segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

As 3 diferentes formas de aprendizado

Pra aprender a fazer algo novo, você pode ir desde “enfiar o dedo na tomada” ou “tomar tapa na cara”, até o máximo do estudo e aprofundamento na teoria. Dificilmente ir direto à prática ou ficar preso nos livros são boas opções quando escolhidas sozinhas.

Pensando nessas opções, segue o que acreditamos ser o tripé para um bom aprendizado.

Os fundamentos são sua base!

Todas as áreas do conhecimento têm fundamentos básicos que guiam todo seu funcionamento. Imagine, por exemplo, um jogador de futebol profissional que não consegue dominar a bola – ele provavelmente faltou nas aulas infantis quando o professor mandava exaustivamente jogar a bola pra cima e dominar a bola sem tirar o pé do chão.

O exemplo de fundamentos que a gente mais gosta de citar é o Karatê Kid, onde o Daniel San a partir de atividades simples, como lixar o chão e pintar a cerca do Sr. Myagi, aprende movimentos básicos de karatê

Do mesmo jeito que atividades esportivas têm fundamentos, marketing, finanças e RH também têm.

Coloque em prática!

Depois de aprender os fundamentos, vem a hora de colocá-los em prática e ver como eles se encaixam com o resto do mundo.

Como sempre falamos, sair do lugar é algo essencial pra quem quer alcançar resultados. Apenas colocando em prática você conseguirá testar suas ideias, aprender com erros do mundo real e, com isso, conseguir produzir de uma forma cada vez mais eficiente.

Voltando no caso do Daniel San, apesar do sábio Sr. Myagi tê-lo treinado muito bem nos fundamentos, sabia da importância da prática e, por isso, o campeonato de karatê era o objetivo final.

Procure fontes alternativas de estudo!

Além de nos manter atualizados, continuar lendo e estudando sobre diversas áreas de atuação também nos força a pensar e aprender mais.

No nosso caso, o Millor é uma máquina de leitura de blogs e livros dos mais variados tipos e, o mais legal, é ver isso convertido em novas formas de fazer as coisas aqui na Empreendemia.

Mas é bom lembrar que esse estudo complementar é legal a partir do ponto que você já se envolveu de alguma forma com a área em questão. Não adianta encontrar conteúdo interessante sobre algo sem conhecer os fundamentos ou sem ter o mínimo de prática.

Lembre-se, saber aprender é uma das características do empreendedor.

Por exemplo, se você quer aprender sobre Marketing, nós escrevemos muitas dicas pra você colocar em prática e também passamos um conteúdo a mais, funcionando como fonte alternativa.

Pra parte de Fundamentos, além da leitura, um curso que te passe os fundamentos de forma organizada pode te levar ainda mais longe. No caso, existe o curso à distância de Marketing da Anhembi Morumbi. Clique aqui para entender mais sobre o curso.

Abraços,

Luiz Piovesana (sempre exercitando os fundamentos na prática)


FONTE: http://www.saiadolugar.com.br/2010/09/10/as-3-diferentes-formas-de-aprendizado/

sábado, 18 de dezembro de 2010

O que significa "Status Quo" ?

Luiz Gabriel Tiago - Dublin/Irlanda



Expressão latina que designa o estado atual das coisas
seja qual for o momento.

Abraços a todos!
LUIZ GABRIEL TIAGO
twitter.com/senhorgentileza

Diferencial competitivo: o que é e como desenvolvê-lo.



A dica de hoje foi dada por John Ingrisano no blog The Freestyle Entrepreneur.

Bom, aqui vão 3 coisas que você precisa saber sobre identificar seu diferencial competitivo:


1. É algo que faz você ser único e te diferencia da competição. Você pode ter um ótimo produto, mas se todos também têm, grande coisa! Não há nenhum diferencial. No entanto, se você liga para o cliente e o concorrente não faz isso, bingo! Essa pode ser sua vantagem competitiva.

2. É algo que os clientes valorizam e desejam. Você pode ser a empresa mais antiga no seu campo de atuação ou ter um escritório novinho em folha. No entanto, os consumidores não se importam com nada disso. Seu produto deve ser algo que eles realmente queiram.

3. É quantificável. Está é a chave. “Nós temos um bom atendimento ao consumidor”, isto não quer dizer nada. Agora se você disser ” 90% de nossos novos clientes chegam até nós por indicação de outros clientes”, está é uma afirmação mais confiável. Vá por mim, isto é algo que seus clientes irão apreciar.

No fim, o que importa sobre vantagem competitiva é que uma vez que você a entende, ela pode direcionar seus esforços de marketing como a mira de um rifle, o que o ajudará a vender mais e a fazer mais dinheiro. É isso que significa diferencial competitivo.


Fonte: http://www.saiadolugar.com.br/2010/05/24/diferencial-competitivo-o-que-e-e-como-desenvolve-lo/

DOE-SE AO TRABALHO com gentileza!


"A medida da vida não é a sua duração, mas a sua doação."

(Peter Marshal)

A importância de ter experiência na sua área antes de empreender (trecho) * Por Filipe Carpes



Gostaria de compartilhar algumas coisas fundamentais para o sucesso do negócio:


* Planeje buscando a sustentabilidade da empresa. Às vezes vale mais cobrar um pouco menos e mensalmente do que fechar um projeto maior de pouco tempo.

* Ter uma gama maior de clientes, ao invés de depender de apenas poucas grandes empresas, coloca você em uma posição melhor para negociação.

* Procure se cercar de bons colaboradores, porque só assim você consegue oferecer um serviço com qualidade. No começo, projetos que agregam ao portfólio são mais interessantes que projetos lucrativos.

* Otimize tudo o que for possível, crie rotinas, é fundamental para manter a equipe enxuta e ganhar tempo.


Leia na íntegra: http://www.saiadolugar.com.br/2010/04/29/a-importancia-de-ter-experiencia-na-sua-area-antes-de-empreender/


Abraços a todos os EMPREENDEDORES!

Luiz Gabriel Tiago
twitter.com/senhorgentileza

 

Escondo ou não quem eu sou aos meus colegas de trabalho?



"A única verdade é que vivo. Sinceramente, eu vivo.
Quem sou? Bom, isso já é demais."

Clarice Lispector - Incomparável

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

BOM FINAL DE SEMANA com GENTILEZA. Abraços, @senhorgentileza

"A melhor maneira que o homem dispõe para se aperfeiçoar,
é aproximar-se de Deus."
(Pitágoras)

Luiz Gabriel Tiago em noite de autógrafos - São Paulo


Só Gentileza!


ADOTE ESSA IDEIA NO TRABALHO! VALE À PENA!

Luiz Gabriel Tiago
twitter.com/senhorgentileza

Mudar para melhorar:


"A mudança é a lei da vida. E aqueles que confiam somente no passado ou no presente estão destinados a perder o futuro."
(John Kennedy)



Luiz Gabriel Tiago - Embu das Artes / SP

Adoro esse lugar! Recomendo a todos que vierem a São Paulo. Todos os domingos tem uma feirinha de artesanato pelas ruas do Centro da cidade.

