gentil deveria ser condição sine qua non para uma gestão de pessoas". Sr. Gentileza.

O livro está à venda em todas as livrarias do Brasil ou pela internet!
 
Clique na imagem e compre agora o seu exemplar - direto do site da Editora Ideias e Letras.
 
Editora Ideias e Letras
Clique na imagem e compre agora!

terça-feira, 15 de julho de 2014

Calor Humano no Trabalho - Artigo do Sr. Gentileza.


A frase “gentileza gera gentileza” já era dita e escrita em murais no Rio de Janeiro desde a década de 1960 pelo falecido José Datrino e, mesmo sem uma formação acadêmica, profetizava algo que hoje é científico. É comprovado pela física quântica que atos gentis (por menores que sejam) atraem outros gestos gentis devido à liberação de serotonina e endorfina no nosso organismo. Trocando em miúdos, a gentileza proporciona bem estar físico-emocional e ainda nos faz enxergar a vida com mais leveza.
Relacionando a gentileza ao trabalho, acredita-se que o clima organizacional seja humanizado e as pessoas possam trabalhar em harmonia com os valores da empresa. Diante da implantação de um programa de Gentileza Corporativa, os colaboradores são envolvidos numa metodologia eficaz e que os conscientiza de que não precisam esperar alguém tomar a iniciativa em ser mais tolerantes e solidários.
Os tempos mudaram e o profissional de hoje anseia por encontrar a plenitude pessoal e profissional. Antigamente era muito comum as pessoas dizerem que os problemas de casa ficavam da porta pra fora da empresa e que nunca misturavam as coisas. Porém, diante da carga profissional cada vez mais exaustiva, onde as pessoas ficam boa parte de sua vida útil, é necessária uma humanização fazendo com que possam encontrar no trabalho um “porto seguro”, ou seja, um local onde sinta segurança e conforto emocional.
Realmente é muito difícil mudar o comportamento de profissionais que já estão na empresa há 15, 20 anos e não estão dispostos a transformações. Porém, essa tarefa não é impossível e pode ser uma condição para a readequação do perfil da corporação ao mercado, especialmente por causa da concorrência que acaba exigindo que isso aconteça. Trata-se de uma espécie de seleção natural (ou corporativa), onde aqueles que sejam capazes de se adaptar as tendências serão os “predadores” da atualidade.
Através das técnicas aplicadas em nossos treinamentos em Gentileza Corporativa, conseguimos fazer uma “viagem” ao interior desses profissionais e eles próprios conseguem enxergar a necessidade de mudanças e diagnosticam suas deficiências, fraquezas e pontos fortes. Mais uma vez, a Gentileza pode proporcionar um (re) condicionamento de forma que possam mudar seus hábitos e se adequar a um novo perfil competitivo e saudável.
Ter uma boa rede de relacionamentos é um dos caminhos mais favoráveis ao sucesso profissional. Hoje é muito simples ampliar seus contatos, em especial para aqueles que se conectam ao mundo virtual e estão familiarizados com isso. As redes sociais são capazes de unir pessoas afins num curto espaço de tempo e distância também, basta estar antenado ao que acontece no mundo e focar em grupos que discutam o mesmo tema, segmento ou profissão do seu interesse.
Todos precisam cultivar contatos interessantes, pois estes serão imprescindíveis ao seu futuro profissional. Ter boas amizades no seu círculo pode abrir portas na sua área de trabalho, principalmente se precisar de uma indicação ou se decidir empreender em seu próprio negócio.
No mundo atual, relacionamento interpessoal é o caminho certeiro para o sucesso. Se for com gentileza, uma grande etapa já foi percorrida!
Posso elencar uma dezena de consequências negativas por causa da falta de gentileza nas empresas. Por exemplo, no trabalho as pessoas tendem a se comunicar através de email, atendem os ramais de forma fria, valorizam as “fofocas” e se distanciam cada vez mais.
Os profissionais perderam a capacidade de ouvir de forma imparcial - o que dificulta uma gestão participativa e focada em pessoas. O caminho é muito simples para que a fofoca seja minimizada seguindo a regra dos 3 “C´s” – que é Cumprimentar, Colaborar e Compreender. Através dessa sequência exercitamos alguns valores importantes e indispensáveis para nossa sociedade como a boa educação, respeito, empatia e solidariedade.
Porque insistimos tanto em complicar as coisas? Ao invés de valorizarmos os defeitos dos outros precisamos nos convencer de que os tempos mudaram e – as qualidades devem vir na frente.
Sempre digo nas minhas palestras que o melhor remédio para a depressão é a caridade – valor tão escasso na nossa sociedade. Ao praticar o bem, literalmente “detonamos” o pessimismo e contribuímos para um mundo melhor. O ideal é não se preocupar com algum tipo de retorno, pois muitas pessoas se queixam que são gentis, mas ficam chateadas por não serem gratificadas de imediato. Isso não importa mesmo! A gentileza é desprovida de egocentrismo e a recompensa vem do mundo e da alma. Existe coisa melhor que isso?
Bobos são aqueles que ainda não descobriram o potencial que as pessoas gentis têm. Essa ideia de “esperteza” é bem característica dos brasileiros, pois acreditam que sempre existe alguém que vai “passar a perna” e que o mundo é dos “espertos”. É muito comum nas empresas a formação de grupos afins – principalmente na hora do cafezinho – onde podem se atualizar sobre as últimas “fofocas”. Se as pessoas podem ser “contaminadas” e alastrar o mal estar pelos corredores, o caminho de volta também pode ser percorrido. Eu garanto: basta uma pessoa gentil no trabalho e consciente de seu papel para que aconteça uma transformação.  Somente uma pessoa pode multiplicar os efeitos benéficos e realmente duradouros da gentileza.
 
