quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Vamos transformar nosso ambiente de trabalho?


Bom dia Gentilezas!

Hoje o dia promete ser ótimo, só depende da gente. Vamos lá?

Vamos transformar nossa realidade e fazer tudo diferente.

Beijos no coração de todos vocês. 

Sr. Gentileza.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

28 de Agosto - Dia do Voluntariado.


28 de Agosto - Dia do Voluntariado

Um dia as empresas se conscientizarão sobre a importância desse ato. 

O voluntariado é um dos pilares da Gentileza. Empresa rica é empresa cidadã!

Sr. Gentileza


Treinamento "Atendimento e Fidelização de Hóspedes Através da Gentileza" - Série Gentileza no Trabalho.


Treinamento 
Atendimento e Fidelização de Hóspedes
Através da Gentileza



Série Gentileza no Trabalho ®





Atual Vencedor do Prêmio “Ser Humano Oswaldo Checchia” 2012 Pela ABRH Nacional (Associação Brasileira de Recursos Humanos)
Categoria Gestão de Pessoas




DIFERENCIE seu hotel diante dos concorrentes através de um atendimento Gentil e Próspero, principalmente numa época de alta competição por causa da Copa de 2014 e Olimpíadas de 2016, utilizando a Gentileza como ferramenta estratégica, diferenciada e singular para o bom relacionamento interpessoal, captação/fidelização de clientes e incremento da Diária Média e RevPar.

OBJETIVOS

-Associar a Gentileza ao ambiente de trabalho de forma que os clientes percebam a satisfação profissional daquele que o atende.
- Alavancar a taxa de ocupação, diária média e RevPar através da conscientização de todos os colaboradores envolvidos nas vendas.
- Ser capaz de entender que existem diferenças no mundo e que alguns valores são indispensáveis para um atendimento humanizado e profissional: respeito, solidariedade, cordialidade e Gentileza.
-Aplicar os princípios da Gentileza no atendimento/fidelização de clientes.

Luiz Gabriel Tiago – Sr. Gentileza

Telefone: (11) 98235-9728
Email: srgentileza@attitudeplan.com.br
Blog: www.gentilezanotrabalho.blogspot.com
twitter.com/senhorgentileza
facebook.com/sr.gentileza
Entrevistas e vídeos: www.youtube.com/senhorgentileza

Treinamento "Gentileza Estratégica nas Empresas" - Série Gentileza no Trabalho.


Treinamento
Gentileza Estratégica nas Empresas


Série Gentileza no Trabalho ®



Atual Vencedor do Prêmio “Ser Humano Oswaldo Checchia” 2012 Pela ABRH Nacional (Associação Brasileira de Recursos Humanos)
Categoria Gestão de Pessoas



DIFERENCIE a qualidade dos serviços prestados em sua Empresa diante dos concorrentes através de um relacionamento interno Gentil, Cordial e Profissional, alavancando os resultados numérico$ e dinamizando os processos de trabalho, utilizando a Gentileza como ferramenta estratégica, diferenciada e singular.

PROGRAMA
Workshop com duração de 08 horas

-O Profeta Gentileza
-Quem  sou eu?
-Se o Profeta Gentileza precisasse dos seus serviços hoje, que tipo de atendimento ele receberia?
-Gentileza com as Diferenças para um atendimento/vendas de excelência.
-A gentileza na prática: situações e soluções.
-Gentileza estratégica para alavancar os resultados numérico$.
-Quem é você?
-Seja um talento gentileza.

Luiz Gabriel Tiago – Sr. Gentileza
Telefone: (11) 98235-9728
Email: srgentileza@attitudeplan.com.br
Blog: www.gentilezanotrabalho.blogspot.com
twitter.com/senhorgentileza
facebook.com/sr.gentileza
Entrevistas e vídeos: www.youtube.com/senhorgentileza



segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Artigo: Gentileza em Prosa e Verso na Bossa de Tom Jobim * De Sr. Gentileza.


