terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Agenda de Cursos de Gentileza no Vale do Aço/MG (Abril).

IPATINGA/MG

13 de Abril (INSCRIÇÕES ABERTAS)
O PODER DA ORATÓRIA GENTIL 
Horário: das 09h às 17h 
Inscrições e informações: assessoria.mg@srgentileza.com.br 

20 de Abril (INSCRIÇÕES ABERTAS) 
SUCESSO PESSOAL + JOGO DA GENTILEZA 
Horário: das 09h às 17h 
Inscrições e informações: assessoria.mg@srgentileza.com.br

Agenda de Cursos de Gentileza no Rio de Janeiro/RJ (Abril).


RIO DE JANEIRO/RJ

06 de Abril (ESGOTADO)!
JOGO DA GENTILEZA CORPORATIVA
Local: Auditório do Espaço Empresarial CAERJ
Rua da Assembléia, 77 – 3o. Andar – Centro
Rio de Janeiro/RJ
Horário: das 09h às 17h
 
13 de Abril (INSCRIÇÕES ABERTAS)
JOGO DA GENTILEZA CORPORATIVA
Local: Auditório do Espaço Empresarial CAERJ
Rua da Assembléia, 77 – 3o. Andar – Centro
Rio de Janeiro/RJ
Horário: das 09h às 17h
Inscrições e Informações: assessoria@srgentileza.com.br
 
20 de Abril (INSCRIÇÕES ABERTAS)
O PODER DA ORATÓRIA GENTIL
Horário: das 09h às 17h
Inscrições e informações: assessoria@srgentileza.com.br

Agenda de Cursos de Gentileza em São Paulo/SP (Março e Abril).


SÃO PAULO/SP

23 de Março (ESGOTADO)!
TREINAMENTO: GENTILEZA CORPORATIVA PARA LÍDERES DE ALTA PERFORMANCE
Local: Hotel Feller Av. Paulista
Rua São Carlos do Pinhal, 200 – Bela Vista
São Paulo/SP
Horário: das 09h às 18h
 
06 de Abril (INSCRIÇÕES ABERTAS)
SUCESSO PESSOAL + JOGO DA GENTILEZA
Horário: das 09h às 17h
Inscrições e informações: assessoria@srgentileza.com.br
 
27 de Abril (INSCRIÇÕES ABERTAS)
O PODER DA ORATÓRIA GENTIL
Horário: das 09h às 17h
Inscrições e informações: assessoria@srgentileza.com.br

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Artigo: A verdade e a confiança como valores competitivos * Por Sr. Gentileza.