Luiz Gabriel Tiago
Sr. Gentileza

terça-feira, 8 de julho de 2014

PARABÉNS ALEMANHA! Herzlichen Glückwunsch Deutschland! Brazil 2014 - Fifa World Cup.


 
É isso aí. A Alemanha mereceu a vitória e, como anfitriões, devemos reconhecer a superioridade germânica.

Brasil: mostra tua força e tua receptividade!

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Brasil na Copa do Mundo 2014 - Let´s goal!!!!!!

Sou apaixonado pelo meu país, acredito nas pessoas
e é aqui que sou feliz.

Vamos lá Brasil! Nós já somos campeões.

Se você acredita e ama o Brasilzão, junte-se a nós!
 
 
 

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Dia de Museu com Sr. Gentileza (Trecho de Palestra).


FAÇA O BEM SEM OLHAR A QUEM!


A Gentileza é simples quanto a natureza.

A Gentileza está estampada em todos os lugares. Para praticá-la, basta começar.
 
José Datrino (1917-1996) - O Pai da Gentileza Brasileira.

Sr. Gentileza na empresa Rede Carga - Rio de Janeiro/RJ.

Todo dia é dia de trabalhar para todos nós. Hoje nos entregamos de corpo e alma à família Rede Carga no Rio se Janeiro com o
JOGO DA GENTILEZA.
Na foto: Sr. Gentileza com sua equipe - Sandra Cherubin (SC) e Betina Bandeira (RJ).
 
Acesse nosso site e conheça nosso trabalho: www.srgentileza.com.br

Artigo do Sr. Gentileza: COPA COM GENTILEZA É VITÓRIA CERTA!