 

Reflexão sobre a Gentileza



"Palavras gentis podem ser curtas e fáceis de falar,
mas os seus ecos são efetivamente infinitos."

(Madre Teresa de Calcutá)

LINDA SEXTA! Abraços @senhorgentileza | Luiz Gabriel Tiago


E não caminharei "de pensamento a pensamento",
mas de atitude a atitude.

Clarice Lispector

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

OLÁ PETRÓPOLIS / RJ ! Cidade Imperial.

Obrigado a todos os visitantes do blog que moram na "Cidade de Pedro"


Museu Imperial - Residência de veraneio de D.Pedro II e família.

Grande beijo aos amigos dessa cidade incrível!

Luiz Gabriel Tiago

CUIDANDO DA SUA VIDA PARA UM BOM RECOMEÇO * Por Luiz Gabriel Tiago

Sempre há tempo para repensarmos nossos feitos, principalmente quando não nos sentimos realizados profissionalmente ou nos sentimos incapazes e desabilitados para a vida. É praticamente impossível desassociar a satisfação pessoal da profissional e vice versa (não é tão simples assim deixar os problemas do lado de fora da empresa e fazer de conta que nada aconteceu).
Mas esse sentimento é natural e inerente as pessoas que são guiadas pela natureza e ponderação. A racionalidade não acontece somente quando tomamos uma decisão centrada ou correta diante da necessidade – ela está presente naqueles que precisam de bem estar psíquico para viver e ponderação para tomar atitudes maduras e coerentes.
O sentimento de incapacidade e incompetência deve ser convertido e servir de estímulo para uma mudança rápida, pois as revoluções para o bem são sempre bem vindas e devemos estimular essa alteração de vez em quando. As pessoas ao redor que são detentoras de habilidade para detectar essa urgência, devem se movimentar e ajudar ao desprovido de ânimo nesse instante.
Apesar de serem cada vez mais raras, sem condená-las, pois são dirigidas pela burocracia, essas pessoas ou líderes ainda existem por aí e pensam que conseguem se manter no mercado de trabalho por muito tempo.
Conhecemos indivíduos que gostariam de estar em nossos lugares e nos invejam por termos um emprego simplesmente e, nós que estamos nessa posição privilegiada, vivemos reclamando de tudo. Nunca estamos satisfeitos com nossas condições, realidade, estilo de vida, conta bancária, entre outras coisas mais. Mas o correto é lutar para revitalizá-las, resgatar os bons momentos (projete-os para o futuro) e aparar o que for necessário.
Nada é alcançado sem esforço ou sacrifício e somente temos aquilo que merecemos e buscamos. Uma busca, digo particularmente, cansativa e que exige muita dedicação e empenho.
Somos obrigados a nos exigir impulso e energia para sobrevivermos e transformarmos nossos sonhos em realidade. Nesse caso, devem gerar objetivos e metas e temos que traçar planos para chegarmos até eles. No início tudo parece muito difícil e pensamos em desistir. Mas, porque desanimarmos se esperamos uma recompensa? O troféu de todo esse esforço são a nossa vitória e os frutos maduros que colhemos com o passar do tempo. Esse tempo não deve ser mensurado em dias, meses ou anos. Ele pode ser calculado instantaneamente e podemos nos compensar com cada segundo respirado com dedicação e trabalho.
Todos os segundos são levados em consideração quando pensamos na vida como um todo e ela (a vida) passa como um piscar de olhos.
Então vamos analisar a vivência dentro de uma empresa. As corporações exigem resultados em todos os momentos e as etapas devem ser cumpridas diariamente. Por isso digo que não podemos trabalhar hoje para conquistarmos algo depois de alguns anos. Vide que não faço conjecturas sobre o futuro. Ressalto os resultados imediatos, pois é isso que o mercado de trabalho ambiciona e espera de nós. Desempenhamos tarefas exaustivamente e cansamos nossas mentes e corpos todos os dias.
Portanto, devemos aproveitar todas as oportunidades que surgirem para relaxarmos e direcionarmos o consciente numa corrente positiva e otimista. Dedicar algum tempo à família e as atividades que proporcionam descanso mental são fundamentais nessa etapa e devem se tornar um hábito.
Muitas vezes nosso corpo começa a dar sinais de cansaço. O cansaço físico pode transformar seus dias de trabalho num verdadeiro martírio. Além disso, existe a estafa mental, que é perniciosa e compromete todo o seu rendimento. Quantas tarefas você deixa de fazer porque está cansado e não consegue raciocinar? Quantas vezes posterga algumas atividades por não ter estrutura mental para se concentrar?
Isso não é nenhum pecado! O seu corpo simplesmente está querendo te dar um alerta de que algo errado está acontecendo e que você precisa parar por uns dias. Talvez esteja na hora de tirar férias ou descentralizar suas tarefas.
Vamos analisar essas possibilidades agora. Provavelmente está se desdobrando e trabalha mais de 10 horas diárias. Pode parando de fazer isso!
Não está conseguindo folgar nos dias certos. Pecado capital! Todo trabalhador tem o direito do seu dia de descanso. Isso é lei!
Sempre tem uma pessoa desagradável na sua empresa que colabora com seu estresse jogando piadinhas e sendo grosseirão? Mais uma razão para refletir sobre sua vida. Essas pessoas são tão inúteis que não conseguem conviver em comunidade. Deveriam estar enjauladas em zoológicos ou manicômios. Ou então deveriam ser exiladas no meio de um deserto somente com água para sobreviverem.
Não vou me empolgar e começar a falar novamente desses tipos de pessoas. Mas, sabia que a maior causa de estresse dentro das empresas é o mal relacionamento com os demais colegas? Ninguém gosta de ser maltratado ou ser menosprezado. Isso cansa! Cansa a cabeça e, por conseqüência, o corpo fica sem alinhamento e em perecimento.
Deveríamos nos juntar e organizar um grupo de manifestação contra esse tipo de ser humano. O slogan pode ser: “Cansamos de trabalhar para terroristas”, ou “Cansei de você – vou tirar férias”.
É tão bom ir para seu ambiente de trabalho e saber que encontrará a paz, harmonia, solidariedade.
Por mais cansado que esteja o seu corpo, vai poder desenvolver pacificamente seus deveres diários. Quando a mente está ativa e arejada, as idéias surgem, as soluções para os problemas aparecem mais facilmente e até sorrimos com mais naturalidade.
Se lembra quando foi a última vez que se encantou com o canto de um passarinho ou o perfume de uma flor?
Aproveite seus poucos momentos de paz e procure entrar em sintonia com a natureza. Medite! Descanse a cabeça e o corpo e procure superar a fadiga e evitar a exaustão.

LUIZ GABRIEL TIAGO
twitter.com/senhorgentileza

BOM DIA FELIZES AMIGOS!


Bom dia a todos os felizes e gentis do mundo! Dia perfeito para refletir sobre a vida; viver é dividir. Sucesso!

