quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

SINAIS DE FOGO - Ana Carolina


Quando você me vê
Eu vejo acender outra vez aquela chama
Então pra que se esconder?
Você deve saber o quanto me ama

Que distância vai guardar nossa saudade?
Que lugar vou te encontrar de novo?
Fazer sinais de fogo
Pra você me ver

Quando eu te vi e te conheci
Não quis acreditar na solidão
E nem demais em nós dois
Pra não encanar

Eu me arrumo, eu me enfeito
Eu me ajeito, eu interrogo meu espelho
Espelho em que eu me olho
Pra você me ver

Por que você não olha cara a cara?
Fica nesse passa ou não passa
O que falta é coragem
Foi atrás de mim na Guanabara

Eu te procurando pela Lapa
Nós perdemos a viagem

PRÓXIMA PARADA - MADRID



Amanhã estarei desembarcando na Espanha!!!! Me aguardem!!!







domingo, 27 de dezembro de 2009

FELIZ 2010

Amigos e amigas de sempre!

Estarei fora por algumas semanas e só atualizarei o Gentileza a partir de janeiro - diretamente da Europa - quando estarei fazendo uma temporada para o meu livro.
Desejo a todos um excelente Reveillon e lembrem-se sempre do respeito e amor ao próximo.

Sucesso, paz e saúde a todos!

Luiz Gabriel Tiago

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

SEJA BEM VINDO - O VERÃO


VIAÇÃO ABC - PARABÉNS PELO EXCELENTE MOTORISTA


Enfim... ainda existem bons profissionais no mundo. Esses dias fui - finalmente - surpreendido por um excelente motorista de ônibus da Viação ABC - no município de São Gonçalo / RJ. Além de cumprir com suas obrigações, conseguiu me surpreender com sua devoção ao profissionalismo e amor à profissão.


Como não quis me dizer o seu nome, consegui enxergar o número da sua matrícula e número do ônibus. Vai lá:


Linha 404 - ABC - Niterói X Nova Cidade.

Ônibus - 105.120.

Matrícula - 61670.


Seria muito legal se a empresa de ônibus soubesse disso e comunicasse ao seu colaborador. Se alguém conhecer esse motorista, por favor me avise.


Abraços,


LUIZ GABRIEL TIAGO

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

DESAFIOS X DIFICULDADES

Como superar os obstáculos que aparecem em nossas vidas sem nos abatermos e querermos desistir? Como não nos entregarmos à apatia sem acharmos que tudo acontece com a gente? Essas questões nos remetem à cruel conclusão de que somos impotentes e que sempre existirão pessoas que farão de tudo para nos boicotar, nos sentirmos deprimidos e não conseguimos relaxar. As dificuldades surgem sem dar sinais de sua eminência. Percorrem os caminhos à velocidade da luz e insistem em nos provar e testar constantemente. Porém, ninguém em sã consciência quer passar por isso. Ninguém deseja o mal para si, muito menos exasperar a derrota.

Vamos refletir então e achar a moral da história (se é que ela existe). Primeira coisa a ser feita: não confundir Desafios com Dificuldades. Os desafios nos impulsionam a fazer mais alguma coisa e atingirmos nossas metas; eles nos impulsionam, nos revigoram e injetam o “gás” necessário para seguirmos em frente. Na verdade, nos motivam e são uma espécie de mola propulsora para o sucesso. E estamos, diariamente, nos desafiando, mas sempre conseguimos enxergá-lo como necessário.

As dificuldades executam e exterminam as “moléculas-da-vitalidade”. São como uma esponja a sugar as energias vitais que toda pessoa empreendedora precisa. Ao contrário dos desafios, as dificuldades empurram em direção descontinuada e facilitam a queda na beira do precipício.

Diante do conhecimento desses dois conceitos podemos iniciar a segunda fase que é a de transformação ou conversão dos valores. Existe um ditado (desconheço o autor) que diz: “O que não me destrói, me fortalece”. É importante lutarmos contra o sentimento de derrota e transformar as intempéries em força para lutar. A lei da selva nos exige sem cessar a recarga automática das energias e garantir nossa sobrevivência.

A concorrência é saudável, os obstáculos existem e sempre farão parte de um todo. O universo funciona como uma engrenagem e nenhuma das peças pode falhar. Uma depende da outra e estão intrinsecamente ligadas. Um elo com defeito compromete e pode corromper todo o sistema.

Realmente, nossas cabeças são como uma máquina de relógio. Tudo deve funcionar com perfeição para evitarmos a pane. As empresas nos consomem, nos exigem e devemos estar de prontidão para atender suas necessidades.

A vida não para e não podemos permitir a inércia. Terceira fase: máquina é máquina e ser humano é ser humano.




Luiz Gabriel Tiago

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

RECOMENDAÇÃO DE BLOG

Meus amigos, mais uma célula de inteligência na internet.

Eu recomendo o blog: adideiass.blogspot.com

Ele é administrado por uma ex-aluna minha da faculdade de Turismo da Universidade de Barra Mansa e tem boas intenções em relação ao pensamento e intelectualidade.


Ad Idéi@s
* Idéias e Pensamentos * Pesquisa e Panejamento * Formas de Ação * Conclusões e Recomendações!

Cadê os bons atendimentos?

Pessoal,

Não tenho feito nenhum tipo de crítica positiva em relação a atendimento nessas últimas semanas porque não tenho visto nada que realmente valha a pena.

Tenho saído bastante e visitado alguns estabelecimentos, mas nenhum deles tem me surpreendido. Alguns até têm um bom atendimento e bons profissionais, mas nada que faça jus a um elogio no blog.

Minhas críticas não são exclusivas aos restaurantes, pelo contrário. A gentileza deve estar presente em todos aqueles que lidam com pessoas, seja garçons, atendentes de telemarketing, motoristas de ônibus, comerciários, etc.

Por falar em rodoviários, parece que esse setor está indo "mal das pernas". Como está difícil ser recepcionado por um trocador ou motorista bem educado. Essa semana foi destratado por um deles e me me superei em não ter falado nada. Preferi não devolver uma resposta e ficar calado. Sabe porquê? Se esse sujeito não está satisfeito com o seu trabalho, é só pedir demissão. Sai da empresa e dá o lugar para alguém que realmente precise de emprego.

Não vou falar o nome dessa empresa transportadora de passageiros pois não é minha intenção. Acredito que essa classe de trabalhadores realmente gosta do que faz e precisa de seu salário. Continuarei com a filosofia de só publicar NOMES DE EMPRESAS que mereçam realmente.

Aproveito para fazer um alerta e dizer que, PLEASE, tratem os rodoviários com gentileza e respeito. Os usuários do transporte público merecem.


Obrigado e abraços!



Luiz Gabriel Tiago

GENTILEZA DO EU COLETIVO


Anos e anos se passam e nada muda, a não ser a sua vida que está cada vez mais sobrecarregada com o trabalho, os problemas familiares que não param de te atormentar e as dívidas que sempre aumentam. Além disso, não agüenta mais ser classificado como algoz das desgraças do mundo e ser pisoteado como um capacho doméstico. Sempre foi passivo diante das pessoas e aceitou o que ditavam, tudo o que planejavam para sua vida e as conclusões que tiravam para seu comportamento e suas decisões. Ser complacente diante dessa situação incomoda muito, mas o único a determinar o curso de sua história é você mesmo. Ser o autor de seu próprio livro e ditar um manual próprio não é fácil, mas é uma forma humana de conquistar o domínio e expurgar o veneno aplicado por muitos em nossas entranhas.