Sempre me perguntam sobre a felicidade no trabalho. Me questionam se ela existe mesmo ou se é algo inalcançável. A minha resposta é sempre a mesma: sim, ela existe e está ao alcance de todos nós, bem próxima a nossa realidade e a nossa vida.
Ao assistir o filme “A Música de Tom Jobim”, me emocionei e comprovei (mais uma vez) de tudo aquilo que sempre acreditei. É possível ser pleno na empresa, dentro de casa, com os amigos e encontrar a realização profissional.
Esse caminho, que para muitos é tortuoso e sinuoso, Tom Jobim e Vinicius de Moraes faziam em verso e prosa: cantando e dedicando a todos nós suas obras mágicas de amor à música e à vida – sem falar na paixão pelo Rio de Janeiro e suas curvas.
A bossa nova é isso: se apaixonar e viver com um deslumbramento as pequenas coisas constantemente. E o que é ser feliz no trabalho senão ter “tesão” pelo que se faz?
Sua melodia permite que nossos dias sejam perfeitos para refletir sobre a vida; viver é dividir. Acordar cedinho, se empolgar com as atividades, planejar, executar, sorrir, e agradecer a Deus por tudo. Isso é PAIXÃO!
A gente busca a simplicidade nas pequenas coisas e Tom Jobim conhece a essência disso. Sonhar é uma dessas coisas pequenas que acontecem com a gente quase todos os dias e noites.
Devemos sonhar sim, sonhar em poder realizar aquilo que queria de verdade: alcançar a plenitude pessoal, espiritual, material, profissional, estar no convívio com pessoas que nos tragam alegria. Mais ainda: mostrar para todo mundo que somos felizes.
Converse consigo mesmo! Diga que ser gentil é uma das maiores virtudes que um homem pode ter. Ser gentil em casa, com os amigos de trabalho, com pessoas desconhecidas e com o mundo.
A gentileza começa com o próprio "eu" e acaba se espalhando pelo mundo. Todos percebem e retribuem com gratidão.
Isso é um sonho, uma miragem ou uma visão do futuro?
Em “Wave”, Tom Jobim canta: “...vou te contar, meus olhos já não podem ver... coisas que só o coração pode entender...”
Nunca estaremos sozinhos no ambiente profissional. O trabalho é equipe só existe quando for saudável e só será eficaz se todos trabalharem como uma engrenagem que não pode perder uma de suas peças.
A Gentileza pode facilitar esse convívio e está dentro de cada um de nós e, por muito pouco, pode se manifestar a esse mundo. Afinal de contas, ser gentil deveria ser um mandamento, um estilo de vida, um propósito pessoal, um modus operandi.
Planejar o futuro inclui se esforçar para que o presente realmente valha a pena. Do passado, quero a experiência e as lembranças boas.
Em minhas palestras sempre digo algumas palavras que podem tocar lá dentro das pessoas:

“Como ser feliz no trabalho? Amando.
Como ser uma pessoa plena? Trabalhando.
Como alcançar a plenitude? Sendo gentil.
Diante disso, peço, com fé, com amor:
Deus, manda a Gentileza aqui, deixa ela entrar na minha vida e me transformar.”

Assistir esse filme-documentário sobre a música inigualável de Tom Jobim, sinto-me na obrigação de dividir com vocês a importância de algumas coisas para o sucesso da vida profissional:

- Amar o que faz.
- Ter certeza de que está fazendo a coisa certa.
- Ser gentil.
- Respeitar o próximo.
- Saber ouvir.

E, principalmente, se lembrar de que:

 “...Fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinho...”


LUIZ GABRIEL TIAGO – SR. GENTILEZA

27 de Agosto - Dia do Psicólogo.


Parabéns a esse Profissional que está sempre disposto a ajudar as pessoas!

Vocês moram no meu coração!!!

Abraços do Sr. Gentileza

Mensagem do dia 27 de Agosto de 2012 - Cecília Meireles para o trabalho.


O que isso significa pra mim no trabalho?

Nunca feche as portas!

Faça o seu melhor, mesmo que esteja insatisfeito com alguma coisa.

Lembre-se de que quando foi contratado, aceitou todos os termos e condições de trabalho, incluindo carga horária, salário, benefícios e tarefas diárias.

Boa semana a todos vocês!

Sr. Gentileza

terça-feira, 21 de agosto de 2012

O melhor treinamento do Brasil na categoria Gestão de Pessoas.


Programa Gentileza Estratégica nas Empresas - reconhecido com o Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia 2012 - pela ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos).

Contrate: srgentileza@attitudeplan.com.br

Faltou Gentileza? Denuncie aqui! Cachorro passeando pelo açougue com sua dona.

