sábado, 26 de junho de 2010

A DISCIPLINA * Por Luiz Gabriel Tiago

A disciplina nos obriga a termos um comprometimento muito grande com nossas atividades diárias, sejam elas simples, rotineiras ou bastante complexas. Desde a hora do despertar - que geralmente é muito cedo - até a hora que vamos deitar e descansar o corpo precisamos nos propor regras de conduta e atuação na vida. Aqui friso a importância de descansar a mente também, pois é bastante desconfortante quando a cabeça não para de funcionar. O relaxamento mental proporciona bem estar e facilita as escolhas quando precisamos tomar decisões e atitudes.
Ao acordarmos com disposição devemos crer que tudo dará certo naquele dia, pois estamos comprometidos com nosso "eu", nossa sociedade, família e com a produção que a empresa almeja. Somos designados a fazer o melhor e cumprir a risca os deveres que são embutidos na carga diária, que geralmente é bastante intensa. De forma alguma estou dizendo que isso seja ruim, pelo contrário. A disciplina particular - de cada um - nos impõe responsabilidade e comprometimento com o que é certo.
É recompensador sabermos que chegamos no horário correto ao trabalho, mantivemos um bom relacionamento com os demais colaboradores e líderes e que pudemos produzir bastante. A sensação de realização é o fruto de toda uma dedicação que começa com a disciplina desde o início das atividades até o momento que encerramos nosso expediente profissional. Para muitos as tarefas ainda continuam em casa quando precisamos organizar nosso espaço familiar, cuidar dos filhos e planejar o orçamento.
A dedicação pessoal já começa ao amanhecer, assim que despertamos. Sei que não é tão fácil acordarmos muito cedo, encararmos o trânsito engarrafado e termos que lidar com a sensação de que nem saímos da empresa. O cansaço matinal é bastante comum, principalmente para aqueles que moram nas grandes cidades. Muitas pessoas perdem horas por dia dentro da condução em direção ao local de trabalho e alguns até aproveitam para dormir ou colocar em dia a leitura de algum livro ou jornal. Ok! Também não é nem um pouco estimulante se pensarmos dessa forma, parece uma avalanche de desânimo e assim acabamos atraindo a preguiça e a vontade de voltar para casa (quem nunca pensou em fazer isso ao caminho do trabalho?).
O pensamento voltado para a produção de coisas boas para o mundo deve ser mantido em nossas mentes e, sem dúvida alguma, nos ajudará a continuar e persistir. Felizmente temos um local para desempenhar nosso trabalho e nos sentirmos realizados profissionalmente. "Ah! E a recompensa disso tudo?" - você pode perguntar. Não existe somente uma recompensa; existem várias formas de se sentir "pago" por isso. Basta uma reflexão pessoal que vasculhe seu consciente e te mostre a real situação. A colheita de um bom trabalho surge através do sentimento de algo pronto, produzido, realizado. A satisfação de todo o empenho aparece através do pagamento no final do mês. E, além disso tudo (que já não é pouco), basta pensar em quantas pessoas gostariam de estar em seu lugar e invejam a movimentação corriqueira do cotidiano. Pense em quantos desempregados existem pelo mundo, responda a essa questão e depois discuta sobre seus argumentos.
É lógico que teorias positivistas não ajudam muito e não são funcionais para a gente. Além disso, não me incluo nessa corrente e nem me identifico com ela. Eu mesmo encaro todos os dias esses exercícios e me obrigo a pensar em todos esses itens. A disciplina gera reconhecimento por parte de seus colegas de trabalho, de toda a empresa e, principalmente, por sua família e por si próprio. Aí, não existe mais argumentação, principalmente se disciplinarmos nosso pensamento e resistirmos ao pessimismo, agindo conforme a lei da atração e decidirmos encontrar o sucesso. Sem organização pessoal através da disciplina (física e mental) não atingiremos o alvo muito menos teremos auto-reconhecimento. Devemos nos exigir dedicação para o pensamento positivo e saber administrar nosso maior bem: nosso conhecimento.
Vale a pena todo o esforço e sacrifício diários; existe luz no fim do túnel e o otimismo nos guia em direção a ela. Tudo pode se tornar espontâneo se enxergarmos os sacrifícios como investimento para a tranqüilidade no futuro, quando enxergados com leveza e se subtrairmos os obstáculos que porventura aparecerem. Nós, seres humanos, criamos diariamente várias dificuldades que nos impedem de cumprirmos a risca o manual da disciplina. Mas se conscientize de que nunca poderá ser cobrado de alguma coisa se você foi realmente dedicado e disciplinado à tarefa. Os elogios e o reconhecimento pelo seu empenho serão colocados à frente de uma forma bem prazerosa e geradora de satisfação pessoal.
Desenvolva suas atividades com afinco, prazo, capricho e tente alcançar a perfeição, por mais que saibamos que isso seja difícil. Porém, é aconselhado que nossas tarefas sejam feitas de forma impecável, merecedoras de admiração e que sirvam como referência para o futuro.
Essas dicas servem para todos os aspectos de sua vida, sejam pessoal ou profissional e podem ajudar aqueles que, de alguma forma, são “bombardeados” todos os dias por seus chefes ou colegas de equipe.
As suas qualidades latentes como honestidade, bom caráter, sinceridade e gentileza serão deslumbradas automaticamente, pois ninguém poderá contestá-las se não deixar rastros de sujeira ou indisciplina. Assim, ninguém deverá ir contra os fatos, muito menos questionar qualquer coisa. Agindo corretamente, nunca seremos julgados e condenados por algo que não cometemos.
Sendo direito e reto com sua empresa e vida pessoal, colherá frutos maduros rapidamente e sem precisar esperar por muito tempo. Os resultados positivos costumam ser rápidos quando nos dedicamos com firmeza e disciplina. Precisamos doutrinar nossos pensamentos para que possamos trabalhar corretamente, sermos metódicos e nos capacitar para estruturar nossas vidas. Isso só ajudará para que os problemas sejam minimizados ou até mesmo evitados. Muito melhor retini-los a ter que resolvê-los em momentos de crise. Lembre-se de que quando eles aparecem, sempre vêm juntos, ou seja, reunidos em grupos. Parece que combinam isso e podem ganhar uma força capaz de desestabilizar qualquer cabeça pseudo-equilibrada.
Sugiro que faça uma experiência. Comece hoje mesmo a praticá-la (a disciplina). Se permita esse teste, dedique-se, comprometa-se e recupere o tempo perdido. Dê início a essa reflexão e aplique-a de forma saudável a sua vida.

 
LUIZ GABRIEL TIAGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo (a) ao Blog do Sr. Gentileza - 06 anos no ar!

Aqui também é casa de gente gentil. Leia, acompanhe, participe e deixe suas mensagens :-)

Sinta-se à vontade em compartilhar a prática da Gentileza na sua vida, no trabalho e na sociedade.

Abraços,

Sr. Gentileza

Obs: Suas mensagens são muito bem vindas, mas identifique-se. Os comentários anônimos não serão aceitos.