Falar de confiança é difícil quando as pessoas têm opiniões divergentes sobre ela. Cada um confia de alguma forma em alguém ou em algo. A confiança pode ser construída ou conquistada com o tempo, pode ser adquirida de acordo com atitudes e ações que dão credibilidade e estruturam uma relação, seja ela pessoal, profissional, emocional ou espiritual. 
Assim sendo, qual será o nível de confiança que as pessoas ou a empresa em que trabalha têm em você? Já parou para se questionar? Deve ser algo sublime, leve e que norteia o contato direto com o outro. Esse outro sujeito, por sua vez, tem que corresponder e manter esse predicado de forma que não se quebre com o tempo. Tal como uma pedra preciosa, se rompida ou quebrada, inquestionavelmente não recuperará sua forma original. 
Por mais que algo se esforce para recompô-la, dificilmente o conseguirá. Nem todo o esforço do mundo será capaz de reconstituir – reconstruir a confiança, pois esperamos sempre que as pessoas ajam conforme nossas próprias atitudes. Refletir nos outros nossos hábitos e costumes, personalidade, caráter é uma tarefa que nos leva a refletir sobre o que somos, queremos ou desejamos. 
Como ninguém é igual a ninguém – impossível a perfeição na semelhança – entramos em conflito com uma reação negativa. A confiança, assim, é questionada e duvidamos da idoneidade do “alguém”, de algo que até então conhecíamos e tínhamos a certeza de que sabíamos a sua essência. Definitivamente não conhecemos ninguém, talvez não saibamos administrar nossas próprias fraquezas, não possuímos habilidade para gerir os pensamentos e sentimentos – sofremos; sofremos por querer algo parecido com a gente, alguém que aja com semelhança, algo que reflita nossa própria vida. 
Mas, no mundo corporativo não é assim que a coisa funciona, pelo contrário, a competição interna e a rivalidade nos direcionam para uma realidade que nos faz desconfiar de tudo e todos. Quem sabe isso seja falta de opinião própria, ausência de amor próprio, falta de confiança, nenhuma auto-estima? Estão vendo? O conceito de confiança é muito relativo, sublime, oposto de tantas teorias, incapaz de ser decifrado. Confiança, prima distante da omissão, madrasta da mentira – relações ambíguas que não se unem, como o óleo misturado na água; parece que estão unidos, mas em frações se separam. As pessoas se separam também por conta desse antagonismo e associam a omissão à mentira. 
Dizem que não existem nem meia mentira, muito menos meia verdade. Tudo leva à quebra-de-confiança. Dessa forma eu concordo com isso: se perder a confiança, tudo se esgota: qualquer relacionamento se torna duvidoso, qualquer amizade questionável e nenhuma explicação ou justificativa vai convencer do contrário. Inclusive a confiança que era depositada em algum líder, gestor ou colega de equipe.
Quando não acreditamos em alguém ou em algo, fica muito difícil seguirmos nosso caminho com resignação e alienação aos fatos. Queremos, o tempo todo, monitorar e entender o porquê de muitas coisas. Numa época em que tanto se fala de assédio moral e “bullying”, esses profissionais (que não expiram confiança) já deveriam ter se conscientizado sobre a importância de ser verdadeiro com o seu companheiro de trabalho. 
O que será mais importante: a competência ou a personalidade? Quais são os requisitos necessários para considerar alguém como “talentoso”? Ter comprometimento, ser eficaz nas tarefas, cumprir o manual de normas e condutas da empresa e dominar a rotina técnico-operacional da função? E os requisitos para ser uma pessoa de “personalidade-forte”? Ah, esse predicado sim merece relevância. Essa pessoa é aquela que diz sempre tudo na hora que bem entende, não “guarda do almoço pra janta”, não se sensibiliza com os outros, é diretivo-reativo e, principalmente, consegue separar bem a vida pessoal da profissional. Essa é a mentira que convivemos todos os dias. Além de ser totalmente admissível (ainda) é de uma profunda hipocrisia considerar como importante e mais valioso pessoas que se dizem com uma personalidade forte. 
No meu tempo personalidade forte significava – não se abater diante dos problemas, ser franco, saber respeitar o próximo, ser flexível, perfeccionista e admitir que pode estar errado em alguma coisa; palavrões e ataques de fúria (coitadinho) não são predicados qualificáveis para se atribuir à uma personalidade. Esses últimos são defeitos e fraquezas de pessoas que, por herança ou nascença, são mal educadas. 
Essa verdade hipócrita – ou mentira verdadeira – é a máscara utilizada por profissionais e gestores que insistem em coibir e coagir a ação de “colaboradores-parceiros-de-trabalho” na tomada de decisões e formas de expressar o que sentem. Nem percebem que podem colaborar para o bem estar de alguém ou deveriam ser o modelo de liderança. Quantos de nós já nos reportamos a algum líder pra pedir ajuda em alguma situação problemática e fomos recebidos com agressões verbais e humilhantes? Não pensem que essa cena não existe mais, pois ela ainda continua assombrando muita gente por aí. Esses profissionais “competentes e de personalidade forte” só existem porque ainda nos submetemos a eles. O medo de ousar e buscar uma nova posição no mercado permeia nossas vidas e impede com que façamos uma revolução em prol de condições melhores de trabalho.
Estamos contando mais uma mentira quando permitimos que esse tipo de coisa aconteça. Mentimos porque acabamos subtraindo novas possibilidades de transformação pessoal e profissional ou porque anulamos nossa auto-estima – nos sentimos incapazes de recomeçar e tomar as rédeas da própria vida. Não existe receita ou método para acabar com a mentira no trabalho. O que existe é deixar transparecer a necessidade de uma mudança, mesmo que seja necessário um empenho maior nessa busca por uma chance de realização. A disciplina, dedicação, empatia e amor próprio são itens inerentes de uma personalidade educada, pois nem sempre fortaleza é sinônimo de competência. 

LUIZ GABRIEL TIAGO – SR. GENTILEZA
assessoria@srgentileza.com.br

Mensagem do Dia 25 de Fevereiro de 2013 (Boa semana direto do Amazonas).

"A gentileza tem um pouco de renúncia e muito a ver com a generosidade, e esta é irmã da caridade, por isso que quanto mais elevada a pessoa, mais gentil ela é."

Andrea Schott

Cachoeira da Pedra Furada - Presidente Figueiredo / AM
Fonte: facebook.com/AmazonasComGentileza

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Assunto da semana: Yoani Sánchez - A polêmica blogueira cubana. Você conhece sua história? Leia e tire suas próprias conclusões. * Por Marina Morena Tiago.