Antes de mais nada, quero deixar bem claro que sou a favor da relação homens x animais, por ser saudável e trazer inúmeros benefícios. Porém, não podemos nos esquecer de que eles - os animais - devem frequentar locais adequados e que não comprometam a higiene humana.

No caso de hoje venho alertar esse estabelecimento para a necessidade de "educar" seus colaboradores e clientes para que não entrem com qualquer tipo de animal onde alimentos são vendidos e estão expostos.

Não basta criticar sem, ao menos, tentar uma mudança. A intenção desse quadro "Faltou Gentileza?" é exatamente alertar e colaborar para que o serviço seja aprimorado e que realmente tenha qualidade. 

Gostaria de fazer algumas sugestões:

1) Instalar uma barra de ferro na entrada (do lado de fora) do açougue para que os animais possam ficar presos em suas correntes. Isso é muito comum em vários estabelecimentos.
2) Fixar cartazes pedindo o bom senso das pessoas para que não entrem com animais no local. Lembrando, é claro, que a higiene é fundamental para a saúde de todos nós!
3) Treinar e capacitar os colaboradores do açougue para que estejam aptos a abordar os clientes e conscientizá-los sobre a importância do respeito ao próximo.
4) Fornecer a "Cartilha de Vigilância Sanitária" a todos os colaboradores. A mesma está disponível para download (gratuito) no site da Anvisa, através do link: http://www.anvisa.gov.br/institucional/snvs/coprh/cartilha.pdf

Essas e outras ações são de fácil execução e de uma simplicidade ímpar!

A gentileza é um predicado a todos nós, portanto, abro o espaço para que a Casa de Carnes Parisiene possa fazer uma declaração, justificativa ou qualquer comentário a respeito dessa postagem.  




Obs: a identidade de todas as pessoas, inclusive da dona do cachorro, foi ocultada através de outra imagem (bonequinho em azul) para que sua privacidade seja respeitada. A intenção dessa postagem não é expor ninguém ao ridículo, pelo contrário, é conscientizar a todos de que a gentileza deve fazer parte de nosso dia a dia.

Estou à disposição para responder a comentários ou oferecer o treinamento à Casa de Carnes Parisiene: Gentileza no Relacionamento Interpessoal.

Contato: srgentileza@attitudeplan.com.br

Pedir desculpas a um colega de trabalho também é sinal de GENTILEZA.

Preciso comentar alguma coisa em relação ao pensamento acima?

Lógico que não, né?

Pedir desculpas é sinal de humildade, resignação e gentileza. Muitas vezes pode salvar uma bela amizade.

Companheirismo no trabalho é indispensável!

Abraços do Sr. Gentileza

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Entrega do Prêmio Ser Humano - Troféu Oswaldo Checchia.

TREINAMENTO CORPORATIVO:

GENTILEZA NO TRABALHO - A FERRAMENTA DO SÉCULO 21

O MELHOR DO BRASIL NA CATEGORIA "GESTÃO DE PESSOAS"











terça-feira, 14 de agosto de 2012

Prêmio Ser Humano 2012 - Troféu Oswaldo Checchia. É NOSSO!!!!!!!


Gentilezas do meu Brasil, É HOJE!!! Ansiosíssimo para a entrega do prêmio!!! 
Muito obrigado a todos que torceram por mim, ficaram felizes comigo e acompanharam minha caminhada até esse reconhecimento!
Espero amanhã ter fôlego para postar as fotos!!!
Um beijo no coração de cada um de vocês!
GENTILEZA GERA GENTILEZA! Nunca se esqueçam disso!!!


Esse Prêmio é de todos vocês que acreditaram no poder de transformação da Gentileza em suas empresas.

Abraços do Sr. Gentileza

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Sr. Gentileza & Consultor de Segurança juntos!


Sr. Gentileza e o Consultor de Segurança juntos para gerar resultados com mais qualidade.

Palestras e Treinamentos In Company em todo o Brasil.

Contatos: (11) 98235 9728 e/ou (51) 9967 3306

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sr. Gentileza entrevista Emir Pinho - Palestrante e Consultor em Segurança.


EMIR PINHO

LOCAL DE NASCIMENTO: Vera Cruz – RS (Uma pequena cidade de colonização alemã distante cerca de 200 km de Porto Alegre)

CIDADE ATUAL: TAM, Gol, Azul, Webjet, rsrsr brincadeira...minha “base” está localizada em Porto Alegre.