Luiz Gabriel Tiago

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

COMUNICAÇÃO (boa)

"Sua capacidade de se comunicar é uma ferramenta importante na busca de seus objetivos."
Les Brown

LIÇÃO DO DIA

Luiz Gabriel Tiago - Museu do Ipiranga - SP

"Aquele que quer aprender a ser chefe tem primeiro que
aprender a servir."
(Sólon)

Confraternizações na empresa: participar ou não?

O que fazer em uma situação como essa: escapar da reunião com uma desculpa qualquer ou seguir em frente e participar da festa? Confira a resposta!

Equipe InfoMoney



As tradicionais festas de confraternização, que costumam juntar toda a equipe para uma celebração um pouco mais informal, podem trazer desconforto aos mais tímidos e introvertidos. Mas o que fazer em uma situação como essa: escapar com uma desculpa qualquer ou seguir em frente e participar da festa?

"Essa decisão é um pouco política, já que algumas pessoas aceitam participar simplesmente para manter o relacionamento. Em alguns casos, torna-se deselegante recusar o convite", afirma a consultora do Grupo Foco, Carmen Miranda. De acordo com ela, não existe uma obrigatoriedade em torno desta decisão, mas sim a liberdade do funcionário de querer ir ou não ao evento da empresa em que trabalha.

Motivos

Um estudo realizado pela Robert Half em 10 países apontou que 61% dos brasileiros ficariam chateados se o evento de confraternização fosse cancelado, sendo que 38% disseram que ficariam pouco chateados e 23%, muito chateados.

Sob esse aspecto, a consultora sustenta que ir a uma confraternização corporativa é um ato que demonstra simpatia e agradabilidade. A vantagem de momentos como esse, explica, é a oportunidade de fortalecer os relacionamentos, se descontrair, além de conhecer mais pessoas.

"A importância é a integração com as pessoas que convivem no ambiente de trabalho. Ir até a festa pode ajudar no estreitamento das relações profissionais", diz. Por isso, para as pessoas mais reservadas, vale a pena aceitar o convite, participar e vencer a timidez para ampliar os contatos.

Não quero!

Já as pessoas que não pretendem ir de modo algum à confraternização devem achar uma maneira elegante de recusar o convite. "Se mudar de ideia na última hora, não pode deixar transparecer que está lá só para fazer média. Minha dica é: tentar mudar o enfoque, procurar se integrar e divertir. Pode até ser válido passar pouco tempo, mas tente marcar presença de maneira simpática", conclui a consultora.


@senhorgentileza disse:

Luiz Gabriel Tiago - Painel em Guarulhos/SP

"O meu dia já começou! Me sinto bem e confiante no presente. O Presente é a antecipação do Futuro que já está aqui. To feliz!"

Não durma no ponto...



"Uma formiga que se move faz mais que um boi dormindo”

Provérbio mexicano

Brasil tem apagão de Talentos - Tire proveito disto * Por Ricardo Piovan

Nunca se falou tanto em apagão de talentos no Brasil como nos últimos anos. Este tem sido um efeito colateral negativo do crescimento econômico brasileiro. A falta de profissionais qualificados é a maior preocupação dos CEOS, revela a pesquisa “Global CEO Sudy 2010, realizada pela IBM.

A pesquisa apontou que no Brasil, a falta de mão de obra especializada e competente é o maior problema de 71% dos presidentes de empresas entrevistados. Um percentual superior à média mundial que é de 58%. Ricardo Gomez, diretor da consultoria da IBM América Latina revela: “Com o investimento das empresas aumentando, a competição pelos profissionais mais capacitados aumenta e há dificuldade para preencher vagas”.

Segundo Gomez o déficit de profissionais não ocorre apenas no nível tecnológico sendo que a preocupação com as competências dos funcionários é apontada por 50% dos CEOs brasileiros como principal fator externo que irá impactar o crescimento das empresas nos próximos três anos.

Agora a boa notícia.

Para mim o profissional talentoso é aquele que possui habilidades técnicas e comportamentais excepcionais, isto é, totalmente fora da curva, destacando-se da maioria dos outros funcionários da empresa. O mais interessante é que estas habilidades podem ser natas ou adquiridas, isto é, qualquer pessoa pode desenvolver-se e entrar neste rol de pessoas tão requisitadas no mundo corporativo.

Veja a seguir uma pesquisa, apresentada pela revista VOCE SA, da consultoria McKinsey realizada com 140 presidentes, onde foram mapeadas as aptidões comportamentais que fazem a diferença para tornar-se um profissional talentoso:

- Comunicação oral e escrita: 70% dos CEOs apontam que esta é a principal competência a ser desenvolvida

- Automotivação: profissionais que tem um motivo pessoal para o trabalho são 5 vezes mais produtivos do que os que trabalham apenas pelo salário no final do mês.

- Poder de análise / pensamento crítico: 81% dos CEOs entendem que esta será a habilidade mais requerida nos próximos 5 anos.

- Conexão com o mundo: “profissionais que circulam em grupos diferentes desenvolvem um olhar inovador para antigos problemas “ diz Regina Camargo, diretora da Across.

- Ser otimista: O pessimismo faz com que o cérebro crie apenas condições de sobrevivência e pare de enxergar possibilidades reais para resolver situações adversas.

- Disposição total: 98% dos CEOs contratariam ou promoveriam um profissional de alta energia no lugar de um com energia baixa.

- Liderança em atividades coletivas: independentemente da sua posição, conseguir fazer com que a equipe se sinta motivada para cumprir um objetivo ou resolver uma situação problemática, é valorizado pela alta liderança.

Minha sugestão é que você faça uma autocrítica em relação aos pontos destacados acima e perceba o quanto você está conectado a estas habilidades dos profissionais de alta performance. Disponibilizo a você também um teste que ajudará você neste processo de avaliação.
Caso você não esteja no patamar dos profissionais talentosos, saiba que nunca é tarde para iniciar o desenvolvimento, pois através de muita leitura, palestras e treinamentos você conquista estas habilidades. Como vimos o talento pode ser nato ou adquirido, dependendo apenas do esforço pessoal de cada um.

Ricardo Piovan

Palestrante e Coach Organizacional

FONTE: http://www.portalfox.com.br/blog/

Momento "romantismo-no-trabalho". AME o ser humano!



"Meu amor, disciplina é liberdade, compaixão é fortaleza, ter bondade é ter coragem... "

(Renato Russo)

Cliente REVOLTADA com a demora do pedido nos EUA



Um vídeo que mostra uma universitária enfurecida enquanto aguardava a entrega de seu pedido em um restaurante fast-food no campus de uma universidade em Baton Rouge, na Louisiana (EUA), virou sensação na internet (assista), segundo a emissora de TV "WVLA".

A garota foi filmada xingando funcionários de restaurante. A jovem acabou filmada por celular enquanto xingava e gritava com os funcionários do restaurante, porque seu pedido estava demorando muito. No final, sem paciência, ela saiu do restaurante, mas, antes, atirou um pacote de batatas fritas em direção de outro cliente.
De acordo com a polícia, ninguém reclamou formalmente sobre o incidente, mas, caso isso ocorra, a garota pode ser presa. Além disso, ela pode receber uma sanção disciplinar na universidade.

BOM DIAAAAAAA!!!!!!!!


"Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós."

(Clarice Lispector)

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

TREINAMENTO NO RIO DE JANEIRO - ÚLTIMAS VAGAS

Dez coisas que levei anos para aprender...


Luis Fernando Veríssimo

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom ou empregado, não pode ser uma boa pessoa. (Esta é muito importante. Preste atenção, nunca falha).

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas. (Está cheio de gente querendo te converter!).

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance. (Na maioria das vezes quem está te olhando também não sabe! Ta valendo!).

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca. (Deus deu 24 horas em cada dia para cada um cuidar da sua vida e tem gente que insiste em fazer hora-extra!).

5. Não confunda sua carreira com sua vida. (Aprenda a fazer escolhas!).

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite. (Quem escreveu deve ter conhecimento de causa!).

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria 'reuniões'. (Onde ninguém se entende.....)

8. Há uma linha muito tênue entre 'hobby' e 'doença mental'. (Ouvir música é hobby... No volume máximo às sete da manhã pode ser doença mental!).

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito (Que bom!)

10. Lembre-se: nem sempre os profissionais são os melhores. Um amador construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic. (É Verdade!).


BOA SEMANA!

LUIZ GABRIEL TIAGO
twitter.com/senhorgentileza

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Algumas dicas da neurociência para você encontrar insights poderosos e ter boas ideias.




A Psychology Today publicou recentemente um texto que traz as condições que, segundo o pessoal da neurociência, nos ajudam a encontrar mais insights e a ter melhores idéias. Segundo o autor, Dr. David Rock, tratam-se de alguns estados mentais, segundo estudos da área, favoráveis a grandes constatações. Esses momentos são: Silêncio, olhar interior, um pouco de felicidade e não tentar muito.

• Silêncio: Tendemos a perceber insights, em geral, quando o nível de atividade do cérebro está baixo, como quando não estamos fazendo muito esforço mental, quanto estamos focados em algo repetitivo, ou apenas estamos mais relaxados. Segundo a matéria, insights são quietos e, portanto, exigem uma mente calma.

• Olhar interior: As pessoas geralmente tem insights, afirma, quando estão divagando mentalmente. Elas não estão focadas no problema. Geralmente, quando guardam recursos para perceber um insight, se fecham para dados externos. Segundo a publicação, os insights tendem a aparecer quando você olha para dentro e não para o mundo lá fora. Agora, um palpite meu: se antes você entra de cabeça no assunto, estuda tudo sobre ele e principalmente, o entende, a busca interna por aquela idéia ou insight poderosos fica bem mais fácil.

• Um pouco de felicidade: Quando as pessoas estão felizes, tendem a perceber um nível mais amplo de informações. A ansiedade, por outro lado, tende a uma visão mais estreita. Para ser mais ‘insightful’, a dica da matéria é: seja aberto, curioso e interessado em algo, ao invés de ansioso em qualquer maneira.

• Não tente muito: Se você quer insights, diz a matéria, precisa parar de tentar resolver um problema. A razão apontada é que insights geralmente vem quando estamos parados em um impasse. O impasse tende a envolver algumas opções nas quais estamos fixados. No entanto, quanto mais trabalhamos nas mesmas soluções erradas, mais difícil é pensar em novas idéias. A solução sugerida pelo Dr. Rock é deixar o problema de lado e, então, a solução vem até você. Segundo ele, a razão é o poder do inconsciente humano em processar recursos – muito maior do que o processo consciente.

Ou seja, enquanto a maioria das pessoas tende a se colocar sob pressão, fazer brainstorms em grupo, se manter acordada com muito café – ações que deixam o cérebro inquieto ao invés de calmo – a melhor maneira de encontrar grandes insights e idéias, conta o autor, é deixar as pessoas livres para tirar tempo livre e fazer coisas interessantes mas repetitivas, por algum tempo, durante os desafios.



quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Porque eu escrevo?


"Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida."

Clarice Lispector

As atitudes que executivos e funcionários podem tomar para alavancar carreira e negócios.

Fonte: http://oglobo.globo.com/economia/boachance/mat/2010/12/08/as-atitudes-que-executivos-funcionarios-podem-tomar-para-alavancar-carreira-negocios-923226824.asp
Por Ione Luques, com informações da CNN


RIO - Deixar de dar atenção às notícias ruins e marcar mais almoços de trabalho. Essas são algumas medidas sugeridas por especialistas para que profissionais tenham melhores resultados nos negócios. Diante da chegada de um novo ano e de uma extensa lista de obrigações que empresários e funcionários têm pela frente, muitas vezes a melhor tática é focar no que realmente irá produzir lucros, como mostra reportagem publicada no site da CNN. Para Verne Harnish, CEO da Gazelles Inc., empresa especializada em orientação para executivos, dar destaque a habilidades reconhecidas e desenvolver relações com o mercado são pontos que podem alavancar carreiras e negócios.

É preciso desviar a atenção das notícias ruins, diz Harnish, mas, em especial, àquelas relacionadas ao segmento em que a empresa está inserida e ao cenário econômico em geral. Ele sugere que os profissionais fiquem atentos às notícias positivas e às oportunidades que podem surgir a partir delas.
Também não adianta querer atirar para todos os lados e sair vendendo todos os seus produtos sem montar uma estratégia certeira, diz o executivo. Vale mais a pena interromper a venda de algumas das mercadorias ou serviços, ou adiar o lançamento de novas linhas, para focar os negócios naquelas de maior sucesso e mais conhecidas do público até acertar as contas.
Outra dica importante do executivo é: nada de fazer refeições sozinho. A hora do almoço é um bom momento para manter seu networking ativo, ter um contato maior com seus clientes e colaboradores e fechar bons negócios. Mantenha uma agenda regular de almoços de trabalho, sugere Harnish.
O sucesso da empresa não depende apenas das atitudes que seu presidente ou altos executivos irão tomar: o modo como trabalham seus funcionários e vendem a imagem da empresa e dos produtos no mercado são essenciais para o negócio dar certo.
Dispersão excessiva com temas não relacionados ao trabalho, se achar o dono da verdade, ser reticente a todas as ideias que lhe sejam sugeridas e ter uma visão limitada e acomodada a apenas ao que esperam de você não só prejudica o funcionário, como também a companhia como um todo, afirma Bruno Chamma, sócio da agência Kindle.
- Deve estar claro para o funcionário que o trabalho não é um local para entretenimento pessoal e que sua produtividade influencia diretamente seu crescimento profissional, além de afetar a empresa.
Ele ressalta que uma das coisas mais admiradas pelos gestores - e que certamente vai fazer bem à companhia - é a pró-atividade de sua equipe. Funcionários que sabem ouvir e julgar ideias e sugestões de terceiros, com bom senso, só trarão benefícios.
Gustavo Bastos, sócio-diretor da agência 11:21, acredita que, para seu próprio bem e da companhia, o funcionário precisar deixar de ser passivo quanto às suas necessidades em termos de treinamento e de especializações que lhe interessam. Também precisam parar de dar atenção àquelas pessoas que acham que o colaborador que é pró-ativo e pensa em inovação e no futuro da empresa é puxa-saco:
- Este tipo de atitude é um atraso de vida para a carreira do funcionário e para a empresa.
O empresário concorda que a hora do cafezinho ou do almoço deve ser utilizada para estreitar contatos e ampliar a rede de relacionamentos e não o momento para se reunir com colegas com o intuito de falar mal da empresa, do chefe ou dos colegas.
- É perda de tempo e energia que poderia estar sendo empregada em novas ideias para alavancar a carreira dos funcionários e trazer bons resultados para os negócios.
Segundo Bastos, o profissional não deve ter vergonha de dar valor ao seu trabalho e às suas realizações e receio de fazer marketing pessoal.
- Acredite. Seu chefe já passou por isso e sabe que é preciso se fazer notar para chegar onde você almeja. É preciso acabar de vez com a ideia de que ambição é ruim. Desde que seja com ética, caráter, bom humor e profissionalismo, ambição é ótimo e move o mundo.