Nada mais brasileiro do que o calor humano e a vontade de comemorar e festejar, ainda mais se tratando de jogo de futebol. Quando é época de Copa do Mundo então, nem se fala. A regra é assistir os jogos ...do Brasil em ritmo de festa, regados a um bom churrasco, cerveja e carnaval. Se não for assim, não tem graça. O divertido é reunir os amigos, parentes e até colegas de trabalho. Nessas horas esquecemos das desavenças e o que queremos, de verdade, é formar uma “corrente” e torcer para o nosso time ser campeão.
Esse espírito festivo invade praticamente todos os lares e não há quem não pare para assistir as partidas. São tão esperadas como a ‘meia noite’ do réveillon. Isso é bem nosso, é brazuca, é samba, é festa junina. Vamos ganhar!
O esporte exerce uma função saudável no relacionamento humano: desenvolve o trabalho em equipe, estimula a competição saudável, socializa e beneficia o relacionamento humano, muitas vezes desgastado pelo convívio e por fatores como pressão, problemas e falta de tempo. Mesmo fora dos campos, é uma chance que temos de estreitar a amizade com colegas da empresa, com primos distantes e fazer novos amigos. Quem resiste aquele abraço amistoso quando o Brasil faz um gol? Se for na final então, o mesmo abraço se transforma em dois, três e até em lágrimas. E vale com quem estiver ao alcance dos braços, sem distinção de afeto ou simpatia. Isso é o futebol!
Podemos aproveitar os jogos do mundial para receber pessoas em casa, por exemplo. Além de ser um bom motivo para confraternizar, é uma chance de mostrar o que temos de bom para oferecer e praticar a gentileza (sim, mesmo nessas ocasiões). Podemos decorar a casa com as cores da bandeira brasileira, usar nosso uniforme verde-amarelo e arrumar tudinho para recepcionar os convidados. Geralmente convidamos pessoas já conhecidas, mas existem aqueles que levam um “agregado” ou amigo que estava sem lugar para assistir os jogos. Como a intenção é vibrar e reunir pessoas, não há mal algum se uma pessoa que não estava na lista aparecer. Como um bom brasileiro, basta colocar a água no feijão, ora bolas.
Não é necessário apresentar a casa aos amigos, nem aos amigos dos amigos. Basta deixá-los à vontade e dizer que “a casa é sua”. Duvido que qualquer um não descubra o caminho até a geladeira com as bebidas ou churrasqueira. Nessas horas o instinto é o guia, sem falar que sempre tem alguém que dá a dica.
É muito gentil se preocupar com a limpeza do (s) banheiro (s), se há lugares para todos se sentarem, com a quantidade de copos, pratos, talheres e de comida (se for estilo americano onde cada um leva um prato, não deixe de fazer um cálculo com todos que confirmaram). Outros itens importantes são: gelo, carvão e silêncio durante os 90 minutos de jogo. É terminantemente proibido pedir um favor a quem quer que seja que obrigue essa pessoa a sair da frente da televisão. Vamos combinar, né?
As pessoas também podem combinar como serão os “comes e bebes” do encontro. É uma boa estratégia para não sobrecarregar ninguém com as despesas, já que espera-se que o Brasil esteja em todas as fases do campeonato. Ao todo serão sete partidas (incluindo a final, por favor!) com direito a mais um dia de folga se levarmos o hexa (essa rodada é por minha conta).
Caso o petit comite seja um convite com tudo incluído, é elegante perguntar se pode colaborar com alguma coisa. Caso não precise levar nada, faça uma singela surpresa aos anfitriões com fitas para a cabeça, bandanas ou qualquer coisa com as cores do nosso país.
Dispense, nesses casos, as cornetas, rojões, confetes ou itens que possam sujar a casa e deem trabalho para limpar depois. Geralmente ninguém fica para ajudar a passar uma vassoura e pano úmido, sobrando essas tarefas para quem recebeu. Pense adiante e queira ser lembrado como um bom torcedor e não como um “mala sem alça”.
É durante o intervalo dos jogos que as pessoas aproveitam para ir ao banheiro e comer alguma coisa, sem falar nos comentários a respeito do primeiro tempo. É nesse instante que fazemos as apostas para os próximos 45 minutos, quanto será o resultado final ou se o time adversário tem ou não chances. Como a Copa será no Brasil, será uma chance de apreciarmos as cidades-sede, suas paisagens (sempre exibidas na tv) e a infraestrutura que foi oferecida.
É importante ter um esquema pronto para os minutos de intervalo. Pode-se aproveitar para recolher o lixo, latinhas de cerveja e refrigerante vazias e colocar mais carvão na churrasqueira.
Lembre-se de que a festa continuará após o jogo se o Brasil for campeão e deve se arrastar noite adentro. No dia seguinte todos irão trabalhar, inclusive os donos da casa, por isso é legal já ter uma diarista garantida para limpar tudo depois.
O que não vale no futebol (como em qualquer outro esporte) é brigar e discutir por distinções de times. Isso não combina com o espírito esportivo e acaba com a festa de qualquer um, além de não ser nada gentil. Os socos e pontapés são tão comuns hoje em dia, que as vezes penso se tratar de lutas do UFC coletivas e com tempo marcado.
Mas, como em tempos de Copa do Mundo a regra é união e celebração, nem pensar nisso. Mesmo porque é um campeonato onde todos os 200 milhões de brasileiros torcem pelo mesmo time e confraternizam quase que fraternalmente.
Se por acaso surgir algum engraçadinho querendo estragar a festa, devemos aplicar as mesmas regras do futebol. Aos anfitriões em campo, apresentem o cartão amarelo e advirtam quem fez a falta. Se for reincidente, não tenha medo de ser xingado pela arquibancada e puxe o cartão vermelho de dentro do bolso e mande o chato para o vestiário. Dependendo da infração, suspenda sua atuação no próximo jogo e escale um novo integrante para o time, simples assim.
Mas, otimismo, pois é natural que tudo corra bem. Tudo o que queremos é comemorar a vitória, mesmo que da nossa maneira. Pode ser em casa, na rua, num bar ou no trabalho, pois tudo valerá a pena para assistir o Brasil na final no Maracanã contra a Argentina (e vencendo, claro).

Sr. Gentileza
fb.com/sr.gentileza

terça-feira, 3 de junho de 2014

03 de Junho - Dia do Profissional de Recursos Humanos


03 DE JUNHO - DIA DO PROFISSIONAL DE RH

Parabéns a todos os nossos amigos que são Profissionais de Recursos Humanos!