PROFISSÃO: Formado em Gestão de Segurança Pública e Privada, Consultor de Segurança Privada e Eletrônica, Formado em Publicidade pela UFRGS, quase formado em Letras pela UFRGS, Vendedor por amor, Palestrante por opção!


Sr. Gentileza:  Quem é Emir Pinho? Como surgiu o profissional dedicado à Segurança?

Emir Pinho: Sou um eterno vendedor! Criador de conceitos de #reinvenção e #inovação. #Consultor e #Gestor de Segurança, #Palestrante Energizado de #Vendas, #Liderança e #Motivação. Falar do Emir é algo que remete para muitos anos atrás. Sou filho de um radialista cassado pela ditadura militar em 1968, e isso fez com que minha infância fosse bastante humilde e cheia de muitas limitações financeiras.
Aos 7 anos tive meus primeiros contatos com a vida profissional...era um autêntico e entusiasmado vendedor de picolés. Isso mesmo, vendia picolés armazenados em duas caixas carregadas de gelo-seco, pelas ruas pobres de Viamão, cidade da região metropolitana de Porto Alegre. O pouco dinheiro literalmente ganho com muita dificuldade, era utilizado para comprar meu material escolar, e com muita economia, eventualmente um tênis Conga, um Bamba ou uma calça e uma camiseta. Literalmente eu suava para gelar meus clientes!
Já naquela época minha característica comercial começou a se destacar e eu descobri que era muito mais rápido, produtivo e rentável vender 3 ou mais picolés nas casas com várias crianças do que soprar a corneta à esmo.
Agindo dessa forma, aumentei meu volume de vendas até chegar o ponto de ter que  recarregar os isopores por 3 vezes no dia, triplicando média de vendas.
Também fui office-boy, e aos 10 anos era feirante e me revelei na arte de negociação e na fidelização de clientes, também fui funcionário público mas me demiti pois preciso ter metas e objetivos e zona de conforto não me atrai! Trabalhei como radialista, gerente de atendimento e telemarketing, fiz a faculdade de comunicação social na UFRGS e atuei como publicitário, mas sempre obtive muito prazer atuando em departamentos comerciais de empresas de todos os portes, onde pude traçar, aprimorar e desenvolver técnicas de vendas e de atendimento, tendo como foco central, a satisfação e a felicidade de compradores e vendedores.
Em meados dos anos 2000 tive minha experiência com o mercado de prestação de serviços de segurança e isso fez com que minha atenção e dedicação se voltasse exclusivamente para o aprimoramento e a qualificação de profissionais do setor.
De lá para cá, estudei muito, dediquei-me com afinco e energia, me tornei Consultor de Segurança e me formei na Faculdade de Gestão de Segurança e já palestrei, treinei e preparei mais de 5 mil profissionais  do setor, inserindo uma nova visão negocial, denominando-a Negócios 720 Graus.

SRG: Toda a sociedade vive em busca de segurança, seja em casa, no trabalho, na rua, enfim... Na sua opinião, em quais ambientes precisamos de mais atenção e cuidado? A segurança é uma questão pessoal ou coletiva?

