quinta-feira, 29 de outubro de 2009

HARMONIA SIMPLESMENTE (no trabalho)

Acredito que a maioria das pessoas está em busca de paz e harmonia, principalmente em seu ambiente de trabalho. Enfrentamos problemas familiares, de relacionamento, na rua, no trabalho e o que precisamos, na verdade, é de paz para tomar decisões e não nos abatermos.
Dispensamos muitas horas de nossas vidas nos dedicando as empresas que trabalhamos e acabamos formando uma outra família: os colegas que dividimos momentos importantes de nosso crescimento profissional se agregam a nossa vida e acabam fazem parte de nossa história pessoal. Seria tão injusto conosco se fôssemos obrigados a compartilhar horas do nosso dia com pessoas que mal te cumprimentam, te ofendem ou, simplesmente, te ignoram. Não está correto isso e devemos fazer de tudo para buscar e proporcionar um local de trabalho saudável e harmonioso.
Essa missão não é impossível, desde que não esperemos que o outro tome a atitude de ser cordial ou humano. Faça a sua parte agora mesmo e não deixe para depois. Não é nem um pouco difícil dizer “Bom dia”, “Como vai?”, “Muito obrigado”, “Por favor”. Então, porque que as pessoas insistem em querer passar umas por cima das outras, se sentirem ameaçadas (como se existissem onças pintadas ou sucuris à solta nas empresas), formarem grupos para motins e fofocas? Talvez não estejam engajadas realmente na missão da empresa, seja ela qual for.

Devemos lembrar também que nossos cargos não são vitalícios e que podemos ser substituídos a qualquer instante. Basta que algum bom profissional perceba que as ervas daninhas existem para querer exterminá-las. É lógico que o líder pode tentar uma reconciliação com esse(s) colaborador (es) e promover uma mudança de comportamento. Essa transformação deve acontecer internamente para que realmente valha a pena todo o investimento. Vale ressaltar que a confiança da equipe deve ser reconquistada para que esse indivíduo seja reintegrado ao círculo positivo da empresa.
Apesar de não ser o enfoque do artigo, reforço que existem várias alternativas de recuperação de um membro da equipe antes de sua demissão; basta uma boa percepção gerencial para promover uma reciclagem ou reaproveitamento em outro setor.
Acredito que todos devem seguir e se espelhar nos bons exemplos. Não podemos nos guiar e nos basear em pessoas que insistem em boicotar a empresa, reclamar o tempo inteiro ou não querem honrar o compromisso que assumiram na hora da contratação.
Faça a sua parte! Seja gentil e cortês com seus companheiros de jornada para que receba o mesmo tratamento. Devemos querer que as pessoas sejam pontualmente humanas e dignas de respeito e solidariedade.


Vamos começar?



LUIZ GABRIEL TIAGO

Pensamento para início do dia

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Não menospreze as pessoas

Todo mundo tem defeitos e qualidades. Todo mundo erra, acerta, tenta de novo, enfim... O importante é continuar no caminho certo e vencer todos os obstáculos que porventura aparecerem. A vitória vem por méritos próprios e não por causa dos outros. O esforço pessoal é guia para o sucesso e a disciplina individual é marcante quando almejamos alcançar o sucesso profissional. Tudo bem que você conheça alguém influente que possa te mostrar saídas e “facilitar” as circunstâncias – mas as dificuldades, quando aparecem, somos nós que devemos superá-las e nossa competência é testada nessa hora e a capacidade de superação pode ser nossa guilhotina então.
Não é tão difícil superar as intempéries de nossa jornada turbulenta. Uma dose de bom humor, esperança, otimismo e resiliência são os ingredientes perfeitos para o sucesso. Basta juntá-las no seu rol de objetivos e determinar que as seguirão como um manual de sobrevivência na via crucis do crescimento profissional.
Qualquer sujeito se rende a pessoas que conseguem sorrir e ver a beleza nas coisas mais simples. A mais intolerante das pessoas acaba sendo vencida pelo cansaço por aquela que se mostra determinada, segura e com bastante leveza de espírito.
Não é correto querer crescer e aparecer à custa daqueles que se dedicam de corpo e alma por uma vida profissional decente. A dignidade começa quando somos capazes de agir com retidão e ética. É tão desagradável quando ouvimos alguém dizendo que não gosta de fulano ou beltrano. É tão desconcertante saber que alguém pode ser trapaceado pelo simples prazer de ver a competência da pessoa destruída. O que se destrói na verdade é a dignidade desses crápulas que agem assim. Esse tipo de sujeito é mais comum do que imaginamos. Pode ser que estejamos cercados por eles e não nos demos conta ainda. A dignidade e a competência do ser humano são natas. Ninguém mata ou rouba! Podem até tentar, mas nunca chegam aos pés desses trabalhadores imbuídos no desejo de crescer e fazer bem o seu serviço.
Parabenizo aqueles que se importam realmente com o sentimento do outro companheiro. Por menos que se goste daquela pessoa, ninguém tem o direito de menosprezar a capacidade de qualquer um que seja muito menos maltratar ou se desfazer do seu modo de pensar e agir, a não ser que comprometa a saúde dos projetos e metas propostas. Todos nós somos inteligentes e capazes de desenvolver várias habilidades, principalmente a humildade e gentileza. O início pode ser complicado, mas vale à pena tentar. É gratificante a sensação de que pode ter feito algo e realizado bem suas atividades, além de colaborar para o crescimento de alguém.
Se você é chefe, preste bem a atenção na próxima frase: se acha seu colaborador incapaz, treine-o! Delibere atividades, descentralize o poder e tente. Gerencie pessoas e os sentimentos para podê-los envolver na gestão dos processos e números. Assim não sentirá algo vazio na jornada do dia e contribuirá para o sucesso coletivo. Muitos esperam e dependem disso, pois o bom líder se sente atraído por aprender e depois obrigado a ensinar.


