segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

1a. "ESTRELA-GENTILEZA" de 2011. Excelente atendimento da Andréa, no Quiosque do Shopping Rio Sul, na Avenida Atlântica em Copacabana.

PARABÉNS ANDRÉA!

Fui surpreendido pelo atendimento dela na semana passada quando estive no Rio de Janeiro ministrando o Workshop "Gentileza no Atendimento" em Copacabana.
Que sorriso, simpatia e espontaneidade no trabalho impecáveis!

Recomendo a todos vocês visitarem o Quiosque do Shopping Rio Sul quando estiverem no Rio de Janeiro. Fica localizado na Av. Atlântica, praia de Copacabana, na altura da Rua Siqueira Campos.

Andréa - 1o. Atendimento no padrão "Gentileza" de 2011.


Meus agradecimentos à Assessoria de Imprensa do Shopping que me deu suporte nessa postagem e parabéns à Administração do Quiosque por ter um talento como a Andréa na equipe de atendentes.

LUIZ GABRIEL TIAGO - SR. GENTILEZA
twitter.com/senhorgentileza

Mais fotos da Andréa e Sr. Gentileza no Rio de Janeiro.


Andréa no local de trabalho.


Andréa e Sr. Gentileza.


Andréa e Sr. Gentileza - Autor do Livro: Como Driblar a Raiva no Trabalho, Ed. Ideias e Letras.



Sr. Gentileza e equipe de atendentes do Quiosque do Rio Sul.
Da esquerda pra direita: Vanderson, Sr. Gentileza, Andréa e Cilene.

SR. GENTILEZA NA SUA EMPRESA. Adote a Gentileza no Trabalho!

Workshops, Treinamentos e Palestras In Company
com Luiz Gabriel Tiago - Sr. Gentileza.


WWW. ATTITUDEPLAN.COM.BR


Tel: (11)3717-5064 / (11)8235-9728


Sr. Gentileza em Taboão da Serra/SP

Workshop "Atendimento a Clientes Especiais", Microlins.

Workshop "Gentileza no Trabalho" em São Paulo - Fev. 2011

Participantes em dinâmica.


Sr. Gentileza e Van Marchetti (Idealizadora da Attitude Plan)


Sr. Gentileza e partcipantes.


sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Bom final de semana! Beijos especiais para os novos "Profissionais Gentis" do Rio de Janeiro.

Obrigado aos CARIOCAS pela participação! Foi muito bom tê-los conhecido!

Workshop "Gentileza no Atendimento - A Ferramenta do Séc. XXI"
Rio de Janeiro - Fevereiro de 2011

"Palavras até me conquistam temporariamente,
mas atitudes me ganham ou me perdem para sempre."

Clarice Lispector

Boas vindas!

Seja bem vinda Regiane Mansoldo ao Blog do Sr. Gentileza

Participe deixando seus comentários!

Obrigado!



Gentileza no Trabalho Só Para Mulheres

Dia 01 de Março
Em São Paulo - Com Sr. Gentileza




Venha participar desse Encontro exclusivo para Mulheres como você!

Para informações: srgentileza@attitudeplan.com.br | Tel (11)3717-5064

Posso levar esse Workshop para sua empresa também!


Gentileza no Trabalho Vale à Pena


Obrigado pelas visitas!

Luiz Gabriel Tiago
@senhorgentileza

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

(FOTOS) 1a. Noite do Workshop "Gentileza no Atendimento" no Rio de Janeiro com Luiz Gabriel Tiago (Sr. Gentileza) - 22 Fevereiro

Sr. Gentileza e participantes do Workshop


Sr. Gentileza e Participantes do Workshop


Melina (autônoma) e Sr. Gentileza


Eduardo (Mercure Botafogo) e Sr. Gentileza


Giselle Lacorte (Diretora da Gal Treinamentos no Rio) e Sr. Gentileza

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Fé e Atitude - Combinação Perfeita




"O sonho inspira, a esperança alimenta, a fé sustenta
e a atitude realiza."

(Gilberto Cabeggi)

BOM DIA BELÉM DO PARÁ!

DIA 15 DE MARÇO - PALESTRA DO SR. GENTILEZA

Foto: Kelly Pozzebon



INSCRIÇÕES:


ACREDITE!