É hora de mudar e tem que ser um movimento constante, sem vai-e-vem, um curso retilíneo que não te envolva a voltar atrás. Voila! “Nem pensar em deixar a vida te levar”, como diz o compositor. Se não existissem as trevas, que seria da luz? Se o futuro bate à sua porta, que dirá do presente? Assim sendo e antes do amém, eis que surge alguém entorpecido dentro de você. E as promessas de uma nova era te consentem sonhar com a tranquilidade financeira e a sanidade de todos os problemas reservados. Você anuncia a si mesmo que tudo será diferente daqui para frente e que sua vida será transformada. Sua vida será alegre e leve, seus problemas serão resolvidos e todos te amarão – afinal, ninguém sobrevive sem o afeto. E você mais uma vez tem a certeza de que sua diligência para fazer as coisas mudarem não será em vão e que, de uma vez por todas, seu futuro será atopetado de dinheiro, serenidade e saúde. Busque a concordância interna e decida quem a sua volta fará parte desse círculo de bem estar. Selecione bem as pessoas fundamentais para essa transformação e legitime a sua vida de que é capaz de sair do casulo e desbravar a realidade.

Os filhos estão crescendo e sua conta bancária deve acompanhar essa cadência. O dinheiro é muito importante para a concretização dos sonhos e pode ajudar bastante para a felicidade. Não pense nele como algo aziago. Determine que seja um elemento necessário para essa mutação e sem ele (o dinheiro) não é possível chegar muito longe. Fomos educados a temê-lo e a não adorá-lo. Esse tipo de idolatria não é a mesma coisa que fazemos a Deus e sim cultuá-lo com importância para sabermos administrar os momentos de crise e investir na cultura da solução e cura dos males. Nesse instante mágico, se lembra daquelas viagens que sempre quis fazer, dos livros caros que deseja comprar, do carro novo que precisa, dos móveis que serão trocados e todas as contas em dia. Também brande com a família em harmonia longe de intrigas e influências maléficas; sempre rodeado de amigos verdadeiros e pessoas sem interesse algum em te turbar ou querer desestruturar sua vida. Ah... Como é bom andar de cabeça erguida sem se preocupar com que os outros pensam a seu respeito. Como é bom ser você mesmo! Finalmente poderá se preocupar com os seus sentimentos e cobiças, sem ser movido pelo que todos podem achar de suas decisões ou atitudes.

A liberdade enfim! Você abre os braços para o mundo e dá um grande abraço ao universo, à sua nova forma de encarar tudo e todos e à sua inteligência. Para um pouco para refletir e reafirma que você é uma pessoa sábia e como pode ter sido tão diferente do que é por tanto tempo. Como pode ter se agredido, violentado e violado seus conceitos, personalidade e caráter? Como pode ter sido tão covarde com a vida e se permitido sofrer e ser levado pelas pessoas? Não. Definitivamente você não é mais essa pessoa. Acabou. Aliás, começou. Pensa que se o fim fosse tão ruim assim, não existiria o começo, ou o recomeço. A auto-chance de se permitir tentar novamente e errar, dane-se. Pode até sentir raiva de si próprio, não faz mal algum. Converta esse sentimento em gana de vitória, ambição de uma vida melhor, sucesso e grandes realizações. Enumere suas estratégias e esmiúce as diretrizes para esses propósitos. Sinta a raiva por um tempo, mas não deixe que se apodere de você. Antes ela do que a apatia, depressão ou inércia. Aliás, como existe gente inerte na vida; pessoas que esperam sentadas as coisas acontecerem e só se erguem para assistir a derrota dos outros, criticar e falar mal do que não lhe dizem respeito.

Está claro como água que se tropeçar, o problema será seu e de mais ninguém. Não interessa ao mundo o que acontece com você, pois você é único em sua existência e está disposto a acertar. O acerto está escrito e já decretou isso, pois suas determinações são soberanas. Nem pensar em errar, já não se acha tão novo para delatar a sua vida assim. Não se exponha mais. Essa história de aprender com os erros já era para você. Agora só vai atingir o alvo de forma certeira, pois sua mira está aguçada e a gana pela harmonia pessoal é muito forte. Inclusive, resolve se dedicar a alguma filosofia de vida ou religião para se reencontrar com Deus. Não que tenha perdido a fé. Mas acha na verdade que ela foi dar um passeio logo ali e acabou de voltar. A sua esperança também se afastou por uma temporada, mas segurem-se quem puder, pois você deu um tropeção nela no meio da confusão e fizeram as pazes e juras de amor eterno. Assim sempre terá motivação para viver e não renunciar. Deixe que os outros desistam e sejam vencidos pela lassidão.

Que falem o que quiser, mas já é uma nova pessoa e tem pena de quem não é igual a você. Promete mentalmente que ajudará a todos que precisarem, afinal a solidariedade é nata e como não é egoísta, pretende dividir seu sucesso com todos. E sabe que vai ter muitas vitórias e colherá frutos recheados de um delicioso sabor de riqueza. Planeja preparar uma grande festa para ser coroado diante de todos. A sua coroa não é a soberba ou vontade de humilhar ninguém. Quer que todos admirem sua determinação e garra e mostrar que a sua vida mudou. É rei enfim e pretende assumir sua posição permanentemente. Seu trono é o triunfo de muitas conquistas baseadas no trabalho, garra e determinação. Sua majestade possui o comando e as rédeas da situação. A condução de sua vida é somente sua.

Você foi capaz de decifrar as esfinges, vencer as dificuldades e dar a volta por cima. E quanta poeira se fez durante esse período. E quem se levantou foi você e se ergueu em riste. Agora só existem neblina e obscuridade diante das coisas ruins. Não enxerga mais o mal e não deseja a mesquinharia. Só consegue avistar aqui, milhas adiante e à velocidade da luz. Avante forte desbravador! Esse é o seu lema e a sua bandeira é o amor e não se canse de defendê-los e tomá-los como lei para sua casa, família e trabalho. Sua forma de pensar faz parte da realização pessoal e concretize seu raciocínio e sapiência.

Ops! Sente um vazio dentro do peito e quer preenchê-lo imediatamente. Segue sua intuição e descobre o que incomoda: ainda não recuperou a pessoa amada que também foi embora naquele tempo que fazia o que os outros queriam. Não espere até amanhã para recuperá-la. Faça-o agora mesmo e devolva ao seu coração a energia primordial da humanidade. Delibere-se resgatar sua vaidade e deixe o orgulho banal de lado. Ninguém vive sozinho, muito menos você. Você será mais forte na companhia daquela pessoa e sabe que dividir a alegria é muito bom. Vale à pena rever as imaturidades do relacionamento e dar valor aos momentos de alegria que foram muito maiores e valorosos. Só os imbecis valorizam os erros e defeitos. Seja superior e não vandalize o querer. Não marginalize o companheirismo e a espiritualidade. Nem pensar em envelhecer solitário, muito menos em destruir seu pedacinho de afeto e ternura. A reconstrução da sua família será fundamental nessa nova fase que será eterna. Seu coração tem vontade própria e quer ser feliz.