Hoje é o seu dia! Queremos expressar nosso respeito e carinho pela profissão e dizer que vocês são fundamentais para que ...nosso trabalho tenha sucesso.

OBRIGADO PELA CONTRIBUIÇÃO AS PESSOAS!

Abraços,

Sr. Gentileza e Equipe
www.srgentileza.com.br

quinta-feira, 29 de maio de 2014

FELIZ DIA NACIONAL DA GENTILEZA!

 
 Que a Gentileza faça parte da nossa rotina todos os dias do ano.

A data de hoje é uma homenagem ao dia de falecimento do Profeta Gentileza (José Datrino) que faleceu em 29 de Maio de 1996.
...
De origem simples, paulista de Cafelândia, viveu no Rio de Janeiro e por quase 40 anos pregava a Gentileza pelas ruas da cidade.

Sua frase mais conhecida é: "Gentileza gera Gentileza".

Então meus amigos, mãos à obra, pois tem muita coisa a ser feita.

Abraço forte e que sejam todos felizes,

Luiz Gabriel Tiago
Sr. Gentileza

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Artigo: Liderança Gentil e a Felicidade no Trabalho.

Mandamentos das empresas no século XXI: investir no seu capital humano, acreditar nos valores de cada um dos seus profissionais, capacitá-los, incentivar a prática da gentileza, respeitar e tolerar as diferenças. Como podem notar, o ambiente profissional é determinado por pessoas e essas são as responsáveis por manter a harmonia tão desejada. Questões de ordem prática são importantes (salário e benefícios), mas não são as únicas a garantir a saúde do clima organizacional nas empresas. Cabe também as lideranças a tarefa de identificar possíveis conflitos e saná-los com coerência e discernimento, sem causar dissabores ou alimentando mais o desconforto em problemas de relacionamento.
A gentileza não é prioridade no cotidiano das pessoas pois a rotina e intensidade das atividades não permitem isso. Por exemplo, um profissional precisa estar atento as suas tarefas diárias além de resolver imprevistos, problemas e uma série de coisas não programadas. Sendo assim, “acha” que não tem tempo suficiente para atender a uma ligação cordialmente, agradecer por um favor prestado ou, simplesmente, elogiar o trabalho de algum colega. Essa escassez de gentileza não existe somente nas empresas. Muitas vezes somos hostis em casa, com nossa família e amigos. A rotina de pais, mães e filhos também é muito sobrecarregada, em especial para aqueles que se dividem entre casa X trabalho e seus revezes frequentes.
É comum as pessoas esperarem que as outras tomem a iniciativa ou deem o primeiro passo para praticar a gentileza no trabalho. Porém, o que muitos não sabem, é que ser gentil – em primeiro lugar – é uma ação individual e que, após sua disseminação, torna-se coletiva. Muitos alegam ter cansado de serem gentis, pois nunca recebiam nada em troca ou eram chamados de “bobos” ou queriam “aparecer”. Hábitos gentis geram mais cordialidade, humanização, relacionamentos saudáveis, harmonia e são sempre despretensiosos. Engana-se quem pensa em retribuição imediata, pois a gentileza é despretensiosa e não espera nada em troca.
A gentileza é um conjunto de predicados e valores que se juntam e transformam nossas vidas. Posso afirmar que os mais importantes são aqueles que nos fazem pessoas melhores; num elenco cito a solidariedade, respeito, tolerância, confiança, amor próprio, saber ouvir, bom humor, etc. como fundamentais para a saúde mental, espiritual e material. Quando somos gentis, abrimos portas para o mundo de forma que o “peso” que carregamos fique mais leve. Esse conceito de gentileza abrange uma série de atitudes e ações que nos remetem a reflexão sobre o que podemos melhorar dentro e fora do nosso “quadrado”, e isso vale para nossa vida pessoal e profissional!
Hoje os profissionais buscam satisfação e querem encontrar no trabalho um ambiente favorável e humanizado. Ter paz para desempenhar suas tarefas é condição indispensável para o bom relacionamento interpessoal e a gentileza, claro, é uma ferramenta estratégica para isso.
Se preocupar com valores (muitos já esquecidos) como o respeito, tolerância, paciência e solidariedade e aplicá-los na liderança favorece o exercício de uma gestão e facilitam o entrosamento entre equipes. Afinal de contas, a plenitude pessoal está diretamente ligada à plenitude profissional.
Existe uma relação muito estreita entre a felicidade e atos gentis. Quando praticamos algum tipo de gentileza, liberamos no cérebro a serotonina, hormônio responsável pelo bem estar. Sempre digo nas minhas palestras que o melhor remédio para a depressão é a caridade – valor tão escasso na nossa sociedade. Ao praticar o bem, literalmente “detonamos” o pessimismo e contribuímos para um mundo melhor. O ideal é não se preocupar com algum tipo de retorno, pois muitas pessoas se queixam que são gentis, mas ficam chateadas por não serem gratificadas de imediato. Isso não importa mesmo! A gentileza é desprovida de egocentrismo e a recompensa vem do mundo e da alma. Existe coisa melhor que isso?
Bobos são aqueles que ainda não descobriram o potencial que as pessoas gentis têm. Essa ideia de “esperteza” é bem característica dos brasileiros, pois acreditam que sempre existe alguém que vai “passar a perna” e que o mundo é dos “espertos”.
É muito comum nas empresas a formação de grupos afins – principalmente na hora do cafezinho – onde podem se atualizar sobre as últimas “fofocas”. Se as pessoas podem ser “contaminadas” e alastrar o mal estar pelos corredores, o caminho de volta também pode ser percorrido. Eu garanto: basta uma pessoa gentil no trabalho e consciente de seu papel para que aconteça uma transformação.  Somente uma pessoa pode multiplicar os efeitos benéficos e realmente duradouros da gentileza. Os efeitos disso serão perceptíveis num breve espaço de tempo e, quem sairá ganhando? A resposta é simples: você, sua equipe, sua empresa e a sociedade.