EU quero SER livre PARA trabalhar! Luiz Gabriel Tiago @senhorgentileza


"Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome."

Clarice Lispector

Acredito na Felicidade no Trabalho!


"A felicidade aparece para aqueles que choram. Para aqueles que se machucam. Para aqueles que buscam e tentam sempre."
Clarice Lispector

Por isso...sonhe e viaje nos seus pensamentos. Faça o bem!



"Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão."

Clarice Lispector

Homenageada de hoje: CLARICE LISPECTOR - incomparável! Dedico as frases dessa fantástica mulher a todos vocês que buscam uma vida melhor e paz no seu ambiente de trabalho.


Abraços,

LUIZ GABRIEL TIAGO
@senhorgentileza

Hoje, 33 anos de morte de Clarice Lispector. Amanhã, completaria 90 anos de vida.

"Queria te contar um segredo, mas você se tornou um deles."


Clarice, parece tão viva entre nós!

Texto: FAÇA POR MERECER A GENTILEZA * Por Luiz Gabriel Tiago

Todo ser humano sabe até onde pode ir num contato com os outros sem extrapolar o bom senso e ferir a intimidade, mesmo porque as pessoas precisam saber separar e dividir o profissional da empresa do sujeito como pessoa. Tudo bem! Nem todos sabem disso. Tem gente que é bastante inconveniente, indiscreta e fofoqueira. Com certeza ainda escreverei sobre isso, pois é um assunto que não se encerra nunca e muito difícil de ser extinto nas empresas.
Os seres humanos têm sentimentos, não são irracionais (tem gente que não consegue pensar muito não). Sofrem, choram, têm problemas, têm família e é muito difícil desvincular o lado pessoal do profissional. Todos nós já tivemos momentos muito ruins e fomos ao trabalho cumprir nossa obrigação, mesmo com o desânimo mental nos forçando a ficar em casa e poder resolver as pendências.
Devemos reconhecer nas pessoas que trabalhamos a humanidade e amizade, mesmo que não possamos unir as duas vidas (pessoal e profissional) da forma que desejamos. Ambas nos exigem bastante dedicação fazendo com que nossas atividades sejam intensas e cheias de dissabores. Devemos colaborar para que seja aliviada de tanta tensão e possamos aproveitá-la ao máximo. Somos perecíveis e podemos nos deteriorar muito facilmente. Por isso, não podemos ajudar a degradar o que sentimos com a hostilidade e o menosprezo à emoção.
Como fazer então para não misturá-las? A resposta está dentro de cada um e é intransferível. Pode ser complexa ou bastante simples: com a construção do altruísmo e a (trans) formação de um bom caráter. A gente sabe quando as pessoas têm essas virtudes e qualidades.
É fácil ver que existem seres humanos dignos quando demonstram carinho e compaixão pela dor dos outros; apesar da empatia ser um mérito de poucos, deveria ser trabalhada nas corporações, pois é uma diretriz para a satisfação pessoal.
O discurso inflamado dos teóricos que persistem na separação das "vidas" nem sempre pode ser aplicado. Às vezes o problema é tão grave que não conseguimos deixá-lo do lado de fora da empresa. Aonde formos ele (o problema) estará lá. Sem querer ser pessimista, pois dissemino o altruísmo e positivismo, mas tento ser o mais realista possível para que todos entendam que não somos perfeitos e precisamos ainda de muito aprendizado.
A maturidade não é conquistada da noite pro dia, é um exercício contínuo e que exige muita habilidade.
Basta não se perturbar, pois levar os problemas conosco é normal e natural. Ninguém está imune a intempéries e dificuldades. Portanto, essa história é bastante relativa. Sem essa! Todo mundo tem o direito de chorar e se sentir frustrado durante o expediente! Todos podem se ausentar um tempo para respirar e tomar uma água. Nós que fazemos nosso tempo e sabemos quando é hora de arejar a cabeça.
Cabe ao bom líder saber conduzir com discernimento a situação e não produzir um sentimento de culpa em sua equipe, deixando o colaborador à vontade para se refazer e se sentir protegido pela empresa. Afinal de contas, ninguém produz sem estar num estado de espírito harmônico e tranquilo.
A gentileza está inserida nesse contexto e quase ninguém conhece realmente seu significado. Ser gentil requer bastante competência de se comunicar com bondade e caráter, esse último indispensável sempre. A benevolência produz um efeito cascata em todos os setores da vida como o equilíbrio e bem estar, ratificando o que todo líder precisa saber e tirando as máscaras daqueles que insistem na falsidade e mediocridade.
A humanização do trabalho começa por aí e perfazendo um caminho de sucesso em toda a corporação, pois todos sentem a necessidade de comungar da mesma filosofia.
Falar a mesma língua no ambiente corporativo é fundamental para sedimentar bons relacionamentos interpessoais e contribuir para o desenvolvimento harmônico das atividades.
Como falei no início desse texto, a resiliência é uma competência admirável nos dias atuais, pois todos nós temos que ser capazes de transpor as adversidades e encará-las como forma de crescimento indiscutivelmente. Devemos buscar forças para trabalhar com esmero e dedicação além de contribuirmos para o sucesso comum.
Se você é chefe, preste bem a atenção na próxima frase: se acha seu colaborador incapaz, treine-o! Delibere atividades, descentralize o poder e tente. Gerencie pessoas e os sentimentos para podê-los envolver na gestão dos processos e números. Assim não sentirá algo vazio na jornada do dia e contribuirá para o sucesso coletivo. Muitos esperam e dependem disso, pois o bom líder se sente atraído por aprender e depois obrigado a ensinar.
As equipes acabam se deteriorando e sendo exterminadas pelo fracasso na condução de mentes e sentimentos não entendidos. Cada um faz parte de uma conjuntura e sistema indivisíveis na tangente da estabilidade emocional e pessoal.
Digo, cada pessoa reage a estímulos de forma diferente e as reações aos problemas são as mais diversas. Não existe receita de bolo para isso muito menos um manual. O que vale nessas horas é usar o bom senso e saber ser ponderado no contato com outras pessoas.
Reforço a comprovada teoria de que recebemos aquilo que damos e ninguém pode contestar isso. Seja paciente, cauteloso e sensível aos que estão a sua volta e que, de certa forma, dependem de sua aprovação ou simplesmente de uma palavra amiga.
Um bom líder ou colega de trabalho precisa, em muitas das vezes, escutar mais do que falar.
Que isso sirva de exemplo para quem estiver lendo esse texto, independente da atividade que desempenha. Se você é líder ou chefe de uma equipe, gerente, superintendente, diretor, seja qualquer que seja o seu cargo, nunca se esqueça de que as pessoas têm sentimentos e não são máquinas. A escala de produção é movida pela racionalidade e capacidade de gerir emocionalmente. Todos querem carinho e almejam se sentir queridos.
Basta um pingo de solidariedade para se perceber a amizade. Basta um pouco de humanidade para movimentar uma equipe de forma favorável e ser lembrado sempre como um gestor que fez por merecer a posição que ocupa.