Você é uma grande rocha vitalícia que se transformou com o tempo e nunca se acaba. A pedra é perpétua e não possui face, a não ser que você a esculpa com suas mãos e a desenhe da forma que quiser. Dê vida a ela e veja como tudo é tão bom. Você é assim agora e conseguiu se transformar no que é mais belo. Um ser forte e capaz de enfrentar os obstáculos, admirar o sol e sorrir para o mundo. Não é qualquer um que pode sentir a alegria nas crianças, o perfume das flores e a importância da amizade. Sede gentil contigo. Sede gentil com a vida.

Esse texto foi escrito para você. Você sabe quem. Se não sabe, só posso dar três pistas: uma borboleta violeta, uma coruja e um bichinho que não dorme sozinho.


LUIZ GABRIEL TIAGO

LIDERANÇA É...


"A diferença entre um chefe e um líder: um chefe diz, 'Vá!' - um líder diz, 'Vamos!'"

(E. M. Kelly)

PARABÉNS FLAMENGO!

Parabéns aos rubro-negros que acompanham o Gentileza. Como somos adeptos do respeito e solidariedade, gostaria que todos fizessem o mesmo com esse time carioca que merece toda a consideração.

Realmente o ano de 2009 foi excepcional para o Rio de Janeiro. Depois de final de Copa do Mundo (2014), eleito Cidade Sede das Olimpíadas (2016), agora um de seus times é Campeão Brasileiro.


Viva o esporte!


Abraços,


Luiz Gabriel Tiago

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

INVISIBILIDADE IMAGINÁRIA

As vezes pensamos que nunca conseguimos realizar nossos desejos e duvidamos da nossa força interior. Sentimos, sofremos e não somos aptos a transformar as coisas a nosso favor. Seria ótimo manipularmos as situações e nos favorecer em tudo.

O desânimo bate e nos deparamos com a angústia e fraqueza. O sentimento que nos assola, a tristeza e a impotência em mudar as situações nos depravam e “empurram” nossa auto estima para baixo. A lei da gravidade existe e nos exige muito esforço (sobre)natural em nos reerguer e prosseguir a caminhada.


Pensamos: “Quero amar e ser correspondido”. “Sou competente e quero aquela vaga na empresa”. “Quero pagar minhas dívidas e viver tranquilamente”. Mas nem sempre isso é possível diante de tantas avalanches praticamente diárias em nossas vidas. Como recuperar e conquistar tudo isso? Sofrendo ou encarando com resignação os fatos? Será que ninguém nos enxerga?


Num bate-papo informal essa semana escutei uma pessoa me dzer que se sentia invisível ao mundo. “Ninguém me enxerga, parece que sou transparente”. Questionamentos difíceis de serem discutidos, mas com profunda exatidão e que nos remete à reflexão sobre alguns conceitos sobre paradigmas e tabus.


Esse texto não é de desânimo, pelo contrário. Intendo a corroborar para uma vida satisfatória e com alegrias. Sonhos e desejos se realizando e tudo o que tocamos virando ouro. Sei que é possível! O impossível é estarmos de braços cruzados esperando que tudo aconteça. O ato de agir simplesmente facilitará e mutará as possibilidades permitindo que o mundo enxergue aqueles que sonham.




LUIZ GABRIEL TIAGO

GENTILEZA COM O CORPO E A MENTE

Muitas vezes nosso corpo começa a dar sinais de cansaço. O cansaço físico pode transformar seus dias de trabalho num verdadeiro martírio. Além disso, existe a estafa mental, que é perniciosa e compromete todo o seu rendimento. Quantas tarefas você deixa de fazer porque está cansado e não consegue raciocinar? Quantas vezes posterga algumas atividades por não ter estrutura mental para se concentrar?
Isso não é nenhum pecado! O seu corpo simplesmente está querendo te dar um alerta de que algo errado está acontecendo e que você precisa parar por uns dias. Talvez esteja na hora de tirar férias ou descentralizar suas tarefas.
Vamos analisar essas possibilidades agora. Provavelmente está se desdobrando e trabalha mais de 10 horas diárias. Pode parando de fazer isso!
Não está conseguindo folgar nos dias certos. Pecado capital! Todo trabalhador tem o direito do seu dia de descanso. Isso é lei!
Sempre tem uma pessoa desagradável na sua empresa que colabora com seu estresse jogando piadinhas e sendo grosseirão? Mais uma razão para refletir sobre sua vida. Essas pessoas são tão inúteis que não conseguem conviver em comunidade. Deveriam estar enjauladas em zoológicos ou manicômios. Ou então deveriam ser exiladas no meio de um deserto somente com água para sobreviverem.
Não vou me empolgar e começar a falar novamente desses tipos de pessoas. Mas, sabia que a maior causa de estresse dentro das empresas é o mal relacionamento com os demais colegas? Ninguém gosta de ser maltratado ou ser menosprezado. Isso cansa! Cansa a cabeça e, por conseqüência, o corpo fica sem alinhamento e em perecimento.
Deveríamos nos juntar e organizar um grupo de manifestação contra esse tipo de ser humano. O slogan pode ser: “Cansamos de trabalhar para terroristas”, ou “Cansei de você – vou tirar férias”.
É tão bom ir para seu ambiente de trabalho e saber que encontrará a paz, harmonia, solidariedade. Por mais cansado que esteja o seu corpo, vai poder desenvolver pacificamente seus deveres diários. Quando a mente está ativa e arejada, as idéias surgem, as soluções para os problemas aparecem mais facilmente e até sorrimos com mais naturalidade.
Se lembra quando foi a última vez que se encantou com o canto de um passarinho ou o perfume de uma flor?
Aproveite seus poucos momentos de paz e procure entrar em sintonia com a natureza. Medite! Descanse a cabeça e o corpo e procure dicas de como superar a fadiga.


Não desista!



LUIZ GABRIEL TIAGO

Olha aí...

"Nenhum gesto de gentileza, por menor que seja, é perdido."

(Esopo)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

PARABÉNS GENTILEZA! 1 ANO DE VIDA!

Hoje é o aniversário do blog Gentileza no Trabalho. Muito obrigado a todos que participam e colaboram para o sucesso desse espaço na net. Sei que todos acreditam num mundo melhor e com harmonia, principalmente no ambiente de trabalho.

São 2.600 acessos ao meu perfil e quase 10.000 acessos a página principal do blog.


Salve a Gentileza!


Abraços,


Luiz Gabriel Tiago

sábado, 28 de novembro de 2009

HARMONIA SIMPLESMENTE

Acredito que a maioria das pessoas está em busca de paz e harmonia, principalmente em seu ambiente de trabalho. Enfrentamos problemas familiares, de relacionamento, na rua, no trabalho e o que precisamos, na verdade, é de paz para tomar decisões e não nos abatermos.
Dispensamos muitas horas de nossas vidas nos dedicando as empresas que trabalhamos e acabamos formando uma outra família: os colegas que dividimos momentos importantes de nosso crescimento profissional se agregam a nossa vida e acabam fazem parte de nossa história pessoal. Seria tão injusto conosco se fôssemos obrigados a compartilhar horas do nosso dia com pessoas que mal te cumprimentam, te ofendem ou, simplesmente, te ignoram. Não está correto isso e devemos fazer de tudo para buscar e proporcionar um local de trabalho saudável e harmonioso.
Essa missão não é impossível, desde que não esperemos que o outro tome a atitude de ser cordial ou humano. Faça a sua parte agora mesmo e não deixe para depois. Não é nem um pouco difícil dizer “Bom dia”, “Como vai?”, “Muito obrigado”, “Por favor”. Então, porque que as pessoas insistem em querer passar umas por cima das outras, se sentirem ameaçadas (como se existissem onças pintadas ou sucuris à solta nas empresas), formarem grupos para motins e fofocas? Talvez não estejam engajadas realmente na missão da empresa, seja ela qual for.