Luiz Gabriel Tiago *
Sr. Gentileza | www.srgentileza.com.br | fb.com/sr.gentileza

* Escritor, palestrante e especialista em Gentileza Corporativa, Sr. Gentileza - como é conhecido esse fluminense de Niterói - decidiu se aprofundar nesse tema após sua pesquisa de Mestrado em Educação no Trabalho com base em valores humanos, norteada por predicados que foram esquecidos ou deixados de lado no dia a dia profissional.
Dessa forma, tornou-se conhecido pela forma espontânea e muito própria que desenvolve suas apresentações – conscientizando a todos sobre a importância de atos gentis quando aplicados à rotina corporativa e à vida pessoal.
A repercussão desse tema foi inevitável, projetando Sr. Gentileza e tornando-o um dos palestrantes mais requisitados do últimos anos.
Em 2013 mais de 15.000 pessoas assistiram ou participaram de palestras e workshops com Luiz Gabriel – de Norte a Sul do Brasil, provocando uma mudança no comportamento e reflexão sobre o papel de cada um nas empresas e na sociedade.

 

GENTILEZA: É SÓ COMEÇAR.

GENTILEZA: É SÓ COMEÇAR

Para começar, basta praticar atos simples. A Gentileza não precisa ser elaborada ou planejada com requintes. A simplicidade é um dos seus princípios. Vamos tentar?


Poemas do Profeta Gentileza.

POEMAS DO PROFETA GENTILEZA

José Datrino - o falecido Profeta Gentileza - pintou 56 poemas de Gentileza que formam um Livro Urbano. Todos foram escritos em pilastras que sustentam o antigo Viaduto da Perimetral (na altura do Gasômetro).

Em homenagem aos 18 anos de falecimento e Dia Nacional da Gentileza (29 de Maio), compartilharemos alguns desses poemas com todos vocês essa semana.

Nossa fanpage: www.fb.com/sr.gentileza
 

José Datrino - Profeta Gentileza (O pai da Gentileza brasileira).

JOSÉ DATRINO - PROFETA GENTILEZA

O Pai da Gentileza Brasileira.

Datrino nasceu em 1917 na pequena cidade do interior paulista - chamada de Cafelândia. Por quase 40 anos pregou a Gentileza pelas ruas do Rio de Janeiro/RJ onde deixou um legado inestimável para toda a humanidade. Pintou 56 poemas em pilastras do Viaduto da Perimetral - todos dedicados aos valores humanos e prática gentil.
Faleceu em 29 de maio de 1996 em Araçatuba e está enterrado em Mirandópolis, próximo à sua cidade natal.

Foi o primeiro homem a não ter vergonha de FALAR E PREGAR A GENTILEZA ENTRE OS HOMENS!

O Dia Nacional da Gentileza (29 de maio) é uma homenagem a esse ser humano ímpar que nos ensinou a acreditar na força do bem.

terça-feira, 22 de abril de 2014

Mensagem do Dia 22 de Abril de 2014 - Sr. Gentileza.


A GENTE ESCREVE NOSSA PRÓPRIA HISTÓRIA

A beleza da vida está na forma com que enxergamos a simplicidade das coisas.

Boa semana a todos!

www.srgentileza.com.br

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Gabriel Garcia Marquez - 1927/2014.