Yoani Sánchez Cordero Maria nasceu no município de Centro Habana, na cidade de Havana, uma das duas filhas de William e Mary Eumelia Sánchez Cordero. Seu pai trabalhava na rede ferrroviária do Estado, como o avô tinha feito antes, primeiro como operário e depois como um engenheiro. Quando o sistema de transporte ferroviário de Cuba entrou em colapso após o fim do comunismo na Europa, William Sanchez ficou sem trabalho, assim como muitos de seus colegas e, com isto, mudou para o ramo da reparação de bicicletas. 
Frequentou a escola e fez seus estudos secundários em Centro Habana, incluindo a assistência às escolas de campo onde, como mencionado em seu artigo "O Hobbit Hole", a falta de individualidade e privacidade se tornou insuportável. Foram anos difíceis para a economia cubana, coincidindo com o colapso da União Soviética e da perda dos subsídios a Cuba, que tinha assumido cerca de oitenta por cento do comércio internacional em Cuba, durante quase três décadas. 

Yoani conheceu o marido, o jornalista Reinaldo Escobar, em 1993 e em 1995 tiveram um filho chamado Matt. Desde então eles vivem juntos em um apartamento em Havana. 

Em 1995 iniciou o curso de Filologia Hispânica, na Faculdade de Letras e Artes, da Universidade de Havana. Durante a passagem pela universidade ela percebeu duas coisas: "que detestava o mundo da intelectualidade e da alta cultura, não queria mais ser filóloga." Em 2000 ela se formou na Universidade de Havana, com o título de Filologia, e uma tese controversa: Um estudo da literatura da ditadura na América Latina. Em setembro de 2000 ela conseguiu um emprego na Editora Gente Nueva, dedicada à literatura infantil. Depois de um curto período de tempo na editora, pediu demissão e passou a ensinar espanhol a turistas alemães, com um rendimento superior ao anterior. Muitos profissionais graduados cubanos, por causa da crise e falta de oportunidades, adotaram caminhos semelhantes. Em 2002, Yoani decidiu deixar Cuba por razões econômicas e emigrou para a Suíça, onde descobriu o computador como uma profissão e meio de subsistência. 

Entretanto, em 2004 Yoani retornou a Cuba. Na entrada do blog "Eu vim e fiquei", ela relatou que voltou para a ilha por razões familiares, mas havia perdido o seu direito de regressar a Cuba por ter ficado fora por mais de onze meses sem uma licença especial. Para evitar a expulsão de seu próprio país ela destruiu seu passaporte, que lhe permitiu voltar a estabelecer-se em Havana. 

Em 2009 a Editora Contexto publicou uma coletânea de seus textos, chamada De Cuba com carinho. 

O blog – Geração Y :

Em 2007, trabalhando como webmaster, escritora e editora do portal Desde Cuba e com a ajuda de colaboradores da revista cubana Consenso, Yoani iniciou um blog intitulado Geração Y, que rapidamente ganhou a atenção de milhares de pessoas ao redor do mundo. Yoani afirma que "desde março 2008, o governo cubano implementou um sistema de filtragem de acesso que impossibilita que o blog seja acessado em Cuba.Desde então ela conta com uma rede de colaboradores que atualizam o blog. O blog é traduzido em quinze línguas. 

Fidel Castro supostamente critica Yoani :

Fidel Castro, assinou em junho 4, 2008, um prólogo para o livro Fidel, Bolívia e Algo Mais, que recebeu como presentes de Evo Morales, presidente da Bolívia. No prólogo, Fidel cita várias frases do blog Yoani, que ele refere como "uma mulher jovem cubana" sem usar o seu nome, criticando a forma de pensar de jovens como ela e "imprensa neocolonialista da antiga metrópole espanhola que os premia"",supostamente referindo-se prêmio Ortega y Gasset que Yoani obteve. 

Yoani respondeu com um post ilustrado com uma foto de uma velha TV no qual se pode ler "Alguns instrumentos antigos da era soviética não morrem”. Yoani diz que é atacada por "alguém com um poder infinitamente superior ao meu, com mais do dobro da minha idade", e redireciona a resposta ao blog de seu marido Reinaldo Escobar, que critica Fidel por condecorar com a Ordem José de Martí a “ corruptos, ditadores e assassinos como Nicolae Ceausescu, Husak Gustav, Mengistu Haile Mariam, Robert Mugabe ,Erich Honecker, dentre outros.” 
Proibição de acesso à Internet 

Em Maio de 2009, os blogueiros independentes de Cuba, informaram que não estava sendo permitida o acesso dos cubanos a internet a partir dos cafés localizados nos hotéis. Em resposta, Yoani envolveu um vídeo que mostra ela e seu marido,vídeo que pode ser visto no dia 9 de Maio de 2009, negando-lhes acesso à internet no Hotel Melia Cohiba, indicando que havia uma resolução que só permitiu o acesso a estrangeiros. Poucos dias depois, voltou a ser possível o acesso a internet de todos os cubanos, enquanto todos os hotéis pesquisados afirmaram ignorar a existência de qualquer regulamento que proibisse cubanos de acessar a Internet. Yoani expressou sua suspeita de que as autoridades recuaram da decisão devido a reclamações da população. 