Devemos lembrar também que nossos cargos não são vitalícios e que podemos ser substituídos a qualquer instante. Basta que algum bom profissional perceba que as ervas daninhas existem para querer exterminá-las. É lógico que o líder pode tentar uma reconciliação com esse(s) colaborador (es) e promover uma mudança de comportamento. Essa transformação deve acontecer internamente para que realmente valha a pena todo o investimento. Vale ressaltar que a confiança da equipe deve ser reconquistada para que esse indivíduo seja reintegrado ao círculo positivo da empresa.
Apesar de não ser o enfoque do artigo, reforço que existem várias alternativas de recuperação de um membro da equipe antes de sua demissão; basta uma boa percepção gerencial para promover uma reciclagem ou reaproveitamento em outro setor.
Acredito que todos devem seguir e se espelhar nos bons exemplos. Não podemos nos guiar e nos basear em pessoas que insistem em boicotar a empresa, reclamar o tempo inteiro ou não querem honrar o compromisso que assumiram na hora da contratação.
Faça a sua parte! Seja gentil e cortês com seus companheiros de jornada para que receba o mesmo tratamento. Devemos querer que as pessoas sejam pontualmente humanas e dignas de respeito e solidariedade.



Vamos começar?




LUIZ GABRIEL TIAGO


BOM FINAL DE SEMANA


Desejo um final de mês tranquilo e com bastante gentileza!


Sucesso a todos!


Luiz Gabriel Tiago

quarta-feira, 25 de novembro de 2009



"Um homem não pode fazer o certo numa área da vida, enquanto está ocupado em fazer o errado em outra. A vida é um todo indivisível."



Mahatma Gandhi

Acadêmicos do Grande Rio para o "Gentileza" - O Profeta do Fogo - 2001


Gentileza “X” – O Profeta do Fogo (2001)
Acadêmicos do Grande Rio (RJ)

Novo milênio
Avança o homem para o espaço sideral
Em busca de mensagem positiva
Valorização da vida, o amor universal
Na arena, alegria e dor
Triste legado que Roma Pagã deixou
Pelas vozes foi guiado
O arauto iluminado
A mudar o seu destino
Renuncia a ambição
Ao seguir a intuição José Datrino
Deixa clarear... (deixa clarear)
Idade Média nunca mais...
Gentileza anuncia (bis)
No raiar de um novo dia
Um clamor de amor e paz
Das flores a beleza
Para o mundo recriar
O vinho é a vida
É preciso festejar
Considerado louco
E poeta foi bem mais...
Deixando nas pilastras
As palavras imortais
Com a sabedoria universal
Pregava contra o mundo desigual
Gentileza gera perfeição
Violência não
Era de "Aquarius"... Tempo de amor
A Grande Rio... iluminou
Profeta faz nascer (bis)
Do fogo alvorecer
Irmão Sol, a verdade é você

OTIMISMO

Olá queridos leitores!

Há muito tempo não consigo me dedicar ao Gentileza da forma que gosto. Muito trabalho e o horário cada vez mais escasso me fazem priorizar algumas tarefas. Mas, tirei um tempinho para dividir com vocês minha alegria.


Sabem que adoro viver e, principalmente nessa fase da minha vida, tudo está dando certo. Estou feliz pra caramba!


Continuo super otimista com os projetos e muitos já sairam da gaveta. Finalmente estou seguindo meu rumo. Além disso, continuo escrevendo...escrevendo... escrevendo...


Obrigado a todos vocês pelo carinho e sempre podem contar comigo.


Gentileza!!!!!


Luiz Gabriel Tiago

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

GENTILEZA COM MARTHA MEDEIROS (BIS)

Diante de alguns pedidos por textos mais românticos, resolvi postar um fabuloso artigo da Martha Medeiros que fala sobre o amor. Quero que reflitam sobre a inocência desse escrito e transporte-o para a empresa em que trabalha.
Vamos e devemos tratar todos com muito amor e gentileza. Afinal, para recebermos carinho, devemos dá-lo sem cobrar nada em troca. O verdadeiro sentimento provoca uma avalanche de satisfação pessoal e alegria.

Um dia de paz e amor para todos vocês que me acompanham.

Texto (Sem título):

“O contrário de bonito é feio, de rico é pobre, de preto é branco, isso se aprende antes de entrar na escola. Se você fizer uma enquete entre as crianças, ouvirá também que o contrário do amor é o ódio. Elas estão erradas. Faça uma enquete entre adultos e descubra a resposta certa: o contrário do amor não é o ódio, é a indiferença. O que seria preferível, que a pessoa que você ama passasse a lhe odiar, ou que lhe fosse totalmente indiferente? Que perdesse o sono imaginando maneiras de fazer você se dar mal ou que dormisse feito um anjo a noite inteira, esquecido por completo da sua existência? O ódio é também uma maneira de se estar com alguém. Já a indiferença não aceita declarações ou reclamações: seu nome não consta mais do cadastro. Para odiar alguém, precisamos reconhecer que esse alguém existe e que nos provoca sensações, por piores que sejam.

Para odiar alguém, precisamos de um coração, ainda que frio, e raciocínio, ainda que doente. Para odiar alguém gastamos energia, neurônios e tempo. Odiar nos dá fios brancos no cabelo, rugas pela face e angústia no peito. Para odiar, necessitamos do objeto do ódio, necessitamos dele nem que seja para dedicar-lhe nosso rancor, nossa ira, nossa pouca sabedoria para entendê-lo e pouco humor para aturá-lo. O ódio, se tivesse uma cor, seria vermelho, tal qual a cor do amor. Já para sermos indiferentes a alguém, precisamos do quê? De coisa alguma. A pessoa em questão pode saltar de bung-jump, assistir aula de fraque, ganhar um Oscar ou uma prisão perpétua, estamos nem aí. Não julgamos seus atos, não observamos seus modos, não testemunhamos sua existência.

Ela não nos exige olhos, boca, coração, cérebro: nosso corpo ignora sua presença, e muito menos se dá conta de sua ausência. Não temos o número do telefone das pessoas para quem não ligamos. A indiferença, se tivesse uma cor, seria cor da água, cor do ar, cor de nada.Uma criança nunca experimentou essa sensação: ou ela é muito amada, ou criticada pelo que apronta. Uma criança está sempre em uma das pontas da gangorra, adoração ou queixas, mas nunca é ignorada. Só bem mais tarde, quando necessitar de uma atenção que não seja materna ou paterna, é que descobrirá que o amor e o ódio habitam o mesmo universo, enquanto que a indiferença é um exílio no deserto.”

Artigo do Sr. Gentileza: "DISCIPLINA NO TRABALHO".

