quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

As atitudes que executivos e funcionários podem tomar para alavancar carreira e negócios.

Fonte: http://oglobo.globo.com/economia/boachance/mat/2010/12/08/as-atitudes-que-executivos-funcionarios-podem-tomar-para-alavancar-carreira-negocios-923226824.asp
Por Ione Luques, com informações da CNN


RIO - Deixar de dar atenção às notícias ruins e marcar mais almoços de trabalho. Essas são algumas medidas sugeridas por especialistas para que profissionais tenham melhores resultados nos negócios. Diante da chegada de um novo ano e de uma extensa lista de obrigações que empresários e funcionários têm pela frente, muitas vezes a melhor tática é focar no que realmente irá produzir lucros, como mostra reportagem publicada no site da CNN. Para Verne Harnish, CEO da Gazelles Inc., empresa especializada em orientação para executivos, dar destaque a habilidades reconhecidas e desenvolver relações com o mercado são pontos que podem alavancar carreiras e negócios.

É preciso desviar a atenção das notícias ruins, diz Harnish, mas, em especial, àquelas relacionadas ao segmento em que a empresa está inserida e ao cenário econômico em geral. Ele sugere que os profissionais fiquem atentos às notícias positivas e às oportunidades que podem surgir a partir delas.
Também não adianta querer atirar para todos os lados e sair vendendo todos os seus produtos sem montar uma estratégia certeira, diz o executivo. Vale mais a pena interromper a venda de algumas das mercadorias ou serviços, ou adiar o lançamento de novas linhas, para focar os negócios naquelas de maior sucesso e mais conhecidas do público até acertar as contas.
Outra dica importante do executivo é: nada de fazer refeições sozinho. A hora do almoço é um bom momento para manter seu networking ativo, ter um contato maior com seus clientes e colaboradores e fechar bons negócios. Mantenha uma agenda regular de almoços de trabalho, sugere Harnish.
O sucesso da empresa não depende apenas das atitudes que seu presidente ou altos executivos irão tomar: o modo como trabalham seus funcionários e vendem a imagem da empresa e dos produtos no mercado são essenciais para o negócio dar certo.
Dispersão excessiva com temas não relacionados ao trabalho, se achar o dono da verdade, ser reticente a todas as ideias que lhe sejam sugeridas e ter uma visão limitada e acomodada a apenas ao que esperam de você não só prejudica o funcionário, como também a companhia como um todo, afirma Bruno Chamma, sócio da agência Kindle.
- Deve estar claro para o funcionário que o trabalho não é um local para entretenimento pessoal e que sua produtividade influencia diretamente seu crescimento profissional, além de afetar a empresa.
Ele ressalta que uma das coisas mais admiradas pelos gestores - e que certamente vai fazer bem à companhia - é a pró-atividade de sua equipe. Funcionários que sabem ouvir e julgar ideias e sugestões de terceiros, com bom senso, só trarão benefícios.
Gustavo Bastos, sócio-diretor da agência 11:21, acredita que, para seu próprio bem e da companhia, o funcionário precisar deixar de ser passivo quanto às suas necessidades em termos de treinamento e de especializações que lhe interessam. Também precisam parar de dar atenção àquelas pessoas que acham que o colaborador que é pró-ativo e pensa em inovação e no futuro da empresa é puxa-saco:
- Este tipo de atitude é um atraso de vida para a carreira do funcionário e para a empresa.
O empresário concorda que a hora do cafezinho ou do almoço deve ser utilizada para estreitar contatos e ampliar a rede de relacionamentos e não o momento para se reunir com colegas com o intuito de falar mal da empresa, do chefe ou dos colegas.
- É perda de tempo e energia que poderia estar sendo empregada em novas ideias para alavancar a carreira dos funcionários e trazer bons resultados para os negócios.
Segundo Bastos, o profissional não deve ter vergonha de dar valor ao seu trabalho e às suas realizações e receio de fazer marketing pessoal.
- Acredite. Seu chefe já passou por isso e sabe que é preciso se fazer notar para chegar onde você almeja. É preciso acabar de vez com a ideia de que ambição é ruim. Desde que seja com ética, caráter, bom humor e profissionalismo, ambição é ótimo e move o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo (a) ao Blog do Sr. Gentileza - 06 anos no ar!

Aqui também é casa de gente gentil. Leia, acompanhe, participe e deixe suas mensagens :-)

Sinta-se à vontade em compartilhar a prática da Gentileza na sua vida, no trabalho e na sociedade.

Abraços,

Sr. Gentileza

Obs: Suas mensagens são muito bem vindas, mas identifique-se. Os comentários anônimos não serão aceitos.