Luiz Gabriel Tiago

SIM, EU ACREDITO EM FINAIS FELIZES.


Prezados amigos,

É mágico podermos acreditar no sucesso e esperarmos a felicidade.

Paz para todos vocês!

Luiz Gabriel Tiago

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

SEI SIM

Sei lá (A vida tem sempre razão)

Miucha, Tom Jobim, Vinicius de Morais e Toquinho



Tem dias que eu fico pensando na vida
E sinceramente não vejo saída
Como é por exemplo que dá pra entender
A gente mal nasce e começa a morrer
Depois da chegada vem sempre a partida
Porque não há nada sem separação
Sei lá, sei lá,
A vida é uma grande ilusão
Sei lá, sei lá
Eu só sei que ela está com a razão
Sei lá, sei lá
A vida é uma grande ilusão
Sei lá, sei lá
Só sei que ela está com a razão
Ninguém nunca sabe
Que males se apronta
Fazendo de conta
Fingindo esquecer
Que nada renasce antes que se acabe
O sol que desponta tem que anoitecer
De nada adianta ficar-se de fora
A hora do sim é um descuido do não
Sei lá, sei lá
Eu só sei que é preciso paixão
Sei lá, sei lá,
A vida tem sempre razão
Sei lá, sei lá
Só sei que é preciso paixão
Sei lá, sei lá,
A vida tem sempre razão
Sei lá, sei lá,
Sei lá, sei não!



Prestem bastante atenção na letra dessa música e percebam como continua bastante atual. Os compositores-poetas escreviam com a alma e sabiam com propriedade o que sentiam. Ninguém escreve aquilo que não percebe. É impossível traçar linhas sem conhecimento de causa e transmitir veracidade e energia.


Quem de nós nunca parou para pensar na vida e chegou à conclusão de que não havia saída para alguns problemas? Todos nós passamos por isso e como disseram os poetas:



"Sei lá...”



A vida não é uma grande ilusão e devo discordar dela, pois somos aquilo que queremos ser. Somos exatamente aquilo que determinamos e escolhemos para nosso caminho. O bem ou o mal que fazemos e não nos esquecemos de nada. Ninguém se esquece de nada mesmo.



"Que males se apronta fazendo de conta fingindo esquecer"



Pretendemos passar por cima das coisas e pessoas sem ter noção do que podemos causar em nosso futuro.


Para a vida não ser ilusória, devemos colocar os pés no chão e desfrutar de nossa sabedoria. Em outro artigo escrevi sobre a Disciplina (uso letra maiúscula para essa palavra para denotar sua importância em tudo que realizamos) e não podemos preteri-la - em hipótese alguma. Com discernimento e a busca pelo engrandecimento interior podemos influenciar nossas atividades e mobilizar as pessoas.


Transfira essa mensagem para a empresa que trabalha e aja com entusiasmo e perseverança. O talento interior para lidar com essa conjectura pode levar ao sucesso em todos os âmbitos.


Agradeço a eles por essa letra incrível, pois me fez (re) pensar a vida e enxergá-la de outra forma. Com certeza não foi pessimista, só quis dizer que, existe sim solução para tudo.



"A vida tem sempre razão".



GENTILEZA É...


Se permitir ficar quieto quando não quer conversar com ninguém.