"Disciplina é um supremo ornamento e, seja usada pelos velhos ou pelos moços, faz nascer apenas felicidade. É perfume por excelência e, ao contrário dos perfumes comuns que só viajam com o vento, seu aroma refrescante viaja espontaneamente em todas as direções. Bálsamo sem igual proporciona alívio às dores intensas da ilusão e do engano."
Dalai-Lama

A disciplina nos obriga a termos um comprometimento muito grande com nossas atividades diárias. Desde a hora do despertar - que geralmente é muito cedo - até a hora que vamos deitar e descansar o corpo. Aqui friso a importância de descansar a mente também, pois é bastante desconfortante quando a cabeça não para de funcionar.
Ao acordarmos com disposição devemos crer que tudo dará certo naquele dia, pois estamos comprometidos com nosso "eu", nossa sociedade, família e com a produção que a empresa almeja. Somos designados a fazer o melhor e cumprir a risca os deveres que são embutidos na carga diária. De forma alguma estou dizendo que isso seja ruim, pelo contrário. A disciplina particular - de cada um - nos impõe responsabilidade e comprometimento com o que é certo.
É recompensador sabermos que chegamos no horário correto ao trabalho, mantivemos um bom relacionamento com os demais colaboradores e líderes e produzimos bastante. A sensação de realização é o fruto de toda uma dedicação que começa com a disciplina.
Às vezes não é fácil acordarmos tão cedo, encararmos o trânsito engarrafado e o cansaço que já aparece. Não é nem um pouco estimulante se pensarmos dessa forma. Assim só atrairemos a preguiça e a vontade de voltar para casa. O pensamento voltado para a produção de coisas boas para o mundo deve se manter em nossas mentes e, sem dúvida alguma, nos ajudará a continuar. Felizmente temos um local para desempenhar nosso trabalho e nos sentirmos realizados profissionalmente. "Ah! E a recompensa disso tudo?" - você pode perguntar. Não existe somente uma recompensa; existem várias formas de se sentir "pago" por isso. Basta uma reflexão pessoal que vasculhe seu consciente e te mostre a real situação. A colheita de um bom trabalho surge através do sentimento de algo pronto, produzido, realizado. A satisfação de todo o empenho aparece através do pagamento no final do mês. E, além disso tudo (que já não é pouco), basta pensar em quantas pessoas gostariam de estar em seu lugar. Quantos desempregados existem pelo mundo? Responda a essa pergunta e depois discuta sobre seus argumentos.
É lógico que teorias positivistas - não me enquadro nisso - não ajudam muito. Não teorizo sobre o que não conheço. Eu mesmo encaro todos os dias essas dificuldades e me obrigo a pensar em todos esses itens. A disciplina gera reconhecimento por parte de seus colegas de trabalho, de toda a empresa e, principalmente, por sua família e por si próprio. Aí, não existe mais argumentação.
Vale a pena todo o esforço e sacrifício diários. Tudo se torna espontâneo quando enxergado com leveza e subtraindo os obstáculos que supostamente existem. Nós, seres humanos, criamos diariamente várias dificuldades que nos impedem de cumprirmos a risca o manual da disciplina. Mas enxergue que nunca poderá ser cobrado de alguma coisa se foi realmente dedicado e disciplinado. Os elogios e o reconhecimento pelo seu empenho serão colocados à frente de uma forma bem otimista e geradora de progresso.
Desenvolva suas atividades com afinco, prazo, capricho e tente alcançar a perfeição. Isso serve para todos os aspectos de sua vida, seja pessoal ou profissional. As virtudes como honestidade, bom caráter, sinceridade e gentileza serão deslumbradas automaticamente, pois ninguém pode contestá-las. Ninguém pode ir contra a verdade! Nenhuma pessoa pode contestar ou julgar outra se esta estiver do lado correto da vida.
Sendo direito e reto com sua empresa e vida pessoal, terá os frutos maduros rapidamente e sem precisar esperar. Quero que a mensagem de Dalai-Lama seja um início para o pensamento de que trabalhar corretamente e ser disciplinado só ajudará para que os problemas sejam evitados ou minimizados. Muito melhor retini-los a ter que resolvê-los em momentos de crise. Lembre-se de quando eles aparecem, vêm sempre juntos, ou seja, reunidos em grupos e ganham uma força capaz de desestabilizar qualquer cabeça equilibrada.
Sugiro que faça uma experiência. Comece hoje mesmo a praticá-la. Se permita esse teste e recupere o tempo perdido. De início a essa reflexão e aplique de forma saudável a sua vida.

LUIZ GABRIEL TIAGO
Sr. Gentileza
Acesse nosso site e conheça nosso trabalho nas empresas:

NA MESA DE UM BAR

Em plena sexta

Entre um trago e um copo

Pensamentos vão surgindo

Do inesperado

E sem razão,

Músicas tocando pensamentos,

Surgindo o coração apertado

Por encontrar algum amigo

... Para desabafar!

A cerveja gelada a soar

O copo com pingos como se fossem lágrimas

Geladas a escorrer espontaneamente.

Entre um copo e um cigarro

Sempre chega alguém para cortar

... o desabafo.

A loura estupidamente gélida.

Entre trocas de informação,

Neurônios negativos e positivos

Se confundem...

Logo após entrarem em harmonia.

Com a mesma sintonia de acordes,

- Puros e de entendimentos,

De vários tons a soar.

... Lentos e tranquilos.

Anderson Mesquita - Mestre Cabelo

terça-feira, 17 de novembro de 2009

SALVE, BOTEQUIM!

Reduto de tudo o que é bom, ponto de encontro de amigos, casados ou solitários em busca de novos encontros ou oportunidades esperançosas que “tampem” o buraco no peito. Ele está lá – todos os dias à espera (glorioso) com suas tulipas brancas em neve, cervejas em ponto de bala e aperitivos prontos para serem devorados. E tem mais opções, tudo sempre ao gosto do freguês.
Xô stress! É hora de relaxar e entrar em sintonia com o mundo boêmio; um mundo encantador e com vida própria. Praticamente auto sustentável e que nunca tem pressa em dizer adeus. E porque faria isso já que a correria ficou ao término do expediente?
Encontra-se gentileza, bom papo, cordialidade e, mais uma vez, ela – a “loura” estupenda – a camaleoa (como ela consegue essa mutação? De quente a gelada, de loura a russa). Como seria bom se pudéssemos trabalhar todos os dias nele. Participar de reuniões e tomar decisões nele. Fazer entrevistas, responder aos e-mails e analisar relatórios nele. Sem falar nas chatices que os chefes inventam – seriam aturadas nele. Problemas em casa, filhos, sogras, dívidas, - tudo harmonizado como num passe de mágica – nele.
As horas passam e nem se sente. Os devaneios, o imaginário, os sonhos e pesadelos se consolidam ou são dissipados instantaneamente. Essa magia é encantadora e impregnante e quando chega a hora de ir embora, a tristeza do início pensa em retornar e o que te consola é saber que ele sempre estará no mesmo lugar e não pode escapar.
Tudo é mais bonito nesse encontro, mais fácil e sem empecilhos, especialmente ao som de Zeca, Bezerra, Ivone e Fundo de Quintal. E não se preocupe, pois o espaço é democrático e podemos encontrar Legião, Reginaldo e Elton. Tudo, de preferência, muito bem regado e temperado; sardinha, bolinho de bacalhau, torresmo e salame.
Assim a vida se torna mais leve e descontraída. Salve a simpatia, salve a amizade, bom humor e a conversa fiada. A alegria é a lei e relaxar é obrigação. Salve todos que fazem dele o ponto de encontro da vida. Bendito seja o templo dos oprimidos. Salve nós, salve o Botequim.