"Que nossos esforços desafiem as impossibilidades.
Lembre: as grandes proezas da história foram conquistas do que parecia impossivel".

Charles Chaplin


PACIÊNCIA = DISCIPLINA = AMOR = GENTILEZA


"Cada vez mais acho tudo uma questão de paciência, de amor criando paciência, de paciência criando amor."

Clarice Lispector


Bom dia!


No meu coração mora uma criança capaz de amar e retribuir todo o carinho que despejam todos os dias.

Amo Vocês Demais!

Beijos do @SrGentileza

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

TREINAMENTO DO SR. GENTILEZA NO RIO DE JANEIRO

CURSO TEMÁTICO: GENTILEZA NO ATENDIMENTO - A FERRAMENTA DO SÉC. XXI

DIAS 22 E 24 DE FEVEREIRO - EM COPACABANA

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES




DESCONTOS PARA SEGUIDORES DO BLOG!!!

Entre em contato comigo: srgentileza@attitudeplan.com.br

Ou pelo telefone: (11) 8235-9728



ATÉ LÁ!!!!


Então cative seu colega de equipe! Faça ele se sentir bem com uma palavra de Solidariedade.


"Se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol."
(O Pequeno Príncipe)


Profissionais "Ronaldo": saiba como a saída deles impacta no ambiente de trabalho. Via @admnews

O desligamento das estrelas da casa, sem os cuidados especiais, pode impactar na motivação dos colegas e no clima da empresa

Por Karla Santana Mamona, InfoMoney

 

Na última segunda-feira (14), o jogador Ronaldo Nazário anunciou a sua aposentadoria dos campos de futebol. O esportista, apelidado de “Fenômeno”, é considerado uma referência para os outros esportistas.

Não é só nos gramados que situações como esta ocorrem. No mundo corporativo, também é comum a saída de profissionais de alta performance. Entre os motivos que levam ao desligamento com a empresa, estão a oportunidade de trabalhar em outro projeto e a aposentadoria.
No entanto, a saída destes profissionais, sem os cuidados necessários por parte da empresa, pode impactar de maneira negativa no trabalho da equipe. De acordo com o sócio-diretor da Alliance Coaching, Silvio Celestino, a motivação das pessoas que trabalhavam com estas “estrelas” é afetada.
“Muitas pessoas são motivadas porque trabalham com profissionais que são referência no mercado. Os profissionais querem aprender com eles. A saída impacta no clima organizacional”, diz.


Imagem da empresa

Já a diretora-executiva da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Izabel de Almeida, diz que pode haver reflexo na imagem da própria empresa, prejudicando seus negócios.
“Estes profissionais são naturalmente diferenciados. Eles são convidados para atuar nas empresas. Trazem estímulo para os outros. Se a empresa não consegue ler os sinais que indicam a saída, ela certamente terá uma surpresa”, acrescenta.
Ela declara ainda que a falta de preparo das companhias em receber estes profissionais também pode ocasionar ciúme e inveja aos outros colegas, já que algumas empresas oferecem remunerações superiores, regalias e bônus maiores na comparação com os outros profissionais.
Para Celestino, a solução é desenvolver as pessoas que trabalham com estes profissionais, por meio do conhecimento, com o objetivo de torná-las referências no futuro. “Geralmente, os grandes profissionais são aqueles que já trabalharam com os melhores. É importante mostrar que a empresa valoriza o passado, mas pensa no futuro”, finaliza.

DEEPAK CHOPRA - AS 7 LEIS ESPIRITUAIS PARA O SUCESSO E A PROSPERIDADE



Esse vídeo é lindo e vale a pena assisti-lo. Demora um pouco pra baixar, mas recomendo.

Abraços,

Sr. Gentileza

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Agradecimentos


Sr. Gentileza, Karina e Gabriela - Consultoras de Vendas da Glamore Boutique
Taboão da Serra/SP
Treinamento exclusivo sobre Comportamento e Vendas - Fev/11


Hoje meu dia foi espetacular. Novos contatos e parcerias firmadas. Com certeza colheremos frutos no futuro através da solidariedade, carinho, profissionalismo e confiança.