Luiz Gabriel Tiago

(RE)COMEÇO COM PULSO FIRME - SEJA GENTIL COM SUA VIDA

Sempre há tempo para repensarmos nossos feitos, principalmente quando não nos sentimos realizados profissionalmente ou nos sentimos incapazes e desabilitados para a vida. É praticamente impossível desassociar a satisfação pessoal da profissional e vice versa (não é tão simples assim deixar os problemas do lado de fora da empresa). Mas esse sentimento é natural e inerente as pessoas que são guiadas pela natureza e ponderação. A racionalidade não acontece somente quando tomamos uma decisão centrada ou correta diante da necessidade – ela está presente naqueles que precisam de bem estar psíquico para viver. Porém deve ser convertido e servir de estímulo para uma mudança rápida, pois as revoluções para o bem são sempre bem vindas e devemos estimular essa alteração de vez em quando. As pessoas ao redor que são detentoras de habilidade para detectar essa urgência, devem se movimentar e ajudar ao desprovido de ânimo nesse instante. Apesar de serem cada vez mais raras, sem condená-las, pois são dirigidas pela burocracia, essas pessoas ou líderes ainda existem por aí.

Conhecemos indivíduos que gostariam de estar em nossos lugares e nos invejam por termos um emprego simplesmente e vivemos reclamando de tudo. Nunca estamos satisfeitos com nossas condições, mas o correto é lutar para revitalizá-las e aparar o que for necessário. Nada é alcançado sem esforço ou sacrifício e somente temos aquilo que merecemos e buscamos. Uma busca, digo particularmente, cansativa e que exige muita dedicação e empenho. Em outro artigo escrevi sobre a disciplina e ela se aplica nisso também. Somos obrigados a nos exigir impulso e energia para sobrevivermos e transformarmos nossos sonhos em realidade. Nesse caso, devem gerar objetivos e metas e temos que traçar planos para chegarmos até eles. No início tudo parece muito difícil e pensamos em desistir. Mas, porque desanimarmos se esperamos uma recompensa? O troféu de todo esse esforço são a nossa vitória e os frutos maduros que colhemos com o passar do tempo. Esse tempo não deve ser mensurado em dias, meses ou anos. Ele pode ser calculado instantaneamente e podemos nos compensar com cada segundo respirado com dedicação e trabalho. Todos os segundos são levados em consideração quando pensamos na vida como um todo e ela (a vida) passa como um piscar de olhos.

Então vamos analisar a vivência dentro de uma empresa. As corporações exigem resultados em todos os momentos e as etapas devem ser cumpridas diariamente. Por isso digo que não podemos trabalhar hoje para conquistarmos algo depois de alguns anos. Vide que não faço conjecturas sobre o futuro. Ressalto os resultados imediatos, pois é isso que o mercado de trabalho ambiciona e espera de nós. Desempenhamos tarefas exaustivamente e cansamos nossas mentes e corpos. Portanto, devemos aproveitar todas as oportunidades que surgirem para relaxarmos e direcionarmos o consciente numa corrente positiva e otimista. Dedicar algum tempo à família e as atividades que proporcionam descanso mental são fundamentais nessa etapa.

Se chegarmos a essa altura do campeonato e nos sentimos cansados - mas nunca desistimos - devemos raciocinar e refletir sobre o que queremos. Sei que sabemos os nossos anseios e disputamos boas colocações todos os dias nesse meio desenfreado. Já alcançamos algo por isso. Conquistamos espaço e temos peso no mercado. Se o desânimo nos abater, devemos recomeçar, pois nunca é tarde para isso. Aliás, nunca é tarde para nada. A desistência é que não pode dominar nossas cabeças e talento adquirido com a experiência. Ninguém é capaz de subtrair aquilo que aprendemos, pois somos indivíduos com sensações e vivências únicas. Digo que tudo o que vivemos é pessoal e intransferível.

Todos nascem com inteligência e potencial para alguma coisa. Conhecemos pessoas que mal sabem ler e escrever e, mesmo assim, desenvolvem habilidades que, mesmo que tentemos, não conseguiríamos obter com o mesmo êxito.

Já se imaginou cuidando muito bem de crianças como as babás e criando um vínculo extremamente forte com suas famílias? Já se imaginou trabalhando em cemitérios enterrando pessoas e conseguir dormir normalmente todas as noites? Pense agora naqueles profissionais que arriscam suas vidas como os bombeiros e policiais. São pessoas que detêm competências natas e que desenvolvem suas atividades com toda a dedicação e esmero como você que está lendo esse texto, independente de sua vocação ou habilidade.

Pois bem, existem pessoas que fazem isso e gostam muito. Pena que muitos se depreciam por se acharem velhos demais ou sem dom para nada.

O começo (ou recomeço) para muitos pode ser complicado principalmente quando elencam muitos obstáculos e dificuldades para tentarem dar uma guinada em suas vidas, principalmente quando reclamam que ou nunca têm tempo ou que não vão ter o apoio da família. Dizem que existem pessoas que dependem de sua dedicação como os filhos ou os pais por serem muito velhos. Não encontram solução ou saída para voltar a estudar e, muitas vezes, ainda precisam ser alfabetizadas. As possibilidades de esse projeto dar certo são muito maiores do que os empecilhos que promovem, pois parece que seus problemas são maiores que os de outras pessoas.