Considerado um dos autores mais importantes do século 20, foi um dos escritores mais admirados e traduzidos no mundo, com mais de 40 milhões de livros vendidos em 36 idiomas.

Foi laureado com o Prémio Internacional Neustadt de Literatura em 1972, e o Nobel de Literatura de 1982 pelo conjunto de sua obra, que entre outros livros inclui o aclamado Cem Anos de Solidão.

Foi responsável por criar o realismo mágico na literatura latino-americana. Viajou muito pela Europa e viveu até a morte no México.

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Na verdade a gente precisa "contaminar" as pessoas com otimismo e alegria. As vezes não dá pra aguentar tanto
mal humor, mas temos que tentar.
www.srgentileza.com.br
 
 

quinta-feira, 10 de abril de 2014

TÁ FALTANDO GENTILEZA AQUI TAMBÉM?


O que fazer quando algum colega de trabalho envia um email pra você muito desagradável e com cópia para Deus e o mundo?

Você se sente mal quando alguém xinga nas redes sociais ou esculhamba com a vida de... outra pessoa?

Sua empresa está preparada para enfrentar os clientes no mundo virtual?

Em breve - novidades!

www.fb.com/sr.gentileza

quarta-feira, 9 de abril de 2014


Se acreditarmos nos valores humanos como respeito, tolerância, paciência e amor, poderemos atingir nossos objetivos de forma honesta e consciente.

Gentileza é isso: fazer o bem sem olhar a quem.

Conte conosco: www.srgentileza.com.br

terça-feira, 8 de abril de 2014

PESQUISA DE CLIMA X ACOMPANHAMENTO

O clima organizacional é tão importante que todos os líderes deveriam se preocupar com a gestão de pessoas.

Não adianta contratar empresas de consultoria especializadas para realizar a Pesquisa de Clima e depois não ter continuidade.

A capacitação é uma das estratégias para satisfazer os colaboradores. Imagina se for com Gentileza!
www.srgentileza.com.br | www.fb.com/sr.gentileza
 

segunda-feira, 7 de abril de 2014

SR. GENTILEZA & UPP´S COMPLEXO DO ALEMÃO (RJ).


"Pra mim não existem fronteiras. Vou, principalmente, onde mais precisam da nossa Gentileza."

Sr. Gentileza (após mais um encontro com Policiais Militares de UPP´S no Complexo do Alemão, quando foram capacitados na arte da Gentileza com a comunidade - Março de 2014).

www.srgentileza.com.br | A única especializada em Gentileza Corporativa do Brasil.
Uma empresa Gentil está sempre aberta para ouvir ou ler as sugestões e críticas dos seus colaboradores.

Quais canais a sua utiliza para isso?
 
 

sexta-feira, 4 de abril de 2014

Cora Coralina - uma das minhas paixões!


Pseudônimo de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, (Cidade de Goiás, 20 de agosto de 1889 — Goiânia, 10 de abril de 1985) foi uma poetisa e contista brasileira. Considerada uma das principais escritoras brasileiras, ela teve seu primeiro livro publicado em junho de 1965 (Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais) quando já tinha quase 76 anos de idade.

Mulher simples, doceira de profissão, tendo vivido longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra poética rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cora_Coralina
Ver mais
 
ESPERO QUE TENHAM GOSTADO DA LEMBRANÇA!
 
Beijos do Sr. Gentileza!

GENTILEZA X TURNOVER - COMO RESOLVER?


A ferramenta "Gentileza no Trabalho" é especial por isso: quando aplicada corretamente, transforma as relações humanas favorecendo o clima organizacional e diminuindo o 'turnover' das empresas.

Muitas, inclusive, lutam contra a alta rotatividade e tentam de tudo para reter pessoas em seu quadro de colaboradores. Infelizmente não têm sucesso e se sentem frustradas por isso.

Promover a Gentileza em sua cultura é um dos melhores caminhos para a satisfação e, de quebra, ainda reduzir custos com rescisões e novas contratações.

Pense bem. Pense Gentileza!


Abraço forte,

Sr. Gentileza
www.fb.com/sr.gentileza
 
PROSPERIDADE NÃO SIGNIFICA BOLSO CHEIO SOMENTE
 
Ter saúde, amizade, o que comer, onde trabalhar e ser amado(a) - significam PROSPERIDADE também. Quem disse que somente os ricos de dinheiro são prósperos?

Além disso tudo existe a fé. A fé q...ue muitos têm em Deus dá força para continuar.
 
Ser feliz é ser próspero!

O que temos de melhor - dividimos com vocês.

Beijos no coração
 

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Artigo do Sr. Gentileza*: Ambiente de trabalho saudável - responsabilidade de quem?