EP: É necessário que tenhamos alguns entendimentos sobre a segurança e, mais do que isso, sobre os fatores que determinam as necessidades, o consumo e as práticas de convívio no mundo moderno. Desde muito tempo atrás, Maslow criou a Pirâmide das Necessidades Humanas (vide Pirâmide de Maslow) onde expressou os fatores determinantes das necessidades humanas. Em tese as questões que motivam todas pessoas. Nessa pirâmide, a Segurança (do corpo, da saúde, do trabalho, dos bens, da moral, etc.) está no segundo degrau, logo após as necessidades fisiológicas (comer, beber, respirar, fazer sexo, etc.). Bem dessa forma sabemos que TODOS temos necessidade por segurança. Mas o que define e diferencia o “produto” não é apenas a necessidade, mas sim o desejo e a satisfação por esta ou aquela marca de produto ou serviço. Assim, os BENEFÍCIOS são os grandes fatores determinantes para sanarmos as necessidades por segurança e satisfazermos nossos desejos e expectativas.
Hoje a segurança é questão de felicidade, de tranquilidade, de alegria e de realização. As pessoas querem estar felizes em poder comprar um carro novo, lindo reluzente. Mas querem ter a segurança para poder usá-lo e serem felizes dentro e fora dele. Ou seja, precisam contar com a segurança de que  poderão viver a felicidade de seus carros, de suas casas, de seus empregos, de seu lazer.
Por mais que a segurança seja uma questão coletiva, ela é automaticamente pessoal e individual.  Ela é genericamente coletiva pelo poder de interferência na vida de várias pessoas simultaneamente, mas é diretamente influenciada pela parcela individual das atitudes de cada pessoa.
Um condomínio pode explicar muito bem essa cena: Trata-se de um local de moradias coletivas, com áreas coletivas e sociais, mas também formado por várias unidades privadas em sua composição. E esse condomínio pode apresentar inúmeras soluções para a segurança de todos. Mas bastará que um, apenas um morador, que por descuido ou desatenção, deixe o portão entreaberto, colocará todos em risco e a insegurança estará instalada.
Hoje, decorrente das faltas de políticas de segurança pública, da precariedade operacional do estado, do desaparelhamento das polícias e até mesmo pela falta de experiência de gestores, vivemos uma situação de falência no setor. Isso nos deixa vulneráveis quase que o tempo todo, nos obrigando a tomarmos atitudes e iniciativas para aumentarmos nossa proteção ininterruptamente. E assim as empresas privadas de segurança têm assumido um papel importante no contexto social.

SRG: De que forma as empresas devem zelar pela segurança de seus colaboradores?

EP: Cada empresa, pode desenvolver situações diferentes e individuais para proteger seus colaboradores e aumentar a segurança de seus patrimônios.
A premissa é desenvolver projetos inteligentes, integrando segurança, benefícios coletivos e  aumento da tranquilidade, aumentando a sensação de segurança e por conseguinte, a produtividade do corpo de colaboradores.
O primeiro passo deve ser contratar os serviços especializados de um Consultor de Segurança que  deverá realizar um levantamento minucioso para desenvolver a análise de riscos, estabelecendo critérios embasados e justificados para diminuir as vulnerabilidades apontadas.
A segurança dos ativos patrimoniais e dos ativos físicos (colaboradores)  deve fazer parte do planejamento estratégico de todas as empresas que buscam conquistar o respeito e a admiração do mercado. E proteger seus colaboradores é a melhor forma de conquistar o primeiro cliente: o cliente interno!
Estabelecido esse conceito, o leque de soluções é amplo e variado. Os itens mais comuns são os alarmes monitorados, o Circuito Fechado de Televisão, o controle de acesso e fluxo...enfim, tudo aquilo que estabeleça um novo padrão de segurança e de tranquilidade para todos que desejem construir os diferenciais de suas empresas.

SRG: Assistimos todos os dias nos noticiários ou pela internet, notícias de violência e problemas de ordem pública. De que forma o ser humano deve agir no dia a dia para que alcance a plenitude pessoal e não seja abatido pela insegurança das cidades?

EP: O Brasil vive um momento delicado em sua concepção de sociedade e de nação em desenvolvimento. Em primeiro lugar pela inversão de valores que assola todas as classes sociais. Em seguida seguem várias variáveis que “forçam” a banalização das questões envolventes ao assunto segurança. As notícias apenas dão luz sobre os fatos mais descarados e que nos chocam mais, momentaneamente.
Tenho que esclarecer que o poder público tem se mostrado incompetente para gerir suas três bases de sustentação ( e último resguardo de existência justificável do Estado):
-     Saúde. Há anos que já vivemos em dependência da empresas privadas de saúde;
-     Educação. Nada caiu tanto no País como o nível da educação pública, tornando-a descartada e cada vez mais desvalorizada;
-    E por fim a Segurança Pública, que caminha por passos largos ao processo de privatização das gestões e das operações. Se analisarmos bem, veremos que a Polícia Federal, por exemplo, atua em formatos “quase empresariais”, mostrando que o formato populista estatal é arcaico, caro, ineficiente e obsoleto.
É a iniciativa privada que investe, que trabalha por metas e que gera aquecimento no mercado. Então por qual razão não deixar que essa mesma iniciativa privada trabalhe sob orientação do Estado?
Na prática, uma grande parcela da sociedade brasileira já convive com o princípio da segurança privada, seja ela humana ou eletrônica. Quem vai ao banco encontra um policial público ou um agente privado? Quem vai nos órgãos públicos, encontra policiais ou agentes privados protegendo e orientando? E agora, com a chegada dos eventos esportivos no Brasil, essa tendência de segurança eficiente aumenta significativamente pois os resultados devem ser notáveis, à exemplo do que ocorreu na África, na última Copa do Mundo. A própria entidade de organização da copa já antecipa em seu “contrato”, que dentro dos estádios a segurança deve ser executada por 80% de agentes privados.
Aqui fora, a grande sacada é justamente adaptar-se ao momento. Reinventar nossas posturas e nossas práticas, buscando diminuir nossas vulnerabilidades. Insegurança só se acaba com educação de segurança, com a criação de uma nova cultura preventiva, abandonando o velho modelo de “botar tranca em porta arrombada”!
Quem se antecipa aos problemas e dificuldades, se habilita a não ser flagrado pelo alheio!
Ao meu ver as redes sociais podem ser a grande máquina de multiplicação de conceitos e dessa nova cultura. Cabe acreditar nesse método e obter a maturidade de sociedade.