Quero agradecer as empresas que nos receberam, pois pudemos compartilhar momentos sobre a Gentileza, proposta essa tão atual, inovadora e sublime de treinar equipes e colaboradores.

Desejo sucesso a todos, em especial a você, meu leitor, seguidor do blog e twitter. A todos vocês companheiros de trabalho e parceiros para a felicidade no ambiente de trabalho.

Grande abraço e excelente quarta feira.

LUIZ GABRIEL TIAGO

Meu twitter | twitter.com/senhorgentileza

Mais uma frase do Cesar Rezende (via @cesarbugrino)


"As coisas boas vêm para aqueles que esperam, coisas melhores vem para aqueles que tentam, grandes coisas vêm para aqueles que exploram ..."

Cesar Rezende

SALVE O MESTRE DA GENTILEZA




Quem tem GENTILEZA NO TRABALHO TEM TUDO!

Abraços,

Luiz Gabriel Tiago
Sr. Gentileza

ACEITANDO DESAFIOS E ENCARANDO AS DIFICULDADES * Por Luiz Gabriel Tiago

Como superar os obstáculos que aparecem em nossas vidas sem nos abatermos e querermos desistir de tudo - desistir de lutar, de conquistar, de ser, de querer, de estar feliz, de saber, de gostar? Como não nos entregarmos à apatia sem acharmos que tudo de ruim somente acontece com a gente e nossos problemas são sempre os maiores? Essas questões nos remetem à cruel conclusão de que somos impotentes diante de muitas coisas e situações e que sempre existirão pessoas que farão de tudo para nos infringir, nos boicotar, nos desmotivar e fazer com que nos sintamos rebaixados. Podemos nos deprimir e nos sentirmos incapazes de realizar qualquer tarefa. Além disso, não conseguimos relaxar e ter a tranqüilidade necessária para a superação dos imprevistos, pois muitas vezes não conseguimos enxergar as soluções que podem estar a nossa frente.
O importante é continuar no caminho certo e retirar todas as pedras que porventura aparecerem. A vitória vem por méritos próprios e não por causa dos outros. O esforço pessoal é o guia para o sucesso e a disciplina individual é marcante quando almejamos alcançar o sucesso profissional e sem ela não é possível “organizar” o que for preciso na rotina diária de forma que estruture as atividades e facilite a superação das adversidades.
Vamos refletir então e achar a moral da história (se é que ela existe). Primeira coisa a ser feita: não confundir dificuldades com desafios, pois existem diferenças entre eles e não devem se misturar. Alguns dizem que um complementa o outro, mas pra mim essa teoria não se fundamenta, nem sequer se justifica se levarmos em consideração que ninguém quer encontrar impedimentos por aí e sair tropeçando em obstáculos.
As dificuldades podem surgir de repente, sem dar sinais de sua eminência, para nos desafiar e testar nossa capacidade de arremessar nossa paciência pelos ares a qualquer custo. Percorrem os caminhos à velocidade da luz e insistem em nos provar constantemente de que somos incapazes e despreparados para suportar as demandas impostas por elas. Mas, quando aparecem, somos nós que devemos superá-las. Nossa competência e resiliência são testadas nessa hora e a capacidade de superação pode ser nossa guilhotina então. Porém, ninguém em sã consciência quer passar por isso, sofrer e desejar o próprio mal ou muito menos exasperar a derrota.
São (as dificuldades) como uma esponja a sugar as energias vitais que toda pessoa empreendedora precisa. Ao contrário dos desafios, as dificuldades empurram em direção descontinuada e facilitam a queda na beira do precipício. O abismo pode ser sem fundo, infinito ou sem luz – dependendo de nossa visão ou capacidade de discernimento. Saber contornar as intempéries, obstáculos e problemáticas não é tarefa das mais fáceis, mas se tivermos determinação e vontade de superação, tudo se tornará mais próximo ao alcance das mãos. Além disso, só enxergamos nossa força real quando estamos diante de algum problema ou situação de risco, pois somos obrigados a encará-los ou solucioná-los.
Mais uma vez reafirmo que todos nós temos dois caminhos a serem seguidos: ou sentamos e esperamos as coisas acontecerem (nunca acontecem) ou enfrentamos as adversidades (decisão mais acertada). Algumas dificuldades nos fazem pensar em desistir, por exemplo: o cliente que vem a empresa reclamar do produto ou serviço, a equipe não está rendendo o que deveria e não conseguirá atingir as metas, a crise do casamento, os filhos que reclamam mais a sua atenção, o dinheiro que não sobra mais, etc. Mas, será que devemos declinar à vida? Será possível que iremos nos flagelar e não tomar atitudes por covardia ou medo das prováveis reações dos outros? Vamos encarar os problemas ou nos esconderemos? Seria mais fácil desistir ao invés de mantermos a persistência contínua para o sucesso?
As respostas para essas perguntas são óbvias e sem sombra de dúvidas devemos enfrentar a realidade e resolvermos todas as pendências, dificuldades e driblarmos as adversidades – que inclusive nos ajudam a crescer e repensarmos nossas vidas a fim de propormos uma reforma interior e íntima. Sim, deve-se seguir em frente e não se abater e se acovardar diante das dificuldades – em seu projeto de vida deve determinar ser corajoso e destemido, além de decretar o sucesso e progresso em suas ações.