LUIZ GABRIEL TIAGO

AQUILO QUE NÃO ME DESTRÓI, ME FORTALECE


Não sou indestrutível, sou perseverante. Acredito em Deus e em mim. Sou da paz e não me entrego jamais.
"Gentileza Gera Gentileza". Pense nisso.
Abraços,
Luiz Gabriel Tiago

EGOÍSTAS


Egoístas! como somos egoístas! queremos tudo, queremos amor, queremos poder, queremos mandar em tudo e em todos, Nunca nos contentamos com aquilo que Deus nos dá, nunca nos contentamos com aquilo com que Deus nos provê, sempre queremos mais e mais, e para quê? Usamos esse egoísmo de querermos tudo para que possamos alimentar nossa vaidade, nosso orgulho. Para termos a sensação de sermos poderosos, onipotentes, onipresentes, para que os outros nos achem o máximo dos máximos.E como estamos errados em assim pensar, como estamos errados agindo dessa maneira.A que nos leva o egoísmo, o orgulho, a vaidade? Sempre achamos que à felicidade, pois sentimos um prazer imenso com a admiração das outras pessoas. Mas como estamos errados ao pensar e agir dessa maneira! Como estamos errados quando menosprezamos os mais humildes por eles não terem bens materiais.Mas lembrem-se sempre, nunca olvidem que os verdadeiros bens não são o egoísmo, o orgulho, a vaidade, que os verdadeiros bens não são aqueles bens materiais que tanto prezamos, pois nos dão status. O caminho verdadeiro é aquele da ajuda ao próximo, da caridade, da fraternidade... do amor.Sejamos humildes, sejamos fraternos, sejamos pessoas simples, não vamos dar um valor além da conta aos bens materiais, vamos reunir sim, muitos bens espirituais para que no futuro sejamos, não pessoas grandes, importantes, imponentes, mas sejamos pessoas abençoadas com o amor, a paz e a felicidade.


O PROFETA GENTILEZA NAS ARTES

Gentileza foi homenageado na música pelo compositor Gonzaguinha, nos anos 1980; e também pela cantora Marisa Monte, nos anos 1990. As duas canções levam o nome Gentileza.
A canção de Gonzaguinha mostrava uma homenagem ao profeta, como se vê no trecho: "Feito louco / Pelas ruas / Com sua fé / Gentileza / O profeta / E as palavras / Calmamente / Semeando / O amor / À vida / Aos humanos". A canção de Marisa Monte, por sua vez, além de incentivar os valores pregados pelo profeta (no trecho "Nós que passamos apressados / Pelas ruas da cidade / Merecemos ler as letras / E as palavras de Gentileza"), retrata os danos ocorridos contra os murais, como diz o trecho: "Apagaram tudo / Pintaram tudo de cinza / Só ficou no muro / Tristeza e tinta fresca.".
No ano de 2000, na cidade de Mirandópolis (SP), onde o profeta está enterrado, foi criada a primeira ONG da cidade: Gentileza Gera Gentileza, fundada por parentes e amigos que admiravam a filosofia de vida do Profeta. A ONG, além de lembrar a pessoa de José Datrino (Profeta Gentileza), em sua criação, tinha a missão de difundir educação e cultura em toda a região. Vários eventos foram feitos, como: Saraus mensais itinerantes, Encontros de Corais, Tardes Culturais para Crianças no Bosque da cidade, Participações em Eventos Escolares e um evento anual denominado "Gentileza Gera Gentileza", com música, teatro, poesia e dança, entre outros.
Em 2009, o profeta foi interpretado em participação especial pelo ator Paulo José, na novela Caminho das Índias, exibida pela Rede Globo de Janeiro a Setembro de 2009.


FONTE: WIKIPEDIA

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

É isso aí - Damien Rice - Versão Ana Carolina


É isso aí!

Como a gente achou que ia ser

A vida tão simples é boa

Quase sempreÉ isso aí!

Os passos vão pelas ruas

Ninguém reparou na lua

A vida sempre continua
Eu não sei parar de te olhar

Eu não sei parar de te olhar

Não vou parar de te olhar

Eu não me canso de olhar

Não sei parar

De te olhar
É isso aí!

Há quem acredite em milagres

Há quem cometa maldades

Há quem não saiba dizer a verdade
É isso aí!

Um vendedor de flores

Ensinar seus filhos a escolher seus amores

Solidariedade

"Solidariedade, amigos, não se agradece, comemora-se". Betinho.
Ótima 5a. feira a todos!
Luiz Gabriel Tiago

OS MURAIS DO PROFETA GENTILEZA

A partir de 1980, escolheu 56 pilastras do Viaduto do Caju, que vai do Cemitério do Caju até a Rodoviária Novo Rio, numa extensão de aproximadamente 1,5 km. Ele encheu as pilastras do viaduto com inscrições em verde-amarelo propondo sua crítica do mundo e sua alternativa ao mal-estar da civilização. Durante a Eco-92, o Profeta Gentileza colocava-se estrategicamente no lugar por onde passavam os representantes dos povos e incitava-os a viverem a gentileza e a aplicarem gentileza em toda a Terra.

Fonte: Wikipedia

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Surge o Profeta Gentileza

No dia 17 de dezembro de 1961, na cidade de Niterói, houve um grande incêndio no circo "Gran Circus Norte-Americano", o que foi considerado uma das maiores tragédias circenses do mundo. Neste incêndio morreram mais de 500 pessoas, a maioria, crianças. Na antevéspera do Natal, seis dias após o acontecimento, José acordou alegando ter ouvido "vozes astrais", segundo suas próprias palavras, que o mandavam abandonar o mundo material e se dedicar apenas ao mundo espiritual. O Profeta pegou um de seus caminhões e foi para o local do incêndio. Plantou jardim e horta sobre as cinzas do circo em Niterói, local que um dia foi palco de tantas alegrias, mas também de muita tristeza. Aquela foi sua morada por quatro anos. Lá, José Datrino incutiu nas pessoas o real sentido das palavras Agradecido e Gentileza. Foi um consolador voluntário, que confortou os familiares das vítimas da tragédia com suas palavras de bondade. Daquele dia em diante, passou a se chamar "José Agradecido", ou simplesmente "Profeta Gentileza".
Após deixar o local que foi denominado "Paraíso Gentileza", o profeta Gentileza começou a sua jornada como personagem andarilho. A partir de 1970 percorreu toda a cidade. Era visto em ruas, praças, nas barcas da travessia entre as cidades do Rio de Janeiro e Niterói, em trens e ônibus, fazendo sua pregação e levando palavras de amor, bondade e respeito pelo próximo e pela natureza a todos que cruzassem seu caminho. Aos que o chamavam de louco, ele respondia: - "Sou maluco para te amar e louco para te salvar".

Abraços!!!!

Estava sem NET

Pessoal,

Me desculpem a ausência. Estive fora da net por alguns dias. Mas saibam que senti muita saudades do Gentileza.

Continuarei postando textos sobre a história do Profeta.

Abraços,

Luiz Gabriel Tiago

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

OTIMISMO DIÁRIO

"Desconfie do destino e acredite em você. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando... Porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive, já morreu..."