SRG: Você tem planos para o futuro? Quais são seus projetos de vida?

EP: Meu caríssimo Senhor Gentileza, minha vida é permanentemente rodeada por planos. Por projetos e por muito trabalho. Sou uma inesgotável usina de ideias. Ao decidir enveredar pelos caminhos da reinvenção de práticas e de conceitos, nos damos conta de que há muito o que ser feito.
Tenho estudado muito e trabalhado nesse sentido. O mercado está sofrendo alterações tremendas e muitas pessoas ainda não estão adequadas e preparadas para essas mudanças. Nossa tarefa, sua e minha, é a árdua batalha para agregar valor às vidas de pessoas e também de profissionais.
Veja seu caso: Gentileza é talvez a atitude mais feliz que um profissional pode ter ao cumprimentar um prospect ou um cliente. Mas isso deve ser automático e não apenas lembrado no momento do atendimento. Ou seja, o que adianta o profissional ser gentil com seu cliente, com seu prospect...se ao acordar pela manhã suas primeiras sensações são completamente grotescas.
Eu costumo dizer que Não basta ser honesto. Precisamos parecer e transpirar honestidade! E, para isso acontecer de fato, precisamos Começar por nossas próprias opiniões e posturas!
Estou escrevendo dois livros que oportunamente os publicarei e um deles trata exatamente desta prática de #reinventar posturas e os pré conceitos. Pode parecer batido e repetitivo, mas está na hora de pararmos de nos boicotarmos e passarmos a encarar as mudanças como saudáveis e necessárias para acomodação e manutenção da espécie humana de fato.
Além disso, alguns projetos estão estourando por aí...em breve teus seguidores e leitores terão novidades. Posso antecipar que serão ótimas novidades!!

SRG: A gentileza é indispensável na vida pessoal e profissional de qualquer um. Você acha que o capitalismo é a origem da hostilidade e falta de cordialidade entre as pessoas?

EP: A hostilidade não parte de ideologias ou de formas e sistemas de governos.  A violência, as hostilidades, a impaciência, a maldade ou o mau humor não vem enlatado dentro dos manifestos, sejam eles capitalistas, socialistas ou anarquistas. As pessoas são as forças motrizes do que existe ali fora, na rua.
As pessoas muitas vezes falam que este ou aquele governo é mau! Mau não é o governo, mas sim as pessoas que governam.
Não há o que impeça ser negociante, vendedor, comprador ou usuário e ser feliz ao mesmo tempo.
As pessoas falam de tecnologias de ponta denominando-as inovações. Desculpem-me mas ao meu ver, tecnologia é apenas tecnologia. Inovação de fato é como, quando, porque, para quem, onde, o quê e por quem é utilizada a tecnologia. A verdadeira inovação está no resultado e não no processo. Enquanto é processo, não há resultado, portanto não há inovação. E as pessoas são essenciais para a inovação acontecer de fato! As pessoas são os verdadeiros agentes da inovação!
Quando todos se derem conta disso, tenho certeza de que todos seremos muito mais felizes. Com muita inovação...mesmo que sem tecnologia!

SRG: Como nós, cidadãos, podemos zelar pela nossa própria segurança? Quais dicas você pode dar para pessoas/profissionais que se sentem afligidos pela violência urbana?