Em relação aos desafios, eles nos impulsionam a fazer mais alguma coisa e atingirmos nossas metas; nos direcionam, nos revigoram e injetam o “gás” necessário para seguirmos adiante. Na verdade nos motivam e são uma espécie de mola propulsora para o sucesso, pois estamos diariamente nos desafiando. Mas devemos sempre enxergá-los (os desafios) como necessários pois aprimoram a competência de superação e lapidam a sensibilidade e maturidade. A vontade de vencer é determinante e extermina as tensões do ambiente de forma que o sujeito se torne resiliente e saiba administrar as emoções. Isso é ser gentil com as metas e objetivos de forma que tudo possa se tornar mais leve e consistente ao mesmo tempo, especialmente na hora da tomada de decisões.
Os profissionais devem ser desafiados constantemente a resolver problemas e buscar as resoluções necessárias, mesmo que para isso seja necessário encontrar recursos e informações, interagir com seus colegas de equipe, líderes e clientes. A sinergia entre as pessoas é sempre bem vinda já que aprendemos e apreendemos muitas coisas com isso.
Diante do conhecimento desses dois conceitos podemos iniciar a segunda fase que é a de transformação ou conversão dos valores. Existe um ditado (desconheço o autor) que diz: “O que não me destrói, me fortalece”. É importante lutarmos contra o sentimento de derrota e transformar as intempéries em força para lutar. A lei da selva nos exige sem cessar a recarga automática das energias para garantir nossa sobrevivência e nos mantermos competitivos.
Não é tão difícil superar as intempéries de nossa jornada turbulenta. Uma dose de bom humor, esperança, otimismo e resiliência são os ingredientes perfeitos para o sucesso. Basta juntá-las no seu rol de objetivos e determinar que os seguirão como um manual de sobrevivência na via crucis do crescimento profissional.
A concorrência é saudável, os obstáculos existem e sempre farão parte de um todo. O universo funciona como uma engrenagem e nenhuma das peças pode falhar. Uma depende da outra e estão intrinsecamente ligadas. Um elo com defeito compromete e pode corromper todo o sistema. Esse sistema pode ser chamado de “vida”, ou seja, nossas “vidas” num jogo aonde a regra é perder ou ganhar, lutar ou morrer, simplesmente continuar no páreo.
Diferenciar esses dois itens (dificuldades e desafios) pode parecer complicado, principalmente quando estamos passando por momentos difíceis e que exigem que tomemos muitas decisões. Essas decisões podem ser nos âmbitos profissional ou pessoal e frequentemente acontecem ao mesmo tempo. A vida não escolhe os melhores momentos para isso e parece que nunca estamos preparados – mas estamos sim. As dificuldades despontam como num piscar de olhos e nossa capacidade de resiliência deve acompanhar esse ritmo; desenvoltura essa que deve auxiliar na busca de melhores saídas, caminhos (por mais estreitos que sejam) e possibilidades.
A vida é como o universo, múltiplo em conseqüências, oportunidades e chances de alcançar o sucesso. Empreender em todos os momentos é missão tangível de todos nós e temos que fazer isso com nossos projetos para o presente e futuro, ou seja, independente de seu prazo de execução. Não importa para quando estipulou para atingir o alvo dos objetivos e metas, o inaceitável é não se programar para tal coisa.
Os sentimentos devem ser levados em consideração e valorizados por todos, especialmente pelos líderes, que atuam de forma direta com a gerência de pessoas.
Realmente, nossas cabeças são como uma máquina de relógio. Tudo deve funcionar com perfeição para evitarmos a pane. As empresas nos consomem, nos exigem e devemos estar de prontidão para atender suas necessidades, sem falar nos problemas sociais e familiares que também contribuem para nosso desgaste mental. Ambos nos exigem bastante dedicação fazendo com que nossas atividades sejam intensas e cheias de dissabores. Devemos colaborar para que seja aliviada de tanta tensão e possamos aproveitá-la ao máximo. Somos perecíveis e podemos nos deteriorar muito facilmente. Por isso, não podemos ajudar a degradar o que sentimos com a hostilidade e o menosprezo à emoção.
Como fazer então para não misturar o pessoal com o profissional? A resposta está dentro de cada um de nós e é intransferível. Pode ser complexa ou bastante simples: com a construção do altruísmo e a (trans) formação de um bom caráter. A gente sabe quando as pessoas têm essas virtudes e qualidades. É fácil ver que existem seres humanos dignos quando demonstram carinho e compaixão pela dor dos outros; apesar da empatia ser um mérito de poucos, deveria ser trabalhada nas corporações, pois é uma diretriz para a satisfação pessoal. Basta um pingo de solidariedade para se perceber a amizade. Basta um pouco de humanidade para movimentar uma equipe de forma favorável e eficiente.
A vida não para e devemos evitar a inércia. O movimento constante e a circulação de energia positiva vão contribuir para a oxigenação do cérebro e, com isso, fazer brotar idéias e soluções de forma leve e criativa.
Terceira fase: saber discernir as máquinas dos seres humanos. As primeiras são instrumentos sem sentimento, vida própria ou reações e facilmente programáveis. Se você é líder ou chefe de uma equipe, gerente, superintendente, diretor, qualquer que seja o seu cargo, nunca se esqueça de que as pessoas têm sentimentos e não são robôs. Todo mundo tem defeitos e qualidades. Todo mundo erra, acerta e tenta de novo A escala de produção é movida pela racionalidade e capacidade de gerir emocionalmente. Todos querem carinho e almejam se sentir queridos. Os seres humanos sentem, querem, realizam e podem determinar o curso a ser seguido – livre arbítrio para escolher e decidir – decidir ser feliz.