Conheço mulheres e homens que recomeçam suas vidas depois dos quarenta anos e se sentem revigoradas como um jovem adolescente. A idade mental é que determina o que cada um pode fazer e ser. A vontade de dar a volta por cima é soberana e vital para quem realmente quer alcançar alguma coisa.

As empresas hoje procuram pessoas dispostas a investir em suas carreiras independentemente da idade ou sexo. A vontade de seguir em frente e se dedicar são preponderantes num processo de seleção. Não existe distinção desses itens mais. O que vale mesmo é a coragem e traços de talento que são natos de todos os sujeitos.

Não crie dificuldades que não existem. Não se ache a pessoa mais incapaz do mundo. Não culpe os outros pelos seus problemas. Somos aquilo que queremos e podemos alcançar nossos objetivos - basta traçá-los e se esforçar bastante. Não se preocupe com poucas horas de sono ou se tem que se deslocar muito até o trabalho ou escola. Nunca ouvi dizer que alguém morreu porque trabalhava muito longe de sua moradia. Realmente, sei que é desgastante e cansativo, mas não dá pra desistir por esse motivo. Conheço pessoas que se desligam do trabalho e culpam isso e é inaceitável e características da covardia. Na verdade, querem mesmo é não fazer nada e viver do favor dos amigos e parentes. Gostam do ócio e de ficar em casa descansando, pois acham que a vida é feita de sombra e água fresca.

Não deixe esse mundo te levar para o abismo e não se acostume com a indisciplina. Seja gentil com sua consciência e se orgulhe de si próprio. Abrace essa causa para se lembrar do passado com alegria e satisfação.

Peço desculpas se estou sendo bastante franco em relação a isso, pois na verdade, quero chamar a atenção de pessoas que se aproveitam do esforço de outros para viver. Para esses digo que devem buscar o estudo e o trabalho, pois se esperarem sentados algo de bom acontecer, podem cansar. Aliás, perdão mais uma vez. Pessoas assim nunca cansam de fazer nada! São "nada".

Não se permita ser incluído nesse time de derrotados. Procure a coragem dentro de si e lute bastante para ser feliz. Procure um emprego, se dedique e cuide de sua vida. Não se abata diante das dificuldades e não desvie sua atenção para o que os outros fazem ou pensam. Aja com personalidade e com vontade de chegar lá. A linha de chegada está pronta para pessoas empreendedoras e que não têm medo de viver. Levante sua auto-estima, não espere milagres acontecerem e não acredite em ilusões, pois o mundo não é nenhum conto de fadas. Temos que nos espelhar naqueles que deram certo e saber como fizeram para alcançar a realização. É muito bom atingir o ponto máximo, pois os limites somos nós que determinamos. Depois que se sentir preparado, elabore um bom currículo e busque sua vaga ou promoção. Tem sempre alguma empresa esperando por alguém como você. Insista e acredite na vida.

Vai até lá!

LUIZ GABRIEL TIAGO

sábado, 17 de outubro de 2009

GENTILEZA "UNIDOS DO VIRADOURO" - Alô Niterói!

Há muito tempo não tinha a oportunidade de vivenciar a realidade do mundo popular, entranhado num espaço aonde as pessoas queriam somente viver e saborear através da música e se sentir soberanas na sua arte. Uma forma de dizer que são unânimes e poderosas independente de quanto ganham de salário, qual carro têm e onde moram e sem importar a religião e etnia. Todos podem e devem comungar da mesma energia e entusiasmo que se espalha e contagia a quem presencia.

O samba possui uma magia inquestionável e, pra falar a verdade, deveria ser exclusivo daqueles que sabem admirá-lo. Os negros (não vou utilizar nenhum outro termo por não ser o "correto") têm total propriedade sobre esse ritmo e conquistam qualquer espaço que seja cantado. Dançam com maestria e desbancam a pompa de qualquer branco. Não faço conjecturas à etnia, e sim, reforço o talento nato e entranhado nos afro-descendentes.

Todos sabem da minha admiração pela cultura e história dos negros e, mais do que ninguém, defendo a exclusividade de sua arte. Desde a sua história, vindos de um continente escravizado, sua religião, seu desembaraço com a vida e sua habilidade de contornar a crise, até sua postura em relação ao seu sangue. Bravos e louros para eles que podem fazer arrepiar qualquer sujeito quando se depara com suas manifestações.

Voltando ao samba, quero testemunhar a alegria comovente e praticamente sem adjetivos da espontaneidade que vem das entranhas. Não faço menção ao pagode mal feito. Faço jus aquele samba de mesa possuidor de uma arte envolvedora e que comove qualquer turista que vem, principalmente, ao Rio de Janeiro. Não precisa conhecer o idioma e nunca ter escutado um samba do Zeca Pagodinho ou de Beth Carvalho. Basta escutar e ver. E não precisa ver com os olhos (sem redundâncias), tem que enxergar com o coração e alma. Estava lá na hora certa e com as pessoas certas e não poderia deixar de escrever esse artigo descrevendo minha experiência.