LUIZ GABRIEL TIAGO
twitter.com/senhorgentileza

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

TREINAMENTO no RIO DE JANEIRO com LUIZ GABRIEL TIAGO

Eu sinto! Sinto amor e GENTILEZA!


“Não dá para ensinar ninguém a sentir.”

(C.Azevedo)

Boa noite com Gentileza!



"Eu não existo longe do amor e da gentileza".

Luiz Gabriel Tiago
twitter.com/senhorgentileza

BOA EDUCAÇÃO, LIDERANÇA, MOTIVAÇAO

"Trate as pessoas como se elas fossem o que poderiam ser e você as ajudará a se tornarem aquilo que são capazes de ser."

Goethe

AMOR I LOVE YOU



AMO VOCÊS!

Beijos,

Luiz Gabriel Tiago
twitter.com/senhorgentileza

O CÍRCULO DO ÓDIO.....leiam! É perfeito para aplicar no TRABALHO.




Um diretor de empresa gritou com seu gerente porque estava irritadíssimo.

O gerente, chegando em casa, gritou com a esposa, acusando-a de gastar demais.

A esposa, nervosa, gritou com a empregada, que acabou deixando um prato cair no chão.

A empregada chutou o cachorrinho no qual tropeçara enquanto limpava os cacos de vidro.

O cachorrinho saiu correndo de casa e mordeu uma senhora que passava pela rua.

Essa senhora foi à farmácia para fazer um curativo e tomar uma vacina. Ela gritou com o farmacêutico porque a vacina doeu ao ser aplicada.

O farmacêutico, ao chegar em casa, gritou com a esposa porque o jantar não estava do seu agrado.

Sua esposa afagou seus cabelos e o beijou, dizendo:

Querido! Prometo que amanhã farei seu prato favorito. Você trabalha muito. Está cansado e precisa de uma boa noite de sono. Vou trocar os lençóis de nossa cama por outros limpinhos e cheirosos para que durma tranqüilo. Amanhã você vai se sentir melhor.

Retirou-se e deixou-o sozinho com seus pensamentos.

Neste momento rompeu-se o Círculo do Ódio!

Ele esbarrou na tolerância, na doçura, no perdão e no amor.

Se você está no Círculo do Ódio, lembre-se de que, com TOLERÂNCIA, DOÇURA, PERDÃO e AMOR, pode-se quebrá-lo, e você tem esse poder!

Não mude sua natureza. Se alguém te faz algum mal, apenas tome precauções. Alguns perseguem a felicidade, outros a criam. Preocupe-se mais com sua consciência do que com sua reputação. Porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, é problema deles.

Autor desconhecido

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Já abraçou seu colega de trabalho hoje? Se não...faz amanhã!



"Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar essa pessoa de nossos sonhos e abraçá-la."

Clarice Lispector

Luiz Gabriel Tiago em Ipanema, Rio de Janeiro. Dia de folga.

tava cansado...

"Quero assistir ao sol nascer, ver as águas dos rios correr, ouvir os pássaros cantar. Eu quero nascer. Eu quero viver. [e, férias também]"

Clarice Lispector

FAÇA ALGO!



"O sonho inspira, a esperança alimenta, a fé sustenta e a atitude realiza."

(Gilberto Cabeggi)

Proteja sua energia no trabalho * Por Elisa Tozzi


Brigas com o chefe, medo de perder o emprego e excesso de tarefas minam sua energia. Saiba como agir para não se sentir um trapo no fim do expediente

No cotidiano do escritório, algumas situações podem acabar com a produtividade, a criatividade e a motivação. E pior: colocam em risco sua saúde. Enfrentar um ambiente inseguro, estar sobrecarregado de trabalho ou ter brigas constantes com o chefe minam sua energia. Se o clima ruim se prolonga e o mau humor é parte do dia a dia na empresa, você tem um problema. Saiba quais são os principais "sugadores" de energia e descubra como lidar com eles. Acredite, há como se proteger.




INSEGURANÇA

SINTOMAS: Queda de produtividade e motivação. "Quem está inseguro não se concentra e desenvolve apatia e depressão", diz Guilherme Falchi, sóciodiretor da consultoria Hera Brasil. Esses fatores levam ao presenteísmo — quando o profissional está no escritório, porém seu rendimento é baixo —, pois a pessoa está mais preocupada com a manutenção do emprego do que com a qualidade do que faz.

COMO SAIR DESSA: Converse com os colegas e avalie o ambiente para entender se a insegurança é real ou uma paranoia. Se a instabilidade existir, a melhor saída é não se deixar afetar pelo clima ruim. Concentrando-se em seu trabalho, você fica bem com o chefe e rende mais.


SOBRECARGA DE TRABALHO

SINTOMAS: Nervosismo, irritabilidade e insônia. Uma bomba-relógio de estresse que desencadeia doenças cardíacas e gastrointestinais. Os danos para a saúde se refletem em baixa produtividade e falta de criatividade.

COMO SAIR DESSA: Roberto Heloani, professor de gestão, da FGV-SP, dá a dica: "Mostre para seu chefe que você também tem limites". Não deixe de conversar com seu superior para negociar a diminuição da sobrecarga, estabelecer prazos realistas e priorizar as atividades a serem concluídas. Fora do escritório, praticar um esporte três vezes por semana vai fazer uma grande diferença para sua qualidade de vida.



SENTIR-SE DESVALORIZADO

SINTOMAS: Baixa na autoestima e insatisfação com a empresa. Isso acontece quando você faz um ótimo trabalho e não recebe o devido reconhecimento.

COMO SAIR DESSA: Nas reuniões de feedback, mostre para seu chefe os projetos dos quais você se orgulha de ter realizado e pergunte se você mereceria ser premiado por isso. Descubra com seu gestor o que é necessário fazer para ter uma bonificação. Aos líderes, um conselho: pequenas atitudes ajudam a equipe a se sentir recompensada. Elogios sinceros e um café da manhã para comemorar o cumprimento de metas estimulam o time. Parece besteira, mas faz uma grande diferença.



CONFLITOS COM CHEFE OU COLEGAS

SINTOMAS: Isolamento, irritabilidade, estresse alto e depressão.