LUIZ FERNANDO VERÍSSIMO

A infância do "Gentileza"

José Datrino, chamado Profeta Gentileza, (Cafelândia, São Paulo, 11 de abril de 1917 — Mirandópolis, São Paulo, 29 de maio de 1996) tornou-se conhecido a partir de 1980 por fazer inscrições peculiares sob um viaduto no Rio de Janeiro, onde andava com uma túnica branca e longa barba.

Nascido em Cafelandia-SP, no dia 11 de abril de 1917. Com mais onze irmãos, José Datrino teve uma infância de muito trabalho, na qual lidava diretamente com a terra e com os animais. Para ajudar a família, puxava carroça vendendo lenha nas proximidades. O campo ensinou a José Datrino a amansar burros para o transporte de carga. Tempos depois, como profeta Gentileza, se dizia "amansador dos burros homens da cidade que não tinham esclarecimento". Desde sua infância José Datrino era possuidor de um comportamento atípico. Por volta dos treze anos de idade, passou a ter premonições sobre sua missão na terra, na qual acreditava que um dia, depois de constituir família, filhos e bens, deixaria tudo em prol de sua missão. Este comportamento causou preocupação em seus pais, que chegaram a suspeitar que o filho sofria de algum tipo de loucura, chegando a buscar ajuda em curandeiros espirituais.Nascido em Cafelandia-SP, no dia 11 de abril de 1917. Com mais onze irmãos, José Datrino teve uma infância de muito trabalho, na qual lidava diretamente com a terra e com os animais. Para ajudar a família, puxava carroça vendendo lenha nas proximidades. O campo ensinou a José Datrino a amansar burros para o transporte de carga. Tempos depois, como profeta Gentileza, se dizia "amansador dos burros homens da cidade que não tinham esclarecimento". Desde sua infância José Datrino era possuidor de um comportamento atípico. Por volta dos treze anos de idade, passou a ter premonições sobre sua missão na terra, na qual acreditava que um dia, depois de constituir família, filhos e bens, deixaria tudo em prol de sua missão. Este comportamento causou preocupação em seus pais, que chegaram a suspeitar que o filho sofria de algum tipo de loucura, chegando a buscar ajuda em curandeiros espirituais.



Amanhã tem mais!

História do "Profeta Gentileza"


A partir de hoje começarei a publicar a história do Mestre Gentileza. Quem é que não se lembra dele pelas ruas do Rio de Janeiro ou nas Barcas Rio-Niterói?

Essas postagem vêm marcar a comemoração de 1 ano de aniversário do Blog Gentileza No Trabalho, no mês de dezembro.

Espero que todos gostem!


Gentilmente,

Luiz Gabriel Tiago

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

GENTILEZA COM O CORPO E A MENTE

Muitas vezes nosso corpo começa a dar sinais de cansaço. O cansaço físico pode transformar seus dias de trabalho num verdadeiro martírio. Além disso, existe a estafa mental, que é perniciosa e compromete todo o seu rendimento. Quantas tarefas você deixa de fazer porque está cansado e não consegue raciocinar? Quantas vezes posterga algumas atividades por não ter estrutura mental para se concentrar?
Isso não é nenhum pecado! O seu corpo simplesmente está querendo te dar um alerta de que algo errado está acontecendo e que você precisa parar por uns dias. Talvez esteja na hora de tirar férias ou descentralizar suas tarefas.
Vamos analisar essas possibilidades agora. Provavelmente está se desdobrando e trabalha mais de 10 horas diárias. Pode parando de fazer isso!
Não está conseguindo folgar nos dias certos. Pecado capital! Todo trabalhador tem o direito do seu dia de descanso. Isso é lei!
Sempre tem uma pessoa desagradável na sua empresa que colabora com seu estresse jogando piadinhas e sendo grosseirão? Mais uma razão para refletir sobre sua vida. Essas pessoas são tão inúteis que não conseguem conviver em comunidade. Deveriam estar enjauladas em zoológicos ou manicômios. Ou então deveriam ser exiladas no meio de um deserto somente com água para sobreviverem.
Não vou me empolgar e começar a falar novamente desses tipos de pessoas. Mas, sabia que a maior causa de estresse dentro das empresas é o mal relacionamento com os demais colegas? Ninguém gosta de ser maltratado ou ser menosprezado. Isso cansa! Cansa a cabeça e, por conseqüência, o corpo fica sem alinhamento e em perecimento.
Deveríamos nos juntar e organizar um grupo de manifestação contra esse tipo de ser humano. O slogan pode ser: “Cansamos de trabalhar para terroristas”, ou “Cansei de você – vou tirar férias”.
É tão bom ir para seu ambiente de trabalho e saber que encontrará a paz, harmonia, solidariedade. Por mais cansado que esteja o seu corpo, vai poder desenvolver pacificamente seus deveres diários. Quando a mente está ativa e arejada, as idéias surgem, as soluções para os problemas aparecem mais facilmente e até sorrimos com mais naturalidade.
Se lembra quando foi a última vez que se encantou com o canto de um passarinho ou o perfume de uma flor?
Aproveite seus poucos momentos de paz e procure entrar em sintonia com a natureza. Medite! Descanse a cabeça e o corpo e procure dicas de como superar a fadiga.

Não desista!



LUIZ GABRIEL TIAGO

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

RECOMENDAÇÃO


Imaginem uma cerveja gelada... agora pensem num atendimento mais do que gentil... sem falar no petisco que é divino... fechando com um sambinha de mesa especial.

O local dessa semana é o "Bar Akesan" - um botequim super estilizado localizado no bairro do Coelho, em São Gonçalo/RJ.

O atendimento é primoroso e a Bohemia é mais do que "congelante". Recomendo a todos vocês essa casa especial e cheia de charme.



Até a próxima!



Luiz Gabriel Tiago

terça-feira, 3 de novembro de 2009

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

HARMONIA SIMPLESMENTE (no trabalho)

Acredito que a maioria das pessoas está em busca de paz e harmonia, principalmente em seu ambiente de trabalho. Enfrentamos problemas familiares, de relacionamento, na rua, no trabalho e o que precisamos, na verdade, é de paz para tomar decisões e não nos abatermos.
Dispensamos muitas horas de nossas vidas nos dedicando as empresas que trabalhamos e acabamos formando uma outra família: os colegas que dividimos momentos importantes de nosso crescimento profissional se agregam a nossa vida e acabam fazem parte de nossa história pessoal. Seria tão injusto conosco se fôssemos obrigados a compartilhar horas do nosso dia com pessoas que mal te cumprimentam, te ofendem ou, simplesmente, te ignoram. Não está correto isso e devemos fazer de tudo para buscar e proporcionar um local de trabalho saudável e harmonioso.
Essa missão não é impossível, desde que não esperemos que o outro tome a atitude de ser cordial ou humano. Faça a sua parte agora mesmo e não deixe para depois. Não é nem um pouco difícil dizer “Bom dia”, “Como vai?”, “Muito obrigado”, “Por favor”. Então, porque que as pessoas insistem em querer passar umas por cima das outras, se sentirem ameaçadas (como se existissem onças pintadas ou sucuris à solta nas empresas), formarem grupos para motins e fofocas? Talvez não estejam engajadas realmente na missão da empresa, seja ela qual for.