Controvérsias: 

Muitas pessoas vêem Yoani como uma defensora da liberdade de expressão em um suposto governo "ditatorial, autoritário e fortemente represivo." Simpatizantes da revolução, blogueiros cubanos aliados ao governo cubano alegam e fomentam a criação de inúmeras suspeitas de ligações de Yoani com supostos agentes estrangeiros infiltrados em Cuba e com a CIA que o seu blog tem servido apenas para ataques contra o regime cubano . 
Em toda a mídia oficial cubana existem inúmeras acusações contra Yoani. As principais acusações contra ela são de que ela seria uma mercenária paga pelo governo dos Estados Unidos e que seus artigos supostamente denigririam a revolução cubana e que ela estaria fomentando uma subversão interna. Seus críticos a acusam de estar associada a grupos de extrema-direita e que ela não estaria reconhecendo os avanços e as inúmeras conquistas da revolução. 
De acordo com os documentos revelados pelo Wikileaks, não foi Obama que respondeu o questionário enviado pela blogueira em 2009, mas sim o Escritório de Interesses dos Estados Unidos em Cuba. 
Segundo notícia do Jornal do Brasil, Yoani Sanchéz supostamente usaria sites de troca de seguidores para aumentar seu número de seguidores no Twitter e parecer mais popular na internet. Em troca de receber novos usuários, ela precisaria segui-los. O jornal, na mesma notícia, ainda acrescenta que depois do incidente da suposta agressão Yoani convocou uma coletiva de imprensa, na qual supostamente não conseguiu demonstrar traços de agressão e testemunhas do fato relatado. 

Entretanto, a Revista Veja, em sua edição de 16 de fevereiro de 2013, em matéria sobre a visita que Yoani fará ao Brasil, revela haver um forte esquema de agentes do governo cubano e simpatizantes do regime Castrista na produção de dossiês contra a blogueira, com uso de informações falsas e fotomontagens de gosto duvidosas. Informa ainda que há condescendência do governo brasileiro, e até participação no esquema de pessoal do Gabinete da Casa Civil da Presidência, chefiado por Gilberto Carvalho. 
Visita ao Brasil 
Após quase 5 anos sem poder sair de Cuba, Yoani Sanchéz conseguiu uma autorização para visitar países onde recebeu prêmios ou tem interesses pessoais, caso do Brasil, onde é personagem entrevistada no documentário "Conexão Cuba-Honduras" do cineasta brasileiro Dado Galvão. Isso só foi possível porque o governo cubano emitiu recentemente novos procedimentos onde há certo afrouxamento na liberação de viagens internacionais aos seus cidadãos, mas ainda com algumas restrições. Na sua passagem pelo Brasil, Yoani também participará de sessões de autógrafos de seu livro "De Cuba - com carinho", além de debates e seminários onde abordará o tema Liberdade de Expressão. 

Sua chegada ao país, porém, enfrentou alguns contratempos. Logo ao sair do saguão de desembarque do Aeroporto Internacional do Recife (PE), na madrugada de 18 de fevereiro de 2013, a blogueira cubana enfrentou manifestações ruidosas de uma dezena de simpatizantes do regime castrista. Jovens ligados à partidos de esquerda, como o PCdoB, PCR e PT levaram cartazes onde acusam Yoani de ser agente da CIA e traidora do regime cubano. Já em Feira de Santana, na Bahia, no dia seguinte, onde haveria a exibição do documentário pela primeira vez com a participação de Yoani, outro pequeno grupo de ativistas pró-Cuba - esses mais violentos - conseguiram cancelar o evento. Notas falsas de dólar foram agitadas e Yoani teve inclusive seu cabelo puxado. Um dos manifestantes esfregou uma nota em seu rosto. Depois da intervenção dos organizadores do evento, foi aberto um debate público com a presença dos manifestantes. Esses porém, apenas vaiavam ou gritavam palavras de ordem, enquanto uma Yoani sorridente e tranquila discursava contra o embargo dos EUA à Cuba e dizia estar ali exatamente para defender a liberdade que os próprios manifestantes tinham em um país democrático, diferente do que ocorreria em Cuba caso a ordem fosse invertida. A noite, em seu blog, Yoani escreveu sobre os acontecimentos em Feira de Santana: "O piquete de extremistas que impediu a projeção do filme de Dado Galvão em Feira de Santana era algo mais do que uma soma de adeptos incondicionais do governo cubano...Repetiam um roteiro idêntico e guiado, sem ter a menor intenção de escutar a réplica que eu poderia lhes dar. Gritavam, interrompiam, num momento tornaram-se violentos e de vez em quando exibiam um coro de palavras de ordem dessas que já não são ditas nem em Cuba".