Tratar as pessoas com respeito dignifica as relações e cria um ambiente de trabalho favorável. Todos preferem trabalhar assim! Além disso, devem seguir algumas dicas que, independente do ramo, contribuirão para o sucesso do empreendimento. Seguem:

- Medição dos custos todos os dias (principalmente no início) pois, dessa forma, não terão surpresas no futuro tendo que cortar gastos inesperados e reduzir o número de funcionários - sobrecarregando aqueles que ficam.

- Capacitação de seus colaboradores para que estejam sempre atualizados sobre as novidades do mercado e se sintam valorizados. Empresa que investe em treinamentos está deixando claro que todos são importantes e merecem esse investimento.

- Proximidade de sua equipe, assim perceberão que todos são iguais e não existe diferença entre “patrão” e empregado. Os líderes ensinam através de exemplos e é muito bom saber que podemos contar com todos.

- Higiene e limpeza do local de trabalho para que as pessoas se sintam confortáveis em desempenhar suas tarefas. A manutenção da limpeza depende de todos, então não meça esforços em deixar claro a importância da organização, armazenamento e conservação dos insumos e descarte do lixo.

- Consciência de que quem avalia o prestador de serviços é o cliente, então é indispensável o contato com ele para que tenhamos noção da qualidade do atendimento e serviço prestados.

- Feedback constante em relação ao cumprimento das tarefas e rendimento dos profissionais – para que eles saibam como estão sendo avaliados e se o seu trabalho é admirado pelos líderes.

Na verdade ninguém motiva ninguém. A motivação nasce dentro de cada um de nós e cabe ao próprio indivíduo deixá-la acontecer. Vários fatores externos contribuem para que estejamos motivados, é claro, principalmente se nossos colaboradores tiverem uma boa autoestima – então é importante que os “patrões” entendam a importância do indivíduo para o sucesso do “todo”.

Equipes desmotivadas acabam minando os resultados e boicotando várias estratégias e ações para aumentar o faturamento. Se não estão envolvidas e convencidas daquilo, porque e por quem brigarão?

Temos obtido sucesso com a implantação do programa “Gentileza no Trabalho” em equipes desmotivadas. A gentileza é uma ferramenta poderosa quando se trata de desmotivação de equipes. Na maioria dos casos, o problema está dentro da própria empresa, principalmente em relação ao péssimo relacionamento interpessoal e gestores mal preparados para suas funções. Não adianta, na verdade, ter um bom conhecimento técnico e não saber tratar as pessoas com respeito e cordialidade. Hoje as pessoas não estão mais dispostas a tolerar desavenças ou ficarem caladas diante de um clima organizacional ruim. Um líder gentil com as pessoas demonstra competência para lidar com situações difíceis e momentos de crise. Em todos os casos está sempre disposto a colaborar e estar ao lado dos seus liderados, deixando claro que – mais uma vez – atos gentis geram atos gentis e muitas outras coisas boas.
 
Luiz Gabriel Tiago
Sr. Gentileza - www.fb.com/sr.gentileza

terça-feira, 18 de março de 2014

Artigo do Sr. Gentileza: Namoro no trabalho é permitido?

Como evitar algo que não é planejado? É muito subjetivo e vago dizer a alguém que não pode se apaixonar por outra pessoa, mesmo que seja no ambiente profissional. Algumas coisas na vida são inevitáveis e essa é uma delas. Caso isso aconteça, deve-se levar em conta a postura e o comportamento a partir daí. Trocar carícias, beijos e gestos íntimos podem comprometer o profissionalismo, em especial se “agredir” outras pessoas ao redor. Usar o bom senso e a coerência são os melhores remédios nessas situações.

As empresas não podem proibir o namoro (Não!!!) entre seus funcionários, mas muitas (informalmente) coíbem, pois consideram o relacionamento íntimo prejudicial ao cumprimento das tarefas e resultados.

De qualquer forma, não podem incluir a proibição nas normas internas de conduta atingindo assim a intimidade do seu colaborador e sua vida pessoal. Inclusive, podem ser processadas por danos morais caso a proibição seja considerada um ato discriminatório ou ferir o direito à intimidade.

No caso de rompimentos, basta saber administrá-los sem envolver diretamente outras pessoas do ambiente profissional. Muitas vezes agimos de forma passional e não racionalizamos. Pensar que o fim de um relacionamento seja o “fim do mundo” é normal, em especial para aqueles que não esperavam passar por isso. De qualquer forma, não é nada saudável criar situações de constrangimento em público ou “DR´s” (discussões de relacionamento) na hora da produção.