EP: Na prática todos nós estamos sujeitos ao “acaso” de nos tornarmos vítimas da insegurança urbana. Apesar disso, algumas breves atitudes podem reduzir nossas vulnerabilidades:
Ao andar na rua: Não carregue objetos de valor nas mãos, tais como notebooks, smartphones, tablets. Mochilas e bolsas sempre viradas para a frente do corpo e seguras junto ao corpo. Homens não devem carregar suas carteiras nos bolsos. O volume é inconfundível e chama a atenção dos meliantes. Nas grandes cidades evite falar ao celular, mas se isso for inevitável, procure abrigo ou pare em algum lugar mais protegido. Nunca caminhe falando ao telefone. Joias também são atrativos à parte...evite-as se possível.
Carregue consigo apenas o cartão de crédito mais utilizado, será mais ƒácil para bloqueio em caso de sinistro.
No carro: Nunca deixe objetos de valor aparentemente no painel do carro ou nos bancos. Se forem necessários, coloque-os no porta-malas. Nunca fale ao telefone enquanto dirige, além de proibido pela legislação de trânsito acaba por deixa-lo desatento ao que acontece em sua volta. Ar-condicionado, navegador GPS e rastreador são essenciais para qualquer veículo hoje em dia. Mantenha os vidros sempre fechados. Nunca arrisque se perder em locais que você não conhece. Eu aconselho o uso de rotas alternadas sempre que possível, pois nossas rotinas nos tornam mais vulneráveis.
Aumente em 4X a sua atenção no período da noite e ao anoitecer. Lembre-se que o fator surpresa SEMPRE beneficia os mal-intencionados.
Evite ficar estacionado em locais de pouca iluminação e nunca permaneça dentro do carro, mesmo que acompanhado!
Em casa: Nunca receba pedidos de tele-entrega dentro de casa, de preferência receba na portaria do prédio e solicite o nome do entregador, confirmando isso quando de sua chegada para realizar a entrega. Alarmes, cercas e grades existem para aumentar as dificuldades para intrusões. Sistemas de câmeras exercem um grande poder, desde que recomendados e instalados por profissionais habilitados e experientes. Não caia no golpe da mini-câmera baratinha que não lhe fornece imagem alguma. Ver sombras não resolvem nossos riscos.
Importante: portas e janelas são aberturas e, portanto representam riscos, assim como ar-condicionado de modelos antigos que podem ser facilmente empurrados e abrem uma passagem para intrusos.
Ao sair de casa: Procure sempre ter o poder de visibilidade da saída da garagem. A maioria dos casos de roubos e sequestros-relâmpagos ocorrem na chegada ou saída de casa ou do prédio. Quando sair, certifique-se de que o portão da garagem fechou.
No retorno, esteja atento e certifique-se de que não existam pessoas em situações suspeitas junto à entrada da garagem. Se ficar desconfiado não pare e dê uma ou duas voltas na quadra, evitando ser a próxima vítima.
Atenção e atitudes preventivas são as melhores recomendações para todos, mas se ainda assim o assalto não puder ser evitado, a regra é universal: NUNCA reaja! O bandido não tem nada a perder, nós temos!

Seja como for, desejo muitas reinvenções para todos os seus amigos, leitores, seguidores e followers.

Um grande e fraterno abraço,

Emir Pinho


CONTATOS:          SOHO (51) 3377 8237
                               (51) 9967 3306 (Vivo)
                               (51) 8179 7392 (Tim)
                               92*14136 Nextel
                               www.twitter.com/emirpinho
                   www.facebook.com/emirpinho
       www.facebook.com/consultordeseguranca

Curso Básico de Oratória * Com Van Marchetii - A partir de 01 de Setembro.



CURSO BÁSICO DE ORATÓRIA (TURMA ABERTA)
INSCRIÇÕES ABERTAS PARA A 20ª TURMA: INÍCIO 01 de setembro (Sábado)
__________________________________________________________________________
CURSO COM 100% DE APROVAÇÃO
___________________________________________________________________________