LUIZ GABRIEL TIAGO
Sr. Gentileza

Aproveite as oportunidades com GENTILEZA no TRABALHO:


"A oportunidade é como ferro:
devemos batê-lo enquanto estiver quente."
(José Saramago)


segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

EU POSSO!


"Que Deus me ajude a conseguir o impossível,
só o impossível me importa."

(Clarice Lispector)


Gentileza no Trabalho




Eu ando pelo mundo divertindo gente... no trabalho; com leveza e gentileza.

Luiz Gabriel Tiago
Sr. Gentileza


EU QUERO. EU PENSO. EU POSSO. EU CONSIGO!

www.attitudeplan.com.br | (11)3717-5064


"Pensamentos se tornam palavras.
Palavras viram ações.
Ações viram hábitos.
Hábitos viram caráter.
Seu caráter é o seu destino." 

Lao-Tze.


Dica diária ao empreendedor 59: As 5 ameaças para empresas nascentes. Via @empreendemia

A dica de hoje foi dada por Stephen Kersey em seu blog StartupSpark.


Se você tem uma empresa nascente, é importante pesquisar para descobrir quais métodos e planos de negócios terão sucesso. Contudo, também é importante entender onde as coisas podem dar errado. Com isso em mente, seguem as 5 maiores ameaças para uma empresa nascente:

5. Falta de coragem. Em qualquer área de negócio, você precisa confiar na sua empresa desde o começo. Se você não acredita no que está fazendo, não espere que outra pessoa o faça.