* Marina Morena Tiago, é estudante e colunista do Blog do Sr. Gentileza, diretamente de São Gonçalo/RJ.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Você sabe o que é ALIENAÇÃO PARENTAL?


ALIENAÇÃO PARENTAL É CRIME! 

Pai, mãe, avô, avó... Todos têm o direito legal de conviver som seu filho, filha, neto ou neta. Isso é lei!

Nós apoiamos a conscientização e defendemos os direitos do convívio familiar.

 Cuidado, você pode se enquadrar e ser processado!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Comunicado aos Clientes e Parceiros do Sr. Gentileza:



Prezados Clientes e Parceiros,

Estamos cada vez mais comprometidos com o bem estar da sua empresa e de seus profissionais. Acreditamos que um bom clima organizacional seja responsável por humanizar seus processos, melhorar os relacionamentos e alavancar os resultados.

Em 2011 lançamos o programa “Gentileza no Trabalho” e todos vocês conheceram através dos nossos treinamentos essa metodologia que, se aplicada com confiança, pode transformar carreiras e metas. Na maioria dos casos, colhemos resultados muito positivos o que nos motivou a continuar. Insistimos nesse trabalho e fomos premiados pela ABRH Nacional (Associação Brasileira de Recursos Humanos) com o Prêmio Ser Humano 2012, qualificando-nos como o melhor programa de gestão de pessoas do ano.

Não paramos por aí. No final do ano passado lançamos o “Jogo da Gentileza Corporativa” – uma forma dinâmica, inovadora e 100% vivencial – de qualificar e capacitar pessoas na temática “Gentileza Corporativa”. Em apenas 3 meses de lançamento, mais de 3.000 participantes em todo o Brasil reconhecem esse evento como “incrível, motivador e envolvente”.

Por todas essas razões e, principalmente, por nos preocupar com nossos clientes, gostaríamos de oferecer nosso novo serviço: Pesquisa de Clima Organizacional – com base “Datriniana”, confiantes de mais uma vez ajudá-los para o sucesso de suas gestões.

Devemos agradecê-los pelo prestígio e respeito por nossos serviços. Grande parte de todas as empresas realizou novas turmas de treinamentos o que “renova” ainda mais o “espírito” da Gentileza no Trabalho.

Estamos à disposição no que for preciso. Ser gentil é cooperar e retribuir com gratidão a todos que passaram em nossas vidas.

Sr. Gentileza
assessoria@srgentileza.com.br

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

"Talento Gentileza" - Edna Santos da Silva Castilho (Garçonete da Confeitaria Colombo / Rio).

Edna Santos da Silva Castilho - Garçonete da Confeitaria Colombo (Rio de Janeiro/RJ).

Nosso primeiro "Talento Gentileza" de 2013 - Edna - é carioca e comemora hoje, 20 de fevereiro, seus 40 anos.

Trabalha há 18 anos na Confeitaria Colombo e disse que: "Era um dos meus sonhos trabalhar aqui!".

Sr. Gentileza e toda sua equipe desejam muitos anos de vida, saúde, paz e muita gentileza! Parabéns Edna!

Edna e Sr. Gentileza

Em sua visita à Cidade Maravilhosa, Luiz Gabriel Tiago (Sr. Gentileza) fez questão de conhecer pessoalmente o primeiro "Talento Gentileza" de 2013. Esteve na famosa e requintada Confeitaria Colombo, no Centro da cidade, para parabenizar a Garçonete que faz a diferença no atendimento ao cliente.
Edna foi descoberta por Andriélio Araújo, Executivo de Contas da SGEC no Rio Grande do Norte, em dezembro de 2012. Percebeu seu talento nato para a Gentileza e fez sua indicação para nosso "hall" de Gentilezas.

Edna em seu ambiente de trabalho.

Atender com Gentileza é uma arte cada vez mais escassa. Porém, Edna domina com maestria a excelência no atendimento ao cliente da Confeitaria. Ela está sempre assim: sorrindo e disposta a receber com suavidade.

Orgulho de vestir o clássico uniforme da Confeitaria Colombo.

Vista ampliada do Salão principal da Confeitaria Colombo. Seu "Café" à tarde é tradicional e disputado por visitantes brasileiros e estrangeiros.