COMO SAIR DESSA: Ana Maria Rossi, presidente da Isma-Brasil, aconselha: "Nunca leve para o lado pessoal". O ideal é avaliar friamente a situação para entender qual é a gravidade do conflito. Você se sentiu exageradamente traído ou sua insatisfação tem fundamento? Se achar que tem razão, converse sobre a situação com o colega de trabalho que o magoou. Ficar remoendo o problema vai minar ainda mais sua energia. Os conflitos continuam? Procure ajuda para resolvê-los. Fale com seu chefe ou com uma pessoa de confiança dentro da empresa.



ESTAR NO CARGO OU EMPRESA ERRADA

SINTOMAS: Falta de significado no trabalho. Se os valores da empresa não batem com os seus, surge um conflito interno entre o que você gostaria de fazer e o que precisa fazer para garantir sua sobrevivência. "Isso prejudica a saúde mental e física de uma pessoa", diz Tânia Casado, professora de gestão de pessoas, da FIA.

COMO SAIR DESSA: Converse com a liderança ou com o RH para uma eventual realocação. Buscar uma atividade que o interesse em outra área pode ser a solução. Se o problema for com a cultura da empresa, não tem jeito. O ideal é mudar de emprego e encontrar um lugar que tenha valores semelhantes aos seus.

Fonte: http://vocesa.abril.com.br/desenvolva-sua-carreira/materia/proteja-sua-energia-trabalho-584530.shtml

TREINAMENTO: "Gentileza no Atendimento - A Ferramenta do Século 21" com Luiz Gabriel Tiago.



Caro Gestor,

Esse treinamento é baseado no princípio da Gentileza com duração de 2, 4 ou 8 horas. Dessa forma, não será necessário deslocar as equipes por muito tempo dos seus setores ou local de trabalho.

Porque não transformar o seu ambiente de trabalho num local harmônico e repleto de boa educação? Porque não favorecer sua equipe e estimulá-la a crescer junto com a empresa?

Essa é uma das propostas do encontro sobre a “Gentileza no Atendimento”. Você pode e deve incentivar essa prática para que seus colaboradores melhorem o rendimento e incrementem as vendas.

Pode ser realizado in company!

Contatos: (11)8235-9728    Email: luizgabrieltiago@gmail.com

Texto: HUMILDADE X FELICIDADE * Por Luiz Gabriel Tiago

Sempre pensamos que estamos prontos para tudo na vida e, principalmente, que sabemos o suficiente para resolvermos nossos problemas. Quem nunca se pegou dando conselhos a algum amigo e se sentiu o mais experiente (como sempre)? Essa ideia é muito natural, pois sempre passamos por atribulações que acabam fazendo com que a gente amadureça e aprenda pelo pior meio, que é o sofrimento. O importante nisso tudo não é se sentir o maioral e o onipotente; é saber aproveitar as mensagens que a vida deixou e (re) aprender com os desafios. Pois é, cada dia que vivemos é como se fosse um grande enigma a ser decifrado. E se pararmos pra pensar, podemos enlouquecer. Subtrair as tristezas e maximizar os momentos felizes é fundamental para o equilíbrio emocional e estabilizar nossas almas. Devemos encarar todas as horas como desafiantes a nossa inteligência e como teste de sobrevivência. Longe do pessimismo, quero enfatizar que nada sabemos até experimentarmos. Temos que vivenciar e provar das alegrias, frustrações, vitórias e derrotas. Para muitos que têm esclarecimento e discernimento, perder pode significar uma vitória. Sabe aquela coisa do “downsizing” que aprendemos nos livros e que é bastante atraente? Significa que muitas vezes precisamos perder literalmente para podermos recomeçar e fazer uma reavaliação de nosso comportamento e se estamos de acordo com nosso plano e sonhos traçados para o futuro.
Essas considerações são minimalistas e bastante egocêntricas, claro. Consideramo-nos os mais sofridos de todos os mortais e os nossos problemas sempre são os maiores do mundo. Mas, bem lá no fundo, sabemos que isso não é verdade. Pra ser bastante realista e desprovido de pragmatismo, nossa realidade é bastante diferente da dos outros.
Um dia conheci uma pessoa que me relatou seus problemas e fiquei estarrecido. Classificava-me como o mais sofrido dos mortais e, de repente, mudei de opinião e tive que refletir sobre a felicidade. Aliás, refleti sobre a tristeza que eu não sentia. Era feliz e não sabia. Aproveito para retificar: sou e sempre fui feliz. O otimismo é minha segunda pele hoje. Não posso e não sei viver sem ele mais. Acredito fielmente na capacidade de transformarmos nossas vidas e mudarmos o curso do destino, pois só temos dois caminhos a seguir: ou nos entregamos (pode ser um caminho sem volta) ou damos a volta por cima (é muito bom).
Outra coisa que aprendi (e pude comprovar isso) é que existem pessoas que têm muito mais experiência e sabedoria que a gente pensa. Como as pessoas amadurecem e aprendem com a própria vida! Os problemas dos outros não podem ser vividos e apreendidos por nós e vice-versa, mas como é interessante e mágico internalizar e ouvir conselhos sérios e comprometidos com o bom caminho.
As empresas estão exigindo cada vez mais de seus profissionais colaboradores e a pressão aumenta consideravelmente – sempre. Alcançar os resultados e ultrapassar as metas são quesitos decisivos pela manutenção de uma posição dentro da corporação. Mas isso, até então, não seria motivo para que os seres humanos se distanciassem uns dos outros e rivalizarem como se fossem gladiadores num dia de fúria. A não ser que algo de errado aconteça internamente e promovam essa instância de discórdia e desunião. Na maioria das vezes os erros não são dos procedimentos ou das normas exigidas pelas empresas. Pelo contrário, muitas delas se preocupam com essas questões e pretendem humanizar o espaço de trabalho e beneficiar suas equipes da melhor maneira possível. O problema vem dos seres humanos que ali ficam oito, dez, doze ou mais horas diárias – e não precisam, necessariamente, ocupar cargos de chefia ou liderança. Podem se sentir sobrecarregados e começarem a negligenciar sua postura perante as outras pessoas.
A falta de diálogo (sincero) e a ambição fazem que com a concorrência seja injusta e essa busca (por não sei o quê) desenfreada por um lugarzinho ao sol. Todos querem chegar lá e não sabem como fazê-lo. Esquecem-se de que a competência e dedicação são fundamentais para isso e que, ao invés do estresse, deveriam ter confiança para poderem sobreviver nas corporações.
Bons profissionais sabem que o reconhecimento é adquirido com bastante comprometimento, estudo e persistência e, além de tudo, muita ética e dignidade. Esses valores são fundamentais para o crescimento íntegro e verdadeiro dentro e fora do local de trabalho. Os esforçados de verdade não precisam se preocupar. O próprio mercado se encarrega de fazer a seleção e exterminar as ervas daninhas.
Com o tempo passamos a ver que as pessoas são capazes de qualquer coisa para alcançarem seus objetivos. Fazem e falam o que querem em qualquer momento ou circunstância. Não se preocupam com os colegas e “atacam” a todo instante. Armam ciladas ou motins, além de formarem grupos para “minar” os bons profissionais. As palavras e os discursos têm que ser bem dosados para não causar raiva e incômodo no ambiente de trabalho, pois podem ferir e comprometer o rendimento dos colaboradores - líderes ou liderados.
O jogo nunca estará perdido se tivermos paciência e considerarmos a velocidade absurda que as informações circulam, afinal estamos num mundo globalizado e supostamente civilizado. Todos que são empenhados precisam acompanhar as orientações pontuais e a avalanche de “sugestões” que são impostas. A boa educação e o caráter deverão ser utilizados como guias para a boa conduta e nortear aqueles que realmente desejam vencer com dignidade e competência. Esse último – o caráter – deve ser acompanhado pelos gestores para que ninguém seja corrompido e integrado ao grupo do contra. As virtudes e qualidades geralmente são deixadas de lado quando algum indivíduo almeja “vencer” algum desafio e não se preocupa com ninguém que esteja a sua frente.
Portanto, defendo o profissional completo, ou seja, aquele que é competente tecnicamente, é capaz de racionalizar emocionalmente e tem a habilidade de se colocar no lugar do outro.
Acabamos nos tornando imunizados ou anestesiados com as dificuldades e pedras do percurso. Os problemas estão aí e devem ser resolvidos e não dá mesmo para fugir deles.
A mensagem que quero deixar é de otimismo e paz. Pretendo transmitir a segurança interior e capacidade que cada um de nós tem em mudar as coisas. Podemos e devemos fazer as melhores escolhas e não ter medo de errar. Acertar sempre seria excelente, mas infelizmente só aprendemos quando erramos.