Sempre soube que isso existia e já participei de encontros em redutos típicos. Imaginem o samba numa mesa de bar, tocado por negros, dançado por negros, a maioria de negros, negros e sua peculiar forma de demonstrar amizade. Ali ninguém pode ser infeliz! Isso é regra e não se assuste se alguém numa tristeza muito grande começar a chacoalhar os ombros ou os pés.

Esses movimentos são impulsionados pela energia transmitida e induzida pela emoção.

Existem muitos autores e poetas que viveram para isso. Até hoje admiro a capacidade de abdicar do sofrimento em prol da magia do cantar. Não é um cantarolar pretensioso, pelo contrário. Trazem as pessoas (como nós) a reflexão instantânea de como viver. Não querem sofrer e fizeram essa opção. É ótimo. Vale à pena. Logicamente que não vou abrir mão de minha vida profissional e pessoas para viver do samba... A boemia referida é a forma correta de encarar os sofrimentos e obstáculos. Basta viver e simplesmente encontrar nas horas difíceis algo para se apoiar.

Deparamo-nos todos os dias com uma rotina totalmente sugadora de nossas energias através do trabalho, problemas familiares e dificuldades vividas por outras pessoas. Ah! Como nos envolvemos com os trâmites insuportáveis de outras pessoas.

Devemos parar e racionar como os poetas e compositores. Desejemos sua leve forma de encarar os procedimentos e burocracia inerentes a qualquer sujeito moderno ao nosso ambiente. Nossa forma de agir e realizar coisas devem ser pautadas nessa filosofia popular.

A gentileza também está inserida nisso, afinal, não haveria samba sem a amizade, solidariedade e humanismo. Sorte daqueles que têm essa oportunidade. Sorte minha, sua e de quem quiser. Samba (do bom) e gentileza pra você também.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

FRASE PARA REFLEXÃO


"Os homens prudentes sabem tirar proveito de todas as suas ações, mesmo daquelas a que são obrigados pela necessidade."


Nicolau Maquiavel


Indústria hoteleira se prepara para 2016 com estruturas ecologicamente corretas


FONTE: JORNAL "O GLOBO" DE 16/10/09.


RIO - Ao mesmo tempo em que se prepara para criar mais quartos no Rio com vistas às Olimpíadas de 2016, a indústria hoteleira carioca tem outro desafio pela frente: tentar priorizar o conceito de hotéis ecologicamente corretos. De acordo com especialistas do setor, a preocupação dos hóspedes em todo o mundo por redes que tenham maior cuidado com o meio ambiente aumenta a cada dia. E, para atender a esse novo conceito, alguns hotéis do Rio terão que passar por modificações.
Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), existem no Rio atualmente 28 mil quartos disponíveis. Para atender aos requisitos mínimos exigidos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), outras 12 mil habitações deverão ser criadas até 2016. A perspectiva é que praticamente todos os novos quartos sejam construídos tendo em vista conceitos modernos de ecologia, como o reaproveitamento de água e a eficiência energética.
"A preocupação com o meio ambiente é o mote e os hotéis ecologicamente corretos já são vistos como prioritários em muitos países do mundo. Os novos quartos terão que ser construídos levando esses conceitos em consideração, que são aquecimento solar da água, energia limpa, reciclagem de óleo, telhados refletores, enfim, tudo o que tiver ligado ao verde", garante o presidente da ABIH-Rio, Alfredo Lopes.
Com 418 apartamentos, o hotel InterContinental, em São Conrado, fez um contrato, no início deste mês, com a Light Esco - subsidiária da Light que atua no comércio do Mercado Livre e do Mercado de Fontes Alternativas - e passou a utilizar energia com selo verde. Além do baixo impacto ambiental, a energia limpa proporciona benefícios econômicos ao hotel, que consome uma média mensal de 500 mil Kwatts.
"O hotel quer fazer parte da consciência ecológica. E a energia do Mercado Livre, além de ser proveniente de um misto de pequenas hidrelétricas, energia solar, eólica e biomassa, está sendo 10% mais barata para a gente", revela o engenheiro chefe do InterContinental, Fábio Naves.
O novo conceito também levou o hotel a criar um programa de reciclagem, que, em 2008, foi responsável pelo recolhimento de 44 toneladas de papel, alumínio, vidro e plástico, e pelo descarte adequado de 3,4 mil litros de óleo de cozinha. Outra mudança foi a substituição de lâmpadas incandescentes por lâmpadas frias, mais econômicas.
Para atender à demanda dos Jogos Olímpicos, a rede Windsor, que já conta com 2.300 quartos em nove hotéis na cidade do Rio, também anunciou que fará novos investimentos. Além de reformar o antigo hotel Le Méridien, em Copacabana - adquirido pelo grupo há alguns meses - e que deverá ficar pronto no final de 2010, com 540 apartamentos, o Windsor vai construir mais dois novos prédios, até 2012.
Localizados na Barra da Tijuca, os dois hotéis ampliarão a capacidade de quartos da cidade em 900 unidades. E, segundo os dirigentes da rede, estarão em total sintonia com a consciência ecológica.
"Principalmente o cliente europeu tem uma preocupação muito grande com o meio ambiente. No lado corporativo, quando as empresas vão escolher os hotéis para hospedar seus funcionários, elas enviam um questionário com várias perguntas em relação à reciclagem, à eficiência energética, dentre outras questões. Várias dessas empresas fazem disso um ponto crucial para escolher os hotéis", garante Paulo Marcos Ribeiro, gerente de Marketing da rede Windsor.
Segundo Ribeiro, depois de prontos, tanto os novos hotéis da Barra quanto a reforma do antigo Le Méridien, em Copacabana, vão apresentar modernos sistemas de reaproveitamento de água da chuva e de água circulante, além de vários outros sistemas para melhorar a eficiência energética.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