 
Caso seja impossível não ter que se relacionar com o/a “ex” durante o expediente, busque motivos profissionais para manter a harmonia e uma convivência pacífica. Agora, se o relacionamento amoroso aconteceu entre um líder e um liderado, este primeiro deve saber separar o joio do trigo e não se autoinduzir a cobrar o que não deveria ou transferir mais responsabilidades por questões pessoais.
 
 
Luiz Gabriel Tiago (Sr. Gentileza)
Autor de vários livros, incluindo o Best Seller "Gentileza no Trabalho"

sábado, 15 de março de 2014

sexta-feira, 14 de março de 2014

Mensagem do Dia 14 de Março de 2014 - Sr. Gentileza.

Todos os dias devemos agradecer a Deus pelas coisas simples. Devemos ser gratos ao universo, à família, ao trabalho e aos amigos. Isso é Gentileza. Isso é de graça!

Profeta Gentileza - o primeiro brasileiro a não ter vergonha de falar de Gentileza.

José Datrino (1917-1996) foi o primeiro brasileiro a falar de Gentileza e de uma forma bastante peculiar. Paulista de Cafelândia, Datrino viveu POR mais de 40 anos pe...las ruas do Rio de Janeiro pintando poemas de Gentileza e pregando a moral e o bem para pedestres e motoristas nos arredores da Rodoviária Novo Rio. Faleceu no dia 29 de maio de 96 em Mirandópolis (SP), próximo a sua cidade natal onde está enterrado.

Faltou Gentileza? Escreva pra gente sobre a sua insatisfação. Leitor reclama do atendimento e do valor abusivo do estacionamento da Rodoviária de Niterói que é administrada pela empresa SOCICAM.

Prezados leitores do Blog do Sr. Gentileza, nossa intenção não é agredir ou ser hostil com ninguém. Na verdade, somos um canal de reclamação de forma que as mesmas sejam para melhorar o que está ruim ou para chamar a nossa atenção sobre a realidade e de que forma podemos muda-la.
 
A reclamação dessa vez foi enviada por William Borges, da cidade de Niterói, a respeito do péssimo atendimento da SOCICAM na rodoviária de Niterói. O fato aconteceu no dia 08 de março de 2014.
 
Esse espaço está à disposição da SOCICAM caso queira justificar essa reclamação enviada por nosso leitor. Também nos colocamos à disposição para fazer uma visita e elaborar um plano de ação para que o atendimento seja ajustado com gentileza, claro.


"Prezado Sr. Gentileza,
 
Venho recorrer ao seu blog para ver se alguma coisa acontece na rodoviária de Niterói. Ontem (08/03) estive logo cedinho lá na rodoviária para levar minha sobrinha de 16 anos que embarcaria para Barra Mansa pela Viação Cidade do Aço.
Fomos de carro, claro, pois moro no Rio do Ouro e ela estava com algumas malas pesadas. Chegamos por volta das 06h da manhã e logo tentei entrar no estacionamento da rodoviária. Vejam que escrevi "logo tentei". Isso porque a bagunça que os taxistas fazem na frente da rodoviária é imensa. E eles não respeitam os motoristas que querem entrar no estacionamento. Bom, mas esse não é o foco do meu email.
Quando consegui chegar à cabine do estacionamento que é administrado pela empresa SOCICAM, disse "bom dia" à uma moça que estava lá dentro. E o que recebi em troca? Uma cara feia como se estivesse de mal humor por ter que trabalhar as 06h da manhã.
Após 33 minutos e depois de ter embarcado minha sobrinha, saí. Tirei meu carro da vaga e fui até à cancela para fazer o pagamento. Quase caí para trás quando a mesma moça "bem humorada" me disse: "Seis reais". Sim, seis reais por 33 minutos e - além disso - ditos de uma forma extremamente grosseira.
Eu, ainda estupefato, perguntei a essa moça qual era o tempo de tolerância do estacionamento. Sr. Gentileza, para minha total surpresa, ela murmurou: "quatro minutos". O que? Como assim? Tolerância de 04 minutos somente??? Nem os grandes shopping centers dão essa tolerância que geralmente é de 10 minutos.
Ok. O fato é: preço abusivo e atendimento horroroso. É assim que nós usuários merecemos ser tratados? É esse o preço que pagamos por escolher estacionar nossos carros dentro do estacionamento da SOCICAM? Não acho justo. Por isso resolvi escrevê-lo esse email. Conheço seu trabalho Sr. Gentileza e sei que somente o sr. seria capaz de dar um jeito nisso.
Encaminho as fotos que tirei do ticket e da placa de preços na cancela que, inclusive, não diz o tempo de tolerância de 04 minutos.
Obrigado por ler meu desabafo e me desculpa pelo texto gigante.
 
Abraços,
 
William Borges"