Devemos lembrar também que nossos cargos não são vitalícios e que podemos ser substituídos a qualquer instante. Basta que algum bom profissional perceba que as ervas daninhas existem para querer exterminá-las. É lógico que o líder pode tentar uma reconciliação com esse(s) colaborador (es) e promover uma mudança de comportamento. Essa transformação deve acontecer internamente para que realmente valha a pena todo o investimento. Vale ressaltar que a confiança da equipe deve ser reconquistada para que esse indivíduo seja reintegrado ao círculo positivo da empresa.
Apesar de não ser o enfoque do artigo, reforço que existem várias alternativas de recuperação de um membro da equipe antes de sua demissão; basta uma boa percepção gerencial para promover uma reciclagem ou reaproveitamento em outro setor.
Acredito que todos devem seguir e se espelhar nos bons exemplos. Não podemos nos guiar e nos basear em pessoas que insistem em boicotar a empresa, reclamar o tempo inteiro ou não querem honrar o compromisso que assumiram na hora da contratação.
Faça a sua parte! Seja gentil e cortês com seus companheiros de jornada para que receba o mesmo tratamento. Devemos querer que as pessoas sejam pontualmente humanas e dignas de respeito e solidariedade.


Vamos começar?



LUIZ GABRIEL TIAGO

Pensamento para início do dia

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Não menospreze as pessoas

Todo mundo tem defeitos e qualidades. Todo mundo erra, acerta, tenta de novo, enfim... O importante é continuar no caminho certo e vencer todos os obstáculos que porventura aparecerem. A vitória vem por méritos próprios e não por causa dos outros. O esforço pessoal é guia para o sucesso e a disciplina individual é marcante quando almejamos alcançar o sucesso profissional. Tudo bem que você conheça alguém influente que possa te mostrar saídas e “facilitar” as circunstâncias – mas as dificuldades, quando aparecem, somos nós que devemos superá-las e nossa competência é testada nessa hora e a capacidade de superação pode ser nossa guilhotina então.
Não é tão difícil superar as intempéries de nossa jornada turbulenta. Uma dose de bom humor, esperança, otimismo e resiliência são os ingredientes perfeitos para o sucesso. Basta juntá-las no seu rol de objetivos e determinar que as seguirão como um manual de sobrevivência na via crucis do crescimento profissional.
Qualquer sujeito se rende a pessoas que conseguem sorrir e ver a beleza nas coisas mais simples. A mais intolerante das pessoas acaba sendo vencida pelo cansaço por aquela que se mostra determinada, segura e com bastante leveza de espírito.
Não é correto querer crescer e aparecer à custa daqueles que se dedicam de corpo e alma por uma vida profissional decente. A dignidade começa quando somos capazes de agir com retidão e ética. É tão desagradável quando ouvimos alguém dizendo que não gosta de fulano ou beltrano. É tão desconcertante saber que alguém pode ser trapaceado pelo simples prazer de ver a competência da pessoa destruída. O que se destrói na verdade é a dignidade desses crápulas que agem assim. Esse tipo de sujeito é mais comum do que imaginamos. Pode ser que estejamos cercados por eles e não nos demos conta ainda. A dignidade e a competência do ser humano são natas. Ninguém mata ou rouba! Podem até tentar, mas nunca chegam aos pés desses trabalhadores imbuídos no desejo de crescer e fazer bem o seu serviço.
Parabenizo aqueles que se importam realmente com o sentimento do outro companheiro. Por menos que se goste daquela pessoa, ninguém tem o direito de menosprezar a capacidade de qualquer um que seja muito menos maltratar ou se desfazer do seu modo de pensar e agir, a não ser que comprometa a saúde dos projetos e metas propostas. Todos nós somos inteligentes e capazes de desenvolver várias habilidades, principalmente a humildade e gentileza. O início pode ser complicado, mas vale à pena tentar. É gratificante a sensação de que pode ter feito algo e realizado bem suas atividades, além de colaborar para o crescimento de alguém.
Se você é chefe, preste bem a atenção na próxima frase: se acha seu colaborador incapaz, treine-o! Delibere atividades, descentralize o poder e tente. Gerencie pessoas e os sentimentos para podê-los envolver na gestão dos processos e números. Assim não sentirá algo vazio na jornada do dia e contribuirá para o sucesso coletivo. Muitos esperam e dependem disso, pois o bom líder se sente atraído por aprender e depois obrigado a ensinar.


Luiz Gabriel Tiago

SIM, EU ACREDITO EM FINAIS FELIZES.


Prezados amigos,

É mágico podermos acreditar no sucesso e esperarmos a felicidade.

Paz para todos vocês!

Luiz Gabriel Tiago

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

SEI SIM

Sei lá (A vida tem sempre razão)

Miucha, Tom Jobim, Vinicius de Morais e Toquinho



Tem dias que eu fico pensando na vida
E sinceramente não vejo saída
Como é por exemplo que dá pra entender
A gente mal nasce e começa a morrer
Depois da chegada vem sempre a partida
Porque não há nada sem separação
Sei lá, sei lá,
A vida é uma grande ilusão
Sei lá, sei lá
Eu só sei que ela está com a razão
Sei lá, sei lá
A vida é uma grande ilusão
Sei lá, sei lá
Só sei que ela está com a razão
Ninguém nunca sabe
Que males se apronta
Fazendo de conta
Fingindo esquecer
Que nada renasce antes que se acabe
O sol que desponta tem que anoitecer
De nada adianta ficar-se de fora
A hora do sim é um descuido do não
Sei lá, sei lá
Eu só sei que é preciso paixão
Sei lá, sei lá,
A vida tem sempre razão
Sei lá, sei lá
Só sei que é preciso paixão
Sei lá, sei lá,
A vida tem sempre razão
Sei lá, sei lá,
Sei lá, sei não!



Prestem bastante atenção na letra dessa música e percebam como continua bastante atual. Os compositores-poetas escreviam com a alma e sabiam com propriedade o que sentiam. Ninguém escreve aquilo que não percebe. É impossível traçar linhas sem conhecimento de causa e transmitir veracidade e energia.


Quem de nós nunca parou para pensar na vida e chegou à conclusão de que não havia saída para alguns problemas? Todos nós passamos por isso e como disseram os poetas:



"Sei lá...”



A vida não é uma grande ilusão e devo discordar dela, pois somos aquilo que queremos ser. Somos exatamente aquilo que determinamos e escolhemos para nosso caminho. O bem ou o mal que fazemos e não nos esquecemos de nada. Ninguém se esquece de nada mesmo.



"Que males se apronta fazendo de conta fingindo esquecer"



Pretendemos passar por cima das coisas e pessoas sem ter noção do que podemos causar em nosso futuro.


Para a vida não ser ilusória, devemos colocar os pés no chão e desfrutar de nossa sabedoria. Em outro artigo escrevi sobre a Disciplina (uso letra maiúscula para essa palavra para denotar sua importância em tudo que realizamos) e não podemos preteri-la - em hipótese alguma. Com discernimento e a busca pelo engrandecimento interior podemos influenciar nossas atividades e mobilizar as pessoas.


Transfira essa mensagem para a empresa que trabalha e aja com entusiasmo e perseverança. O talento interior para lidar com essa conjectura pode levar ao sucesso em todos os âmbitos.


Agradeço a eles por essa letra incrível, pois me fez (re) pensar a vida e enxergá-la de outra forma. Com certeza não foi pessimista, só quis dizer que, existe sim solução para tudo.



"A vida tem sempre razão".