PENSAMENTO DO DIA


"Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho."
Mahatma Gandhi


Bom dia de trabalho a todos!
Luiz Gabriel Tiago

PARABÉNS PROFESSOR! 15 DE OUTUBRO

Não sei o que combina mais contigo,
Uma poesia, um livro, uma pintura,
Sinceramente fico pensando
No que deve dar alegria
A alguém que é objeto da alegria de tantos.
Na verdade, o professor de verdade,
É aquele que prefere dividir o que possui,
Do que ter somente para si.
O verdadeiro mestre, sente-se feliz
Quando percebe que o caminho que
Ele abriu tem sido trilhado por muitos.
O mestre tem a sua realização no aprendizado
Do pupilo, da passagem da experiência.
É por isso que meras palavras
Não podem recompensar
A alguém que optou por esta carreira
Que muitas vezes é dolorosa e cheia de espinhos.
Chamo-te somente mestre, abnegado coração
Que se sensibiliza com os olhos sedentos

Por uma vida menos escura, mas cheia de luz.
E essa luz, está em suas mãos,
Em seu coração, em seu olhar.
Que bom que existe um dia
Reservado só para você!
Obrigado por sua obstinação incontida,
Pois graças a ela, você nunca desiste.
Você é muito importante,
Espero que você seja sempre assim.

SE ENCHA DE SI MESMO

“Se encha de si mesmo, de todas as condições possíveis para mudar o que não lhe agrada. Corra, faça exercícios, conheça pessoas, se permita ser conhecido por elas e de uma vez por todas esqueça tudo o que pode ser recolocado e só admita qualidade a sua volta, do contrário irá colocar a sua vida sempre à beira da tristeza.”
Joel Thrinidad


Retirei esse fragmento de um texto anônimo cujo autor eu desconheço e resolvi postá-lo por transmitir tudo aquilo que precisamos. Leia com atenção e veja se o conceito de “gentileza” não está inserido nele.

Precisamos admitir e enxergar que nós somos as pessoas mais importantes do mundo. Não importa se os outros não te aceitem como é e queiram que seja algo diferente. Mas se sinta dessa forma – uno com o mundo e dono da sua própria vida. Pratique a gentileza ao próximo, principalmente na sua família, círculo de amigos e empresa que trabalha. O relacionamento interpessoal deve ser pautado na boa educação, cordialidade, solidariedade e espírito de equipe.

Sem querer ser redundante com o tema, enfoco que, às vezes, não é nada fácil manter uma postura equilibrada e sensata. O estresse causado pela correria pode nos fazer esquecer das boas maneiras e sobrepô-las à gentileza. Acabamos deixando de fazer e falar o fundamental por causa do “protocolo” do politicamente correto que é ditado pelos soberanos tiranos do seio empresarial.

Mas, pensem bem num detalhe: você gostaria de ser maltratado todos os dias e por horas consecutivas por seus superiores? Gostaria de passar por humilhações e ser constantemente agredido verbalmente? Na verdade, nem percebemos nossas atitudes com nossos colaboradores e eles sentem a indiferença ou estupidez. Acabam sofrendo e muitas vezes isso é desnecessário.

Todos somos seres humanos e temos sentimentos. Ninguém é feito de gelo ou cimento para ser imune as atrocidades dos “chefes” insanos que se sentem os donos do mundo. Além disso, ninguém é obrigado a aturar estado de mau humor, insensatez e escutar palavrões o tempo inteiro. Para ser um verdadeiro líder, deve conhecer os conceitos básicos inerentes ao cargo e, um dos principais, é saber motivar a equipe e convencê-la de que suas ideias são boas. Nunca (jamais mesmo) provoque uma pressão dispensável ou faça com que os colaboradores trabalhem por medo ou coação.