LUIZ GABRIEL TIAGO
twitter.com/senhorgentileza

Ai que vontade de SER FELIZ!!!!!

Queria dividir meu otimismo com vocês!


Hoje eu estou um pouco Clarice Lispector:

"Ando tão ocupada em ser feliz que não tenho tempo pra mais nada".

Abraços,

Luiz Gabriel Tiago
twitter.com/senhorgentileza

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Gente, ser feliz é possível! Seja no trabalho, em casa, enfim..



"Louco é quem não procura ser feliz com o que possui."

(Mário Quintana)

O texto abaixo "Exterminando a Solidão" foi razão para alguns comentários polêmicos. Por isso, resolvi postá-lo novamente, já que causou tanta indignação.



Por favor amigos, me digam o que tem de tão extraordináro nesse texto. Ele está tão ofensivo assim? Deixem seus comentários!

Agradeço a visita de todos e continuo aceitando os comentários. Afinal, o Gentileza é um blog democrático e a cordialidade e boa educação é daqueles que sabem se comportar e se colocar no lugar dos outros.

Abraços e sucesso!

Luiz Gabriel Tiago


Exterminando a Solidão * Por Luiz Gabriel Tiago

Está claro como água que se tropeçar, o problema será seu e de mais ninguém. Não interessa ao mundo o que acontece com você, pois você é único em sua existência e está disposto a acertar. O acerto está escrito e já decretou isso, pois suas determinações são soberanas.
Nem pensar em errar, já não se acha tão novo para delatar a sua vida assim. Não se exponha mais. Essa história de aprender com os erros já era para você. Agora só vai atingir o alvo de forma certeira, pois sua mira está aguçada e a gana pela harmonia pessoal é muito forte.
Inclusive, resolve se dedicar a alguma filosofia de vida ou religião para se reencontrar com Deus. Não que tenha perdido a fé. Mas acha na verdade que ela foi dar um passeio logo ali e acabou de voltar.
A sua esperança também se afastou por uma temporada, mas segurem-se quem puder, pois você deu um tropeção nela no meio da confusão, fizeram as pazes e juras de amor eterno. Assim sempre terá motivação para viver e não renunciar. Deixe que os outros desistam e sejam vencidos pela lassidão.
Que falem o que quiser, mas já é uma nova pessoa e tem pena de quem não é igual a você. Promete mentalmente que ajudará a todos que precisarem, afinal a solidariedade é nata e como não é egoísta, pretende dividir seu sucesso com todos. E sabe que vai ter muitas vitórias e colherá frutos recheados de um delicioso sabor de riqueza.
Planeja preparar uma grande festa para ser coroado diante de todos. A sua coroa não é a soberba ou vontade de humilhar ninguém. Quer que todos admirem sua determinação e garra e mostrar que a sua vida mudou. É rei enfim e pretende assumir sua posição permanentemente.
Seu trono é o triunfo de muitas conquistas baseadas no trabalho, garra e determinação. Sua majestade possui o comando e as rédeas da situação. A condução de sua vida é somente sua.
Você foi capaz de decifrar as esfinges, vencer as dificuldades e dar a volta por cima. E quanta poeira se fez durante esse período. E quem se levantou foi você e se ergueu em riste. Agora só existem neblina e obscuridade diante das coisas ruins. Não enxerga mais o mal e não deseja a mesquinharia. Só consegue avistar aqui, milhas adiante e à velocidade da luz. Avante forte desbravador! Esse é o seu lema e a sua bandeira é o amor e não se canse de defendê-los e tomá-los como lei para sua casa, família e trabalho. Sua forma de pensar faz parte da realização pessoal e concretize seu raciocínio e sapiência.
Ops! Sente um vazio dentro do peito e quer preenchê-lo imediatamente. Segue sua intuição e descobre o que incomoda: ainda não recuperou a pessoa amada que também foi embora naquele tempo que fazia o que os outros queriam. Não espere até amanhã para recuperá-la. Faça-o agora mesmo e devolva ao seu coração a energia primordial da humanidade.
Delibere-se resgatar sua vaidade e deixe o orgulho banal de lado. Ninguém vive sozinho, muito menos você. Você será mais forte na companhia daquela pessoa e sabe que dividir a alegria é muito bom. Vale à pena rever as imaturidades do relacionamento e dar valor aos momentos de alegria que foram muito maiores e valorosos.
Só os imbecis valorizam os erros e defeitos. Seja superior e não vandalize o querer. Não marginalize o companheirismo e a espiritualidade. Nem pensar em envelhecer solitário, muito menos em destruir seu pedacinho de afeto e ternura. A reconstrução da sua família será fundamental nessa nova fase que será eterna. Seu coração tem vontade própria e quer ser feliz.
Você é uma grande rocha vitalícia que se transformou com o tempo e nunca se acaba. A pedra é perpétua e não possui face, a não ser que você a esculpa com suas mãos e a desenhe da forma que quiser. Dê vida a ela e veja como tudo é tão bom. Você é assim agora e conseguiu se transformar no que é mais belo. Um ser forte e capaz de enfrentar os obstáculos, admirar o sol e sorrir para o mundo. Não é qualquer um que pode sentir a alegria nas crianças, o perfume das flores e a importância da amizade. Sede gentil contigo. Sede gentil com a vida.

 
LUIZ GABRIEL TIAGO
twitter.com/senhorgentileza

PENSE BEM!



"Pensar é um ato, sentir é um fato."

Clarice Lispector

BOA SEMANA!


"Desistir é uma solução permanente para um problema temporário."

James MacArthur