Carga-horária: 24 horas
Participe gratuitamente da Aula Inaugural, no dia 21 de agosto e conheça nossa metodologia.Clique aqui para fazer sua inscrição gratuita na Aula Inaugural
6 sessões aos sábados: 01 de setembro | 15 de setembro | 22 de setembro | 29 de setembro | 06 de outubro | 20 de outubro
Horário: das 09h00 às 13h00
Local: Av. Paulista, 1009 | 21º andar | (Metrô Trianon-Masp)
TURMA PEQUENA: ATÉ 10 PARTICIPANTES (GARANTA SUA VAGA)
PROGRAMA
_____________________________________________________________________________
I – CONTROLE DO MEDO E ANSIEDADE EM FALAR EM PÚBLICO
CONQUISTE O AUTOCONTROLE EMOCIONAL
* Como gerenciar suas emoções e conquistar o domínio de sua comunicação com o público
* COMO ENFRENTAR O MEDO E A TIMIDEZ E REALIZAR EXCELENTES APRESENTAÇÕES
* Deu branco! E agora? Dicas para eventuais esquecimentos
* Encarando o medo de frente; O que é afinal? É possível o controle?
* Exercícios práticos para enfrentar o medo e a timidez (o participante faz os exercícios, praticando as apresentações)
* Conhecimento e Motivação contra o medo
________________________________________________________________________
II – SEGURANÇA EM FALAR EM PÚBLICO
COMO CONQUISTAR AUTOCONFIANÇA, CREDIBILIDADE E SEGURANÇA
Conheça uma Técnica Infalível para gerenciar o “stress” da tensão inicial em falar em público
* Como obter o Equilíbrio Emocional e o Autocontrole, domínio do corpo (tremores, palpitações)
* Barreiras que impedem o desenvolvimento da Autoconfiança. Como removê-las.
* Desenvolvimento do Autoconhecimento e Autoestima
________________________________________________________________________
III – TÉCNICAS DE COMUNICAÇÃO PARA APRESENTAÇÕES DE ALTA PERFORMANCE
POSTURA E DESENVOLTURA
Seu corpo é seu maior aliado:
* Aprenda a explorar todo o potencial de sua COMUNICAÇÃO NÃO-VERBAL e crie conexão com a platéia
________________________________________________________________________
EXPRESSÃO VERBAL
* Como falar com entusiasmo
* Vícios de Linguagem. Quais são os principais? Como eliminar esses “detonadores” que dificultam a manifestação do pensamento
* Exercícios práticos de entonação de voz, “destravamento” e interpretação da fala e Exercícios práticos, com técnicas teatrais, para expressão corporal
________________________________________________________________________
IV – ESTRATÉGIAS POTENCIAIS DE APRESENTAÇÕES DE SUCESSO
PLANEJAMENTO DA APRESENTAÇÃO
* Conheça 5 passos que mudarão completamente sua forma de se preparar para apresentações
* COMO CONSTRUIR SUA APRESENTAÇÃO OU REUNIÃO
* Como estruturar mentalmente apresentações | Como organizar estrategicamente o pensamento
* Como abordar assuntos “mornos” ou “polêmicos”
* Dicas para iniciar bem as apresentações: como atrair a atenção do público?
* Como manter o interesse da audiência
________________________________________________________________________
V – APRENDA A LIDAR COM SITUAÇÕES DE CRÍTICAS
QUESTIONAMENTOS E CRÍTICAS
* Aprenda a se preparar Emocionalmente e Estrategicamente para Críticas e Questionamentos
* A crítica. Vilã ou aliada? Como lidar com a crítica de forma assertiva
* Como lidar com perguntas, respostas e questionamentos;
Encerramento:
como finalizar com sucesso
________________________________________________________________________
METODOLOGIA
A METODOLOGIA DA ATTITUDE PLAN É PRÁTICA: OS PARTICIPANTES APLICAM OS CONCEITOS ATRAVÉS DE EXERCÍCIOS E APRESENTAÇÕES EM TODAS AS SESSÕES.
FEEDBACKS IMEDIATOS APÓS AS APRESENTAÇÕES.
FILMAGEM DAS APRESENTAÇÕES E ENTREGA DE PEN DRIVE A CADA PARTICIPANTE

INVESTIMENTO NO CURSO BÁSICO DE ORATÓRIA
1ª Opção: 1 parcela de R$ 200,00 (no boleto) + 9 parcelas de R$ 165,60 (no cartão de crédito)
2ª Opção: 6 parcelas de R$ 316,00 (no boleto bancário)
3ª Opção: (desconto de 20%) para pagamento à vista: 1.516,60

SOLICITE A FICHA DE INSCRIÇÃO PARA O CURSO:
Envie um e-mail para: cursosgentileza@attitudeplan.com.br