Se você é empresário, diretor, gerente, supervisor ou tenha qualquer outro cargo de chefia, muito cuidado com o assédio moral. Hoje em dia as pessoas estão se tornando mais esclarecidas e buscando seus direitos. Já se imaginou num tribunal respondendo um processo por isso? Pense bem a aja de acordo com a civilidade!



Luiz Gabriel Tiago


terça-feira, 13 de outubro de 2009

Gentileza é...

"Cumprimentar as pessoas e responder aos cumprimentos recebidos."
Boa semana de trabalho a todos!
Sucesso!
Luiz Gabriel Tiago

Pensamento do dia

"O benefício mais importante da paciência consiste em sua ação como antídoto poderoso ao mal da raiva, a maior ameaça a nossa paz interior e, consequentemente, a nossa felicidade. A paciência é o melhor recurso de que dispomos para nos defendermos inteiramente dos efeitos destrutivos da raiva.
Nem a educação, por mais talentosa e inteligente que a pessoa seja. A lei, muito menos, pode ser de qualquer ajuda. E a fama é inútil. Só a proteção interior do autocontrole paciente evita que experimentemos o tumulto das emoções e dos pensamentos negativos."


Sua Santidade, o Dalai-Lama

sábado, 10 de outubro de 2009

COMO DRIBLAR A RAIVA NO TRABALHO


Queridos, meu livro está sendo vendido através dos seguintes sites:














Obrigado pelo carinho de sempre!


Luiz Gabriel Tiago

GENTILEZA "Nobel" DA PAZ

Fonte: www.estadao.com.br - 10/10/09

Comissão surpreende e dá a Obama o Nobel da Paz por suas intenções

Menos de um ano após eleição e sem nenhum resultado prático, líder é premiado por 'reforçar papel da diplomacia'
Gustavo Chacra

No comando de duas guerras, no Afeganistão e no Iraque, o presidente dos EUA, Barack Obama, foi escolhido ontem para receber o Prêmio Nobel da Paz por seus "extraordinários esforços para fortalecer a diplomacia e a cooperação entre os povos". A decisão surpreendeu a comunidade internacional e até o líder americano, que não esperava o prêmio."Sinto-me surpreso e profundamente lisonjeado com a decisão da Comissão do Nobel. Mas deixe-me ser claro: não vejo isso como reconhecimento das minhas realizações, mas como uma afirmação da liderança americana em nome das aspirações dos povos em todas as nações", disse.Obama foi o terceiro presidente americano a ganhar o Nobel durante o mandato - os outros foram Theodore Roosevelt, em 1906, e Woodrow Wilson, em 1919. Jimmy Carter também foi premiado, mas em 2002 - mais de duas décadas depois de deixar a presidência.No discurso de agradecimento na Casa Branca, no fim da manhã de ontem, Obama afirmou ter sido acordado pela filha Malia, que disse: "Papai, você ganhou o Prêmio Nobel." "Para ser honesto, não sinto que mereça estar na companhia de tantas figuras transformadoras que foram homenageadas com esse prêmio - homens e mulheres que me inspiraram e inspiraram o mundo inteiro com suas corajosas lutas pela paz", proseguiu o líder americano, que, mais tarde, informou o que doará a premiação em dinheiro para a caridade.Segundo a Casa Branca, o presidente irá para Oslo receber o prêmio em 10 de dezembro. Diferentemente dos outros Prêmios Nobel, o da Paz é oferecido por um comitê norueguês, e não por instituições suecas. Na época de Alfred Nobel, Suécia e Noruega faziam parte de um mesmo reino.O anúncio ocorre numa semana em que Obama está envolvido em discussões sobre qual estratégia seguir no Afeganistão. O comandante das forças americanas, general Stanley McChrystal, pediu o envio de 40 mil soldados para se somarem aos 68 mil que já estão no território afegão - dos quais 21 mil foram enviados pelo próprio Obama neste ano. Alguns membros do governo, como o vice-presidente, Joe Biden, são contra. Os EUA também mantêm mais de 100 mil militares no Iraque.O anúncio provocou reações antagônicas nos EUA e em outros países. De um lado, críticos disseram ter sido muito cedo para o presidente, que ainda não completou um ano de mandato, receber o Nobel e, por enquanto, sua administração não alcançou nenhum resultado - com tropas americanas no Iraque, no Afeganistão, o risco de o Irã desenvolver uma bomba nuclear, pouco avanço no diálogo entre israelenses e palestinos e uma política para a Coreia do Norte que não difere de seu antecessor, George W. Bush.Já os defensores da premiação argumentam que Obama alterou a forma como a liderança americana é vista internacionalmente, ao impor um discurso mais favorável à paz, como o realizado em junho no Cairo para o mundo islâmico. O presidente também adotou iniciativas diplomáticas, como se empenhar na eliminação das armas nucleares no longo prazo, concordar em conversar com os inimigos, lutar por leis que combatam as mudanças climáticas e levar de volta israelenses e palestinos para a mesa de negociações. Desde o início do seu mandato, afirmam, o atual presidente conseguiu restaurar a imagem de unilateralismo atrelada a Bush por sua ofensiva no Iraque.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Para reflexão


"Procuramos sempre o peso das responsabilidades, quando o que na verdade almejamos é a leveza da liberdade". Milan Kundera.