Betina Bandeira (Gerente Comercial da SGEC Rio), Marcelo Eufrasio (Maitre) e Edna (Garçonete) - ambos da Confeitaria Colombo.

Marcelo Eufrasio e Edna.

Acreditamos que um excelente atendimento seja reflexo de uma liderança gentil. Parabéns a todos os líderes da Confeitaria Colombo que se empenham em receber com qualidade!

Somos a única Consultoria em Treinamentos do Brasil especializada em Gentileza Corporativa. Atuamos no Rio de Janeiro e em todo o Brasil. Visite nosso site: www.srgentileza.com.br
Nossos treinamentos são reconhecidos e premiados. Em 2012 recebemos da ABRH Nacional o Prêmio Ser Humano - com o melhor programa de gestão de pessoas do país. Contrate para sua empresa e transforme suas equipes! No Rio: assessoria.rj2@srgentileza.com.br

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: facebook.com/rioterradegentileza

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Jogo da Gentileza Corporativa - Rio de Janeiro/RJ - 13 de Abril (Pré reservas abertas)!

 
Acesse nosso site Sr. Gentileza Educação Corporativa - www.srgentileza.com.br

Treinamento: Gentileza Corporativa Para Líderes de Alta Performance (São Paulo/SP - 23 de Março). Inscrições Abertas.

 
 
 

CONVITE: Jantar com Sr. Gentileza para MULHERES (Gratuito).

Você sabe o que é Alienação Parental?


ALIENAÇÃO PARENTAL É CRIME! 

Pai, mãe, avô, avó... Todos têm o direito legal de conviver som seu filho, filha, neto ou neta. Isso é lei!

Nós apoiamos a conscientização e defendemos os direitos do convívio familiar. Cuidado, você pode se enquadrar e ser processado.

SGEC realiza a edição carioca do "Café com Gentileza" em fevereiro/2013.

Muito trabalho no Rio de Janeiro. Confesso que valeu muito à pena! Vejam onde aconteceu nosso "Café com Gentileza". 


O local é realmente deslumbrante - Confeitaria Colombo. 

Fiquem atentos ao nosso calendário!!!

Lei da Gratidão. Você conhece?


Infelizmente muitas pessoas não conhecem o significado dessa palavra. 

Quem nunca recebeu a ingratidão como "troco" de um ato de solidariedade, ajuda ou caridade? 

Para essas pessoas - que consideram a Gratidão desnecessária - só posso dizer: tudo o que vai, também volta.


sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

"Lá vem a Viradouro aí....meu amor..." Boa Sorte Niterói - na Sapucaí! Em 2014 estaremos novamente no Grupo Especial do Rio. Uhuuuuuu!!!!


"Lá vem a Viradouro aí... meu amor..."

Desejamos BOA SORTE à Unidos do Viradouro - Escola de Samba de Niterói que é uma das paixões do Sr. Gentileza. Esse ano estaremos unidos para que a Agremiação de Nikiti volte ao Grupo Especial. Dessa vez vai!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Sr. Gentileza ministra o treinamento: Gentileza no Relacionamento Interpessoal - na Cidade Maravilhosa - hoje!


Rio de Janeiro / RJ

Hoje, 07 de Fevereiro de 2013, estamos realizando na Cidade Maravilhosa o treinamento - Gentileza no Relacionamento Interpessoal - na Casa Lar de Frei Luiz.

Nossa Equipe Carioca está feliz e orgulhosa de mais um encontro In Company com o Sr. Gentileza na capital fluminense.

Isso é a Gentileza Corporativa se espalhando, pois somos os ÚNICOS no Brasil especializados nisso. Aproveite para visitar nosso site e conhecer todos os nossos cursos, palestras, jogos e nossa agenda em todo o país.


Nosso email de contato: assessoria@srgentileza.com.br

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Acredite na força da Gentileza!


Se você é como nós, acredita na força da Gentileza.

Continue nos acompanhando e transforme sua vida!

Gentileza Corporativa - Essa é a nossa especialidade!

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

SGEC - A única especializada em Gentileza Corporativa - no Brasil.


Solicite uma Proposta: assessoria@srgentileza.com.br

Visite nosso site: www.srgentileza.com.br

COMUNICADO AOS CLIENTES E PARCEIROS DA SGEC:


COMUNICADO AOS CLIENTES E PARCEIROS DA SGEC:

Prezados,

Nosso provedor de emails está passando por mudanças e, desde a última 6a. feira (01/02) às 17h, não conseguimos enviar ou receber emails.

Pedimos desculpas a todos que fizeram contato conosco em todo o Brasil e não obtiveram alguma resposta. Esperamos que tudo esteja solucionado até o final dessa tarde (de hoje - 04/02).

Estamos à disposição através do telefone: (11) 98235-9728.