4. Falta de planejamento. É simplesmente impossível ter um negócio de sucesso sem um plano. Você deve também planejar pelo menos 2 ou 3 passos na frente. Isso o ajudará a guiar o seu negócio na direção correta.

3. Falta de foco. Escolher um nicho e focar nele é extremamente importante. Enquanto é tentador tentar algo em outros nichos, essa ameaça pode ser desastrosa.

2. Falta de orçamento. Dinheiro não nasce em árvores. Você precisa gastar sabiamente – especialmente nos primeiros anos. Corte gastos onde for possível e trate cada dólar como um bem importante.

1. Falta de esforço. Ter uma empresa de sucesso exige trabalho árduo e definitivamente não é para os que tem coração fraco. Se você trabalha mais do que os concorrentes, sua chance de sucesso aumenta consideravelmente.



Concordo com essa frase:


"A origem dos nossos desgostos encontra-se
quase sempre nos nossos erros."
(Jean Massillon)


FAÇA BOAS AMIZADES!


"Se tu queres um amigo, cativa-me."
(O Pequeno Príncipe)


domingo, 13 de fevereiro de 2011

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Sempre vale lembrar!

Transforme seus sonhos em objetivos!


"Nos sonhos entramos num mundo inteiramente nosso.
Deixe que mergulhe no mais profundo oceano,
ou flutue na mais alta nuvem."
(JK Rowling)

Características que tornam mulheres melhores empreendedoras (Via @empreendemia)

Multi-tarefa

Que mulheres conseguem fazer (bem) várias coisas ao mesmo tempo todos já sabem e, claro, uma pessoa ter esse tipo de habilidade é essencial para seu sucesso já que empreendedores, principalmente no começo, cuidam de finanças, marketing, produção, qualidade, manutenção, vendas…

Gene cooperativo

Homens tendem a querer destruir, engolir, massacrar ou dizimar coisas ou ideias que vão contra seus pensamentos – não é raro ver alguém com receio de mostrar algo ao seu chefe homem por desconfiança de que tudo será jogado fora. Por outro lado, mulheres tendem a ser construtivas e colaborativas, somando ideias a fim de alcançar um resultado comum melhor para todos: quando se empreende, ser flexível e saber somar ideias de funcionários, amigos, fornecedores, clientes ou parceiros sempre ajuda.

Detalhismo

Tarefas historicamente feitas por mulheres como costura, ou o cuidado com a aparência com unhas, cabelos e pele mostram claramente um dom natural (e desenvolvido com a evolução) que mulheres tem em ver minúcias. Já ouviram falar que no momento da decisão, é o detalhe que faz a diferença?

Interpretação de pessoas

Explicação simples: sexto sentido. Apesar de comentários machistas que são feitos sobre mulheres falando impressões sobre outras pessoas, é muito comum ver que essas impressões estão certas, ou seja, de alguma forma mulheres conseguem captar mais que os olhos conseguem ver. Para uma empreendedora ou mesmo para uma empresária, isso é grande vantagem em negociações, entrevistas para contratação de pessoas ou mesmo relacionamento com fornecedores.


Seja pelo cérebro (multi-tarefa), genética (cooperação), dom inexplicável (detalhismo) ou sexto sentido (interpretação de pessoas), mulheres são ótimas empreendedoras e merecem cada vez mais incentivos para o fazerem.

Parabéns às mães – todas naturalmente ótimas empreendedoras.

Abraços,

Luiz Piovesana (por mais mulheres na Empreendemia!!!)

Imaginação no trabalho...


"A imaginação é como um braço extra, com o qual você pode agarrar coisas que de outra forma não estariam ao seu alcance."

(Jean-Paul Sartre)


Eu acredito nisso! Beijos do @senhorgentileza | Luiz Gabriel Tiago


“Aqueles que passam por nós,
não vão sós,
não nos deixam sós.
Deixam um pouco de si,
levam um pouco de nós.”

(Saint-Exupéry)

FALA COMIGO? Beijos do @senhorgentileza | Luiz Gabriel Tiago.


"Eu não estou ignorando você.
Eu só estou esperando você falar comigo primeiro."

Cesar Rezende (via @cesarbugrino)