BOA SEMANA


Bom trabalho a todos e muito sucesso!



Luiz Gabriel Tiago

EMPREENDEDOR

"Empreender é se colocar nos holofotes, assumir riscos e se expor ao mercado. Nada de ficar em seu canto em uma empresa cuidado de sua vida, fazendo bem seu trabalho para se manter no emprego e crescer com o tempo. A importância da inteligência emocional é redobrada. Aqueles mais introvertidos, que não possuem facilidade no relacionamento com outros (especialmente desconhecidos), podem não sair do lugar."




Fonte: http://www.ogerente.com.br/

domingo, 4 de outubro de 2009

CONCORRÊNCIA versus CARÁTER

As empresas estão exigindo cada vez mais de seus profissionais colaboradores e a pressão aumenta consideravelmente – sempre. Alcançar os resultados e ultrapassar as metas são quesitos decisivos pela manutenção de uma posição dentro da corporação. Mas isso, até então, não seria motivo para que os seres humanos se distanciassem uns dos outros e rivalizarem como se fossem gladiadores num dia de fúria. A não ser que algo de errado aconteça internamente e promovam essa instância de discórdia e desunião. Na maioria das vezes os erros não são dos procedimentos ou das normas exigidas pelas empresas. Pelo contrário, muitas delas se preocupam com essas questões e pretendem humanizar o espaço de trabalho e beneficiar suas equipes da melhor maneira possível. O problema vem dos seres humanos que ali ficam oito, dez, doze ou mais horas diárias – e não precisam, necessariamente, ocupar cargos de chefia ou liderança. Podem se sentir sobrecarregados e começarem a negligenciar sua postura perante as outras pessoas.


A falta de diálogo (sincero) e a ambição fazem que com a concorrência seja injusta e essa busca (por não sei o quê) desenfreada por um lugarzinho ao sol. Todos querem chegar lá e não sabem como fazê-lo. Esquecem-se de que a competência e dedicação são fundamentais para isso e que, ao invés do estresse, deveriam ter confiança para poderem sobreviver nas corporações.


Bons profissionais sabem que o reconhecimento é adquirido com bastante comprometimento, estudo e persistência e, além de tudo, muita ética e dignidade. Esses valores são fundamentais para o crescimento íntegro e verdadeiro dentro e fora do local de trabalho. Os esforçados de verdade não precisam se preocupar. O próprio mercado se encarrega de fazer a seleção e exterminar as ervas daninhas.


Com o tempo passamos a ver que as pessoas são capazes de qualquer coisa para alcançarem seus objetivos. Fazem e falam o que querem em qualquer momento ou circunstância. Não se preocupam com os colegas e “atacam” a todo instante. Armam ciladas ou motins, além de formarem grupos para “minar” os bons profissionais. As palavras e os discursos têm que ser bem dosados para não causar raiva e incômodo no ambiente de trabalho, pois podem ferir e comprometer o rendimento dos colaboradores - líderes ou liderados.


O jogo nunca estará perdido se tivermos paciência e considerarmos a velocidade absurda que as informações circulam, afinal estamos num mundo globalizado e supostamente civilizado. Todos que são empenhados precisam acompanhar as orientações pontuais e a avalanche de “sugestões” que são impostas. A boa educação e o caráter deverão ser utilizados como guias para a boa conduta e nortear aqueles que realmente desejam vencer com dignidade e competência. Esse último – o caráter – deve ser acompanhado pelos gestores para que ninguém seja corrompido e integrado ao grupo do contra. As virtudes e qualidades geralmente são deixadas de lado quando algum indivíduo almeja “vencer” algum desafio e não se preocupa com ninguém que esteja a sua frente.


Portanto, defendo o profissional completo, ou seja, aquele que é competente tecnicamente, é capaz de racionalizar emocionalmente e tem a empatia de se colocar no lugar do outro.

LUIZ GABRIEL TIAGO

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

JORNAL "O FLUMINENSE", de 30/09/09


Saiu ontem na Coluna "Gente de Estilo" uma notinha sobre o meu livro:


"Luiz Gabriel Tiago acaba de publicar seu livro sobre relações interpessoais no trabalho, "Como Driblar a Raiva no Trabalho."


Show de bola! Obrigado sr. Colunista pela notícia.


Luiz Gabriel Tiago