Sentimos muito pelo transtorno.

Atenciosamente,

Equipe Sr. Gentileza Educação Corporativa

Dica do Dia 04 de Fevereiro de 2013: Sempre sorrir!

SGEC Brasil em Minas Gerais. As empresas mineiras merecem nossos treinamentos premiados. Faça uma consulta: assessoria.mg@srgentileza.com.br (Alceu Júnior).

www.srgentileza.com.br

sábado, 2 de fevereiro de 2013

O Respeito e a Confiança são valores fundamentais para um "Homem Gentil". Leia a mensagem sobre o Compromisso.

Artigo: Gentileza com as Diferenças * Por Sr. Gentileza.


Existem mentiras que ouvimos desde criança e crescemos convivendo com elas. Nossos pais nos ensinam que devemos respeitar o próximo porque isso é o correto, que não devemos julgar ninguém, que precisamos ser tolerantes, etc. Até que alguma coisa aconteça e nos faça criticar, julgar e tomar atitudes contraditórias.
Por exemplo, dizer que não somos preconceituosos ou intolerantes com muitas coisas deveria ser politicamente correto ou lei já que somos “educados” para isso.
Mas o cenário muda quando nos vemos numa discussão com uma pessoa de cor negra, quando um homossexual aparece na mídia ou quando algo acontece com alguém de outra religião.
Pense bem: quantas vezes agredimos os outros por esses motivos ou nos vemos pensando dessa forma, sem escrúpulos e com pré-conceitos adquiridos ou herdados?
Considere também a influência que recebemos de pessoas ao nosso redor, como amigos, parentes e colegas de trabalho – certas pessoas são facilmente contaminadas pelo mal e se deixam persuadir sem perceber, quando veem, já estão fazendo parte desses grupinhos que adoram criticar ou ofender as minorias. Se ainda fizessem abertamente, saberíamos quem são e poderíamos tentar um esclarecimento. O pior é que se camuflam por trás de uma roupagem de “bom moço” e não conseguimos identificá-los.
São conceitos importantes que aprendemos durante a infância e que fica muito difícil nos livrarmos deles.
Nessa geração atual a forma de encarar o mundo é um pouco diferente, mais amena, suave, mas mesmo assim ainda vemos cenas de intolerância religiosa, sexual ou étnica.
O que será que ensinaremos aos nossos filhos e netos? Agredir livremente qualquer pessoa, espancar homossexuais, apedrejar templos de outras religiões? Ou será que multiplicaremos a paz e respeito ao próximo?
Mas aquela opinião ainda existe: “Respeito os gays, mas não aceitaria se um filho meu fosse também”. Como se a sexualidade fosse um produto a ser comprado no mercado. “- Se não quiser mais, devolvo ou jogo fora.”
A realidade já mudou tanto, o mundo evoluiu, as gerações mudaram – dos “Babyboomers” à Geração Y, de Woodstock à Rock in Rio, que impressiona algumas atrocidades que somos obrigados a conviver todos os dias.
Meus senhores, ser preconceituoso é mentir para si mesmo e fazer de conta que ainda vivemos no século 20! A verdade liberta dessas amarras antiquadas e que só mostram como suas cabecinhas são medíocres. Até quando vão persistir nisso? Será se não enxergam a necessidade de uma reforma íntima e criação de valores?
Uma das frases do Profeta Gentileza (José Datrino) que mais me comovem é a seguinte: “- O homem do futuro é o homem gentil”. Só que o homem do futuro que ele se referia há mais de 40 anos atrás já somos nós, aqui e agora, - e não podemos mais adiar a mudança de conduta que já deveria ter sido feita. Respeitar o próximo e suas diferenças é sim um mandamento inquestionável e indispensável para a nossa geração e as próximas!
Para ser considerada uma pessoa gentil, o homem deve possuir predicados indispensáveis para o bem comum como a solidariedade, tolerância, amor e respeito ao próximo, - sem falar na naturalidade e espontaneidade das atitudes – ambas inerentes e fundamentais para os pilares da gentileza humana.
Aí podemos ver o que acontece nas empresas do século 21: homens assediando mulheres (sim, a maioria dos casos de assédio moral acontece por parte dos homens contra as mulheres), que são obrigadas a se sujeitar as humilhações porque muitas vezes são as “chefas” do lar, falsos líderes que agridem verbalmente suas equipes e colegas de trabalho, ofensas e outras aberrações laborais.
A gente não se dá conta de que muitos profissionais são sufocados por tiranos diariamente e que precisam mentir para si mesmos que são felizes no trabalho.
Opa, como assim mentir que é feliz no trabalho? Por quê? Simplesmente porque muitas pessoas têm medo de trocar o certo pelo duvidoso, não têm coragem de ousar e empreender em busca de uma nova colocação no mercado, porque já trabalham há anos na mesma empresa, ou se acham incapazes de uma nova chance. Também existem aquelas que pessoas que se acomodam e que se acovardaram com o passar dos anos, tendo um grande medo de mudar, renovar ou transformar sua vida.
Resumindo: a auto-estima está em falta no mercado; tem muita gente sendo apedrejada e precisando de um suspiro de alívio. Sequer percebem que existem e podem sobreviver “pós-empresa-atual”, dar uma guinada profissional e se recolocar em outra empresa. Também podem empreender em causa própria criando seu próprio negócio ou trabalhando de forma autônoma
Em conversa com Gerentes de Recursos Humanos, fiz uma pergunta para que todos pudessem me responder se eles contratariam homossexuais, negros ou religiosos para cargos de liderança. Todos me responderam que sim, lógico. Porém, a maioria foi categórica afirmando que não selecionariam transexuais, negros oriundos de comunidades de baixa renda (favelados) ou muito menos pastores ou pais de santo.
A qualificação ou talento não valem nessas circunstâncias. O mais importante é a máscara que os outros usam – a maquiagem de uma empresa moderna, arrojada e completamente hipócrita. Essa é a verdade atual, nua e crua, cheia de preconceito e repressora.
Existem muitos grupos especiais no mundo, além dos homossexuais, negros e religiosos. Posso considerar os portadores de deficiências físicas, prostitutos, adictos e ex-presidiários como parte ainda segregada de nossa sociedade.
Muitas empresas hoje reservam vagas especiais aos deficientes como uma forma de reintegrá-los ao mundo, dando uma nova chance. Não existe tanta limitação assim na vida deles. Muitos fazem coisas que nunca podíamos imaginar: praticam esportes, estudam e formam famílias. Porque não trabalhariam? São capazes de superar obstáculos que a vida impõe de uma forma muito especial, pois enxergam o mundo de outra forma – simplesmente superam.
Uma vez perguntei a um cadeirante qual era a sua deficiência. Ele me disse que era tetraplégico por causa de um acidente de carro anos atrás. Depois dessa resposta, ele me perguntou: “E a sua?” Devolvi a resposta com outra pergunta: “Como assim a minha deficiência?” Foi um questionamento que fui obrigado a fazer e refletir sobre minha vida. Ele quis dizer que todos nós somos fracos em alguma coisa e que padecemos sim com alguma deficiência. Pode ser uma fraqueza emocional, uma incapacidade de superar algum problema ou, simplesmente, falta de habilidade com a vida.
A deficiência desse homem em cadeira de rodas era visível, mas a minha não era (talvez ainda não seja). Nem sempre demonstramos quem realmente somos, pois temos fragilidades interiores e que somente nossa mente conhece.
Ao invés de unirmos as pessoas, promovemos cada vez mais a segregação – separamos ou excluímos aquilo ou aqueles que não são iguais a nós mesmos.
Mentimos aos nossos filhos ou liderados com muita frequência com nosso discurso inflamado de “- Não sou preconceituoso” e somos responsáveis por tanta intolerância descabida e tão visível a olhos nus.
Podemos mudar isso a começar pelos nossos pensamentos e atitudes, percebendo o quanto é melhor viver ou trabalhar numa empresa livre de rótulos, estereótipos ou marginalização.
Um líder de verdade ou humano promove a flexibilidade sócio-cultural, incentiva as boas ações e respeito à comunidade ou aos colegas de trabalho. Também deve estar preparado para lidar com situações adversas onde seja necessário esclarecer mal entendidos e exterminar a intolerância.
Simples atitudes podem exemplificar e ensinar como ser humano no dia-a-dia e evitar as más condutas. Respeitar os mais humildes, cumprimentar com carinho as pessoas, não fazer parte de motins ou grupos de fofocas, ser dócil quando quiser ser ríspido, acalmar os ânimos e dizer o quanto todos são importantes.
Não espere que os outros tomem a decisão ou atitude de esclarecer ou orientar em relação a esse tema. Você pode começar agora, sendo solidário e educando quem precisar.
Dê o primeiro passo na direção certa e veja como vale à pena ser livre desse mal: o preconceito.

Luiz Gabriel Tiago (Sr. Gentileza)
srgentileza@srgentileza.com.br

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Mensagem do Dia 01 de Fevereiro de 2013 (Vinda do Amazonas).

"A GENTILEZA tem um poder muito grande e tem relação direta com a inteligência
bem como denota elevação moral."

Fonte: Página no Facebook - Amazonas com Gentileza (SGEC Brasil).

Clique aqui para